segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Olhem, acabei de inventar uma palavra

...enquanto desejava Bom Natal de 2014 a um e-mailer cá do tasco: "palavrilho". Estava para escrever "break a leg", mas esqueci-me que....pois...já 'tão a ver quem é o destinatário, não é? Piada de muito mau gosto, eu sei.
Mas os desejos foram sinceros. A sério!

Já sei duma coisa que vai acontecer em 2014

Vou orientar.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Então, Pseudo, o que tens andado a comer em demasia? - perguntam vossas excelências

Respondo eu:
-Avelãs! Muitas avelãs; avelãs a toda a hora.
E tenho uma teoria: as avelãs estão para o inverno como os tremoços e 'mendoíns para o verão e a limonada. Podem substituir esta última por coca-cola, que também caem bem juntas. Eu confirmo.

Tarde húmida e relativamente sossegada, por enquanto

Eu dispus-me a ler o que prevêem (ou preveem, ou prevem ou lá como se escreve segundo o DesAO) os astros para mim, leoa com mau feitio assumida, e efectivamente estava de mente aberta para assimilar tanto as boas como as más novas. Mas desisti à primeira, mal li umas frasesitas dum site qualquer que não tem ponta por onde se lhe pegue e que são estas que cito: "

revisões Horóscopo 2014 Leão

Trabalho

Você trabalhará com mais facilidades para a concentração, este ano. Apesar do brainstorm doméstico do círculo do profissional, sua atividade intensificará relacional ponto de vista desse trabalho substantivo próprio, que também aumentará. (...)

Amor

 Há ar domésticos debate deste ano, em sua vida amorosa. Aspectos de Vênus e Urano a seu sinal serão eclodem descontos em perguntas, transformações, tanto para si mesmo através de seus relacionamentos. Você simplesmente mal a rotina, mas terá grandes proporções novamente este ano.

Dinheiro

 Aqui você está mais inclinado a preencher suas meias de lã, este ano. Na verdade, as influências do aspecto sol e Júpiter para seu signo que você primeiro cresce mais fortemente cientes da velocidade com que dinheiro arquivo-o entre os dedos.
(Esta de arquivar dinheiro entre os dedos transcende-me completamente!)

Saúde

 O influxo do sol, o luminar de motor, crescer o excesso, no início do ano. Este é o seu sistema digestivo é o primeiro na mira. Manter razoável e coerente para além do seu acesso de ganância, a fome é outra questão!



Assim, é preferível esperar pelos 365 dias de 2014 e ver o que acontece em cada um deles, do que confirmar se a mixórdia de palavras sem sentido, cuja amostra mostro em cima, se concretiza.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Já acabou? Pronto, ainda bem!

Devo ter sido das poucas bloggers - se não a única - que no blog não desejou boas festas e coiso e tal ao resto da malta que aqui anda. Se isto é ser antipática e anti-social? Se calhar, até é. Mas bolas, eu penso em tanta gente que não conheço - a maior parte de vós -  durante o ano, azucrino a moina a vocês que me lêem, a uns e a umas mais do que a outros e a outras, que, sinceramente, reflecti e concluí que dar-vos um pouco de paz e sossego nestes dias tão ocupados com assuntos prioritários e pessoas bem mais importantes seria a melhor prendinha virtual que eu poderia ofertar à maior parte que desconheço e à minoria que conheço pessoalmente - duas pessoas, para ser mais exacta. 
Posto isto, brevemente retoma-se a emissão normal por estas bandas.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

A minha chave do Euromilhões - rubrica semanal

  • 3 - 17 - 18 - 25 - 44
  • 2-5
Para honrar o compromisso
Aqui os deixo no dia de Natal
Esta semana não se pensa mais nisso
Mas a sexta será um dia sem igual

domingo, 22 de dezembro de 2013

A minha excelente manhã de domingo

...culminou com a procura persistente, saltitando nas diversas superfícies comerciais da cidade de Aveiro, por mexilhões. Isto depois de alguém ter deixado certas compras para a última da hora, apesar dos avisos e ameaças latentes. Encontrámo-los e a esta hora relaxam no fresquinho, antes de chegar a sua hora da paz eterna no estômago dos comensais da próxima quarta-feira.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Há dias em que o silêncio e a penumbra valem ouro

E hoje é um deles. A ausência de luz e a televisão sem som serão devidamente apreciadas enquanto o cérebro desliga dos números e palavras do dia.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Só porque sou do contra

Não mostro a árvore de Natal, este ano. (Isto significa mesmo que não a montámos, este ano.)
Não mostro o selo leonino com que fui agraciada. (Sim, também o recebi e agradeci convenientemente, depois de me abespinhar com o rapaz, como é meu costume.)

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Amanhã vou escrever uma carta

...e enviá-la ao MQT, algo que já não faço há praí 16 ou 17 anos. E agora perguntam vocês: "E o que caraças contém essa carta?", a que respondo "A minha assinatura." 
E mais não digo!

A minha chave do Euromilhões - rubrica semanal

  • 3 - 13 - 18 - 19 - 46
  • 2 - 5
Se nos sair esta semana, fica aqui a promessa de pagar um jantar aos dois sócios, num lugar à escolha deles.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Anseio pela próxima quarta-feira de manhã

Estou mesmo muito curiosa para saber o que irá acontecer lá no local de trabalho e o que decidirá quem de direito se acontecer o que eu espero que aconteça, apesar do transtorno causado aos 180 candidatos a algo que já o são por lei.

domingo, 15 de dezembro de 2013

O que me apraz dizer sobre o The Hobbit: A Desolação de Smaug

Depois de há menos de um ano ter comentado o primeiro, aqui vão as minhas parcas palavras relativamente ao segundo, pensadas mal o filme terminou:
  • "Foda-se, mas isto acaba assim? E agora? Para o ano há mais? Mas que caraças, mania de fazerem filmes com finais inacabados! Detesto isto!"



quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Não acho o cu com as mãos

Tenho 10 comentários para comentar e ainda não pus mãos à obra. Talvez mais logo ou amanhã queu não me esqueço de vossas excelências, não senhores. 

(E a propósito de cus, aqui fica o esclarecimento.)

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Há quanto tempo não vos dizia que embirro com o facebook?

Adoro ser convidada para eventos, via facebook. É tão bom que se lembrem de mim e o façam desta maneira tão pessoal e calorosa. Tenho a certeza que não o fizeram por telefone/telemóvel porque ou perderam o meu número ou o telemóvel afogou-se na sanita.

(Aparte: já alguém tentou recuperar os dados dum telemóvel afogado em água, abrindo-o, retirando-lhe a bateria e colocando o dispositivo numa tigela com arroz? Parece que este enxagua a humidade do dispositivo.)

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

É só p'ra dizer que já sei o que vou almoçar no dia 25


(Em forno de lenha.)
 
(Dá dó só de olhar, mas porra bolas...temos que comer, n'é?)

A minha chave do Euromilhões - rubrica semanal

E esta semana, as cruzes caírão, se o cruzador não se enganar, nos seguintes números:
  • 5 - 16 - 18 - 31 - 41
  • 2 - 5 
 (Sim, eu sei que os dois últimos são repetidos. E o 18 passa a ser vitalício até que a sociedade virtual acabe.)

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Estou nitidamente no desmame

E surpreendentemente não me está a custar muito. Quem diria...

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

A minha chave do Euromilhões - rubrica semanal

E esta semana os números são os seguintes:
  • 4 - 8 - 18 - 29 - 40
  • 2- 5 

Sócios, é desta!

Gostaria de pedir a vossa ajuda, mais uma vez

Estou encarregue de escrever umas rimas natalícias e gostaria de contar com a vossa colaboração na tarefa. Quem não se importar de se chegar à frente, faz favor. Serão apresentadas numa festa escolar de natal.
Obrigada.

Eu dou o mote:

Com sorrisos, abraços e mãos quentes
Chegamos à pessoa do lado
Podendo torná-las menos dependentes
Mesmo fazendo-o através dum teclado

domingo, 1 de dezembro de 2013

Leitura de família num domingo à tarde, soalheiro e frio

Os três a lerem as aventuras de Astérix & Obélix & Companhia, em ambiente bem quentinho!

E assim se assinala um feriado.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Procastinar deixou de ser a minha palavra favorita para o acto

...passando "postergar" a primeiro lugar no pódio da preguiça de actividades menos importantes do que as outras.

Pergunta para queijinho

O que fazem dois homens e uma mulher online em simultâneo?

terça-feira, 26 de novembro de 2013

A minha chave do Euromilhões - rubrica semanal

  • 18 - 23 - 33 - 36 - 48 / 3 - 8

Este primeiro post surge na sequência da conversa tida com um ilustre conhecido virtual, com quem acabei de fechar o negócio milionário que fará de ambos uns excêntricos.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Leituras da noite


Há lá coisa mais emocionante e interessante do que isto para uma noite gélida de Outono? 
O que sugerem vossas excelências que leia para fazer aquilo que faço tão bem, que é procrastinar?
 

terça-feira, 19 de novembro de 2013

'Tá alguém aí?

Daqui a umas 2 horitas venho ver quem está por aí.
 
Bolas! Se um é grande, o outro é o quê?

E então...

E não digam que é só no Continente, não, que eu sei que as há por aí. Logo leio-vos.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Pensamento parvo...

(...após receber mais um e-mail de publicidade da empresa fornecedora da internet cá de casa):
Qualquer dia até os bebés nascem com ligação ilimitada à internet.

Velho ou não, continuo a gostar do rato e companhia


Um destes dias

Vou tentar enfiar o barrete a 11 pessoas, com idades compreendidas entre os 11 anos e os 92. 'Tou p'ra ver quem vai ser o/a estraga-prazeres.

domingo, 17 de novembro de 2013

Irritações - XXVI

Chamarem risotto a arroz. Se não existisse uma palavra portuguesa para o ingrediente, ainda compreendia. Mas existe!

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Já decidi

Não gosto dos filmes do Homem-Aranha. É um panhonhas.

A décima questão

O Ness pergunta: "Se D. Sebastião voltasse voltaríamos a ter uma monarquia?"
Resposta: Segundo fontes que presentemente fazem companhia a D. Sebastião já há alguns anos, não, não teríamos uma monarquia, pois, após breve visita ao seu país-natal, e consequente desgosto, D. Sebastião regressaria ao reino das brumas para afogar as mágoas.

O Leão pergunta: "Se os naturais da Suécia são suecos, por que raio os naturais de Marrocos não são marrecos????"
Resposta: Os naturais de Marrocos não são marrecos porque não vivem escondidos nas catacumbas de Notre-Dâme.

A Snail pergunta: "Se os anões têm mini-braços com mini-mãos, como fazem quando têm comichão no cu?"
Resposta: Visto os anões terem tudo mini, usariam a vara, do salto à vara, para coçar o dito cujo enquanto saltavam. 

10 questões que se me afiguram de particular relevância

  1. As pessoas que trabalham nos locais onde são fabricadas as pastas de dentes recebem kits grátis? E nos meses em que recebem os subsídios recebem kits a dobrar ou não?
  2. Porque é que as casas e prédios e edifícios em geral não têm alicerces giratórios de modo a aproveitarem ao máximo a luz solar?
  3. Como se sentiram as pessoas que participaram no anúncio de Natal e da Popota deste ano?
  4. Quantos alfinetes conseguiriam contar sem se picarem?
  5. Se, um dia, for possível as famílias passarem temporadas no espaço (famílias com bebés que ainda usem fralda), como é que conseguirão mudar as fraldas com tanta coisa a gravitar à sua volta?
  6. É idiotice ou não inventar um autocolante para o carro que proíba a colocação de papéis publicitários nos carros, à semelhança daquele que se coloca nas caixas de correio?
  7. Porque é que eu consigo memorizar as matrículas dos carros, durante anos (sei a matrícula do meu 1ºcarro: 68-62-FP) e não consigo recordar-me dos nomes das pessoas que vou conhecendo ao longo dos anos?
  8.  Se o escritor sueco de minha preferência fosse vivo, o Stieg Larsson, onde estaria e o que estaria a fazer agora a minha adorável e aparentemente frágil Lisbeth Salander?
  9. Qual a última pergunta que vossas excelências gostariam de ver aqui colocada?
  10. ....?

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Sai mais erudição misturada com nudismo e sensualidade

 
Espero que corresponda ao pedido, R.

Desabafo de uma blogger

Há dias em que me sinto bastante desanimada quando chego a casa e atento no que entretanto se passou ao longo do dia. É que não consigo acompanhar em tempo real o rol astronómico de publicações blogosféricas que vão aparecendo. E isso faz-me sentir desactualizada. 'Tá mal!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

terça-feira, 12 de novembro de 2013

E porque este blog é uma "loja de doces"

...aqui vai um docinho prá menina e pró menino.
R., serve para ti?

Sondagem cá da casa

Porque este foi blog foi descrito como sendo, e cito, "de uma infantilidade espantosa. Parecem criancinhas à solta numa loja de doces.", eu pergunto a vossas excelências que me lêem, que comentam, que por aqui passam silenciosamente:
-Gostariam que este blog continuasse a ser "de uma infantilidade espantosa?" 
-Se sim, porquê?
-Se não, gostariam que este blog fosse o quê ou de que género?

Estejam à vontade, sim?

domingo, 10 de novembro de 2013

Pessoas de Braga, que me lêem

É ou não é verdade que o outdoor posicionado em frente ao Pingo Doce de Santa Tecla, que presentemente faz publicidade a uma marca de leite, muge, ladra e cacareja? E eu não estava sozinha quando hoje o ouvi, não senhor! Não foi nenhuma ilusão sonora!

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Irritações - XXV

Esta irrita-me à brava!
Gosto de ler as sinopses dum livro, aquelas que aparecem na contracapa. Agora expliquem-me porque é que quem os vende insiste em pôr a etiqueta do preço mesmo em cima desse resumo, tapando parte deste. Não haverá na contracapa um espacinho livre de texto onde autocolar o raio do papel com os números?

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Cruz Credo! Vá de retro! Batam na madeira!

Se morressem agora, o que seria feito do vosso corpo?
Eu já decidi e disso informei a família. Espero que tenham condições para cumprir com o meu desejo pós-morte e que nasça uma árvore por cima das minhas cinzas.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Contradição?

Amanhã era feriado no ano passado.

Mais um daqueles devaneios

Eu não gosto de poesia
Mas gosto da maresia da prosa
De imaginar e fantasiar e deixar-me levar
Por um mar revoltoso de palavras
Ondas lexicais pujantes e catastróficas
Obscuras mas subtis e consequentes

Eu não gosto de poesia nem
Do que as rimas me fazem trabalhar
Muito menos de interpretações vagas
Polivalências significativas
Anseios pessoais e meras suposições 
Interpretações e conotações

Eu gosto de prosa
De ler de fio a pavio
Noite e madrugada dentro
Deitar uma narrativa ao meu lado
Quando o meu mundo acorda
E só aí adormecer a pensar

O último da semana

Quando era miudita quis ter um destes em casa. E tive-o....de peluche. Era um fofo!
Acho impossível não se gostar de olhar, admirar, tocar, apertar, abraçar...

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Foto picante, a pedido

Já tou farta!

Está tudo tão sossegado por aqui, demasiado, que até oiço a camioneta do lixo a recolher o vidro do ecoponto e o barulho do cooler por baixo do portátil.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

A mim aflige-me que não se legisle sobre papagaios

Ou estes não são considerados animais de companhia? E os hamsters? E as tartarugas, que fedem cumó diabo? E os periquitos? E os coelhos? Ou não há quem os tenha como animais de estimação, também? 
Mas será que a nossa reformada junior não tem mais nada em que pensar?
Eu já vos disse que há uns tempos considerei a hipótese de ter um papagaio em casa? Depois lembrei-me do petiz, que já papagueia o suficiente (por enquanto; mais 2 ou 3 anitos e já não conta nada à mãe nem ao pai) e desisti.

Digam-me, leitores e comentadoras, hoje vamos disparatar sobre o quê

?

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Ahpoisé!!

A última pessoa que aderiu à minha lista de seguidores (palavra macabra, esta) tem um blog de natureza erótica. E alguns dos meus outros seguidores (assustadora) também.
Um dia, também arranjo um assim, só para ver como é que é. Vão ver! E, quiçá, apelo ao vosso sentido de parceria e solicito a vossa participação como meus parceiros e minhas parceiras, no acto. Que tal?

domingo, 27 de outubro de 2013

It's such a perfect day

Um dos filmes mais mirabolantes e loucos que alguma vez vi. Marcou-me. Tal como ele, o Lou. E esta música diz-me imenso.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Nova etapa no casamento

Um destes dias o MQT assinalou o seu aniversário. E eu esqueci-me de o parabenizar no facebook. Tendo que me redimir de algum modo, por esta falha gravíssima numa era tão digital, encomendei online e adquiri o último do Astérix para lhe dar. Que acham?
(P.S.: O filho e eu já lemos o livro, antes deste sair da livraria. Isto não se faz, pois não?)

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Dá para desconfiar

Ao contrário do que dizem certas vozes reaccionárias da blogosfera, ultimamente eu ando um docinho. E quem comigo priva, sente e constata isto diariamente. Eu sei a que se deve. Como tal, deixo-vos aqui um para mais uma vez se lambuzarem...quem quiser, claro.
 
Quem desejar, pode fazer chegar-me dos verdadeiros; eu aceito e marcha tudo!

Zezinho, não precisas de esperar mais

Constatação estatística - II

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Conheço a peça há anos, mas ainda caio nestas

Ela: "Vou ter um bebé..."
Eu: "Tu ...o quê??? Parabéns!!!"
Ela: "Sim, isso que leste. Deve sair logo à noite..."
...

O diálogo via SMSs foi mais ou menos assim, há umas semanas.

Saiu uma gata já com 2 ou 3 meses de vida. E eu a pensar que era outra coisa. Impossível não era, mas altamente improvável, tendo em conta a pessoa em causa. É contudo o quarto elemento da família. E tem um nome originalíssimo, que não posso partilhar: C.J.P.G.
(Se ela lê isto, dá-me um tiro!)

Aqui também se mostram nus artísticos

 
Se isto não é fotogenia inata, não sei o que lhe chamar.

domingo, 20 de outubro de 2013

Interrogo-me

Será que os Russos e os Chineses percebem o que lêem quando aqui vêm? É que aqueles, mais do que estes, vêm cá muitas vezes. Se encontram o que procuram? Duvido muito.

Tomem lá e ai de quem volte a dizer que eu sou bruta!


Até é verdade (mas neste momento não interessa). E é verdade que raramente mando beijos virtuais. Acho estranho. Mas de vez em quando também me passo dos carretos e saem destas coisas. Em especial para a Bizinha e para a AC e alguns gaijos. Pronto. Aproveitem o raro momento.

sábado, 19 de outubro de 2013

Sábado à tarde

O que fazem vossas excelências que me lêem, neste preciso momento?
Eu estou a olhar para o prédio da frente e a pensar que, quando tinha 13 ou 14 anos, fazia precisamente o que as minhas vizinhas da frente estão a fazer.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Hoje tive um encontro com duas desconhecidas

À vez à vez. E só por breves minutos é que estive com as duas em simultâneo no mesmo espaço. Uma delas tinha uns olhos azuis lindíssimos, 30 anos e parecia mais velha do que eu. A outra tinha uma dentição imaculadamente branca, a contrastar com a tez morena, coberta de base, vá...Uma delas tirou-me uma fotografia bem gira, que eu deveria ter pedido para me ser enviada. Já a tinha publicado aqui. A ver se me lembro de o fazer quando lá voltar. A conversa com as duas terminou com um orçamento maior do que o meu ordenado. Pensei eu cá com os meus botões: "Esta gente anda doida!" Tá bem que há facilidades de pagamento a crédito, mas algum dia eu dava aquele dinheiro por um tapa-buracos? Nunca! E ainda vou pensar no orçamento mediano, a ver se o sorriso fica mais branco.
Daqui a 15 dias conversaremos novamente.

sábado, 12 de outubro de 2013

No outro dia fui às compras, eu e mais cinco homens

De víveres, pois o frigorífico e a despensa estavam depenados.
Enchi o carrito com o que estava na lista, não me desviando - o que é para admirar - do que estava lá escrito e lá me dirigi à caixa. Enquanto esperava a minha vez de pagar, pus-me a observar um grupo de cinco homens, todos trintões e quarentinhas, que também esperavam a sua vez para pagar, numa caixa mais ao lado.

Tomando este grupo como exemplo, poderei dizer que há imensas diferenças entre os homens que vão juntos às compras ao supermercado e as mulheres que vão juntas às compras ao supermercado.
Desde logo, as mulheres não vão em grupos de cinco fazer compras de supermercado. Poderão aparecer duas mulheres juntas, normalmente mãe e filha ou duas jovens da mesma faixa etária. Mas nunca cinco.
Segundo, as mulheres, sozinhas ou em pares, têm sempre um ar taciturno quando estão na fila para pagar. Estes cinco homens não. Eles tinham um ar divertido, descontraído, estavam sorridentes e conversadores.
Terceiro, as mulheres não enchem a passadeira rolante da caixa de bebidas - caixas de vinho e cerveja - carne, muita carne, embalagens de salsichas e produtos pré-embalados e tomates, muitos tomates vermelhinhos. Elas também colocam cosméticos e produtos de limpeza para a casa.
Em quarto lugar, elas não se divertem com esta tarefa. Fazem-na, porque sim, porque tem que ser. Estes senhores não. Eles estavam nitidamente a gozar o momento, a anteciparem o momento em que iriam encher o bandulho com os comes e bebes.

E depois de eu pagar a minha conta, ainda me pus a imaginar qual seria a razão para esta ocasião masculina: só porque sim? Será que era uma despedida de solteiro mais caseirinha? Seria o aniversário de algum deles? 
E outras questões: cozinhariam todos? Beberiam a cerveja ou o vinho? E quem lavaria a loiça? No próprio dia ou deixariam tudo por fazer? 
Enfim... e vocês pensam em quê, quando vão às compras?

Ontem ofereceram-me um livro

O seu autor dedicou-me umas palavras singelas e simpáticas, e datou-as. Fui informada de que receberia uma prenda altruísta e sorri nessa altura. E ontem sorri novamente. Veio duma pessoa estranha, que certamente nunca virei a conhecer. Contudo, o nome, do autor e do livro, esteve e está em alguns escaparates, para ser lido e apreciado. Ou não.
Gostei muito do gesto e vou ler estas páginas. Mesmo que as ache lamechas e enfadonhas. E se as achar divertidas e informativas e inspiradoras ainda melhor. Vou lê-lo até ao fim. A pessoa merece esse respeito. 
Obrigada.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

"Ai que nojo"

"Eu não quero mexer na terra", "Isto é nojento", "Eu tenho medo dos bichos", "Aiii, uiiii, afasta as mãos de mim", "Vou sujar as sapatilhas todas", "Stôra, eu não gosto de nabos" e comentários semelhantes...imaginem isto proferido por duas catraias que foram obrigadas a semear nabos, que durante cerca de 15 minutos estiveram de pé, a centímetros da área de terreno onde as sementes foram atiradas, por todos, elas inclusivé. 
Só à estalada: dois pares de estalos em cada cara, dados pelos pais todos os dias, a ver se a mariquice não lhes passava logo!

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Alguém faz anos hoje?

Pois sendo assim, considere(m)-se parabenizado(s)! :)

Anseio pelo dia de amanhã. A sério!

video
Amanhã será um dia inesquecível.
Pela primeira vez, irei plantar nabos. Ou semear nabos. Ou fazer qualquer coisa relacionada com nabos. Eu e os meus catraios, que sabem mais do que eu desta poda em particular. Vai ser lindo, vai! Depois tiro uma fotografia, quando eles brotarem. Os nabos...Prometo.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Já não há gente atrevida

É o que se pode concluir daqui, pois ninguém se chegou à frente. Ler os comentários, se faz favor.

ADENDA: A carta será entregue ao Sr. Leão, cognome "O Atrevido"!

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Parvoíce do dia

Colocar Nesquik na chávena de café, acabadinho de tirar da máquina. Aconteceu-me agora mesmo. Enfim...

Desafio

A primeira pessoa que se atrever a deixar-me uma morada, verdadeira, na caixa de comentários deste post receberá uma carta minha, daquelas à antiga, com selo lambido e tudo. Não divulgarei a morada nos comentários, obviamente, mas anunciarei quem será o destinatário. E ficarei a saber quanto custa um selo hoje em dia! Que tal? Pensem nisso, nas consequências e coiso e tal...

(Os comentários abrirão ainda hoje, por volta das 19:00, de modo a que o leque de destinatários seja mais alargado do que agora.)

domingo, 6 de outubro de 2013

Actualização hortícola

Os tomates da sogra continuam muito saborosos!

Actualização da leitura

Troquei o Barry pela Camilla e a sua ave. Talvez daqui a uns tempos esteja mais bem preparada para uma relação a dois com ele. Mas para já, ela destronou-o.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Santa terrinha

Dizem que amanhã vou à regueifa. E aos ovos moles à tarde. 
E no domingo haverá polvo.

Ora aqui está uma boa notícia

Asterix e Obelix em nova banda desenhada, desta vez na Escócia. Lá vou eu novamente viajar para as Highlands! Com quem simpatizavam mais? Eu era, e é, com o Obelix. E prefiro a versão livresca deste do que a do Senhor Depardieu.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Francisca Athayde

Vai deixar saudades a pessoa que assinalou, vezes sem conta, o único erro ortográfico na minha primeira frequência de Estudos Linguísticos: "lingua". Irónico, não? 
Mulher linda, baixinha e vivaça.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Mudei para a concorrência

Nota-se alguma coisa? Para já eu não noto. Veremos com o tempo.

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Hmmmm

Desconfio, a julgar pelo sossego aparente, que alguém está a preparar a sua reentreé na blogosfera. Não digo nomes!

domingo, 29 de setembro de 2013

Leitura da semana

 

Tenho um problema com as letrinhas amarelas desta capa. Mas não irá impedir-me de ler o conteúdo. Vejam lá se adivinham qual é o meu problema, tendo em conta que recentemente tinha lido um sobre os Holandeses. É fácil.

sábado, 28 de setembro de 2013

Dúvida escatológica (há quem diga que estes posts saem quando estou chateada com uma certa pessoa :P)

Estás na sanita a reflectir, reparas que o papel acabou, não o há no quarto-de-banho, mas na despensa, que fica longe como tudo, e não há mais ninguém em casa. O que fazes? Sujas os dedos ou sujas o trajecto até à despensa?

O meu novo telemóvel

O meu velho telemóvel, um Nokia Xpressmusic vermelho (qualquer benfiquista que se preze nunca compraria a versão azul), morreu afogado no fim-de-semana passado. Não caiu na sanita, apenas esteve exposto a um ambiente molhado dentro duma mochila há duas semanas e desde aí a coisa vinha-se deteriorando a olhos vistos.
Porque preciso mesmo de estar contactável 24/24 horas, demorei uma semana a decidir-me a comprar um novo. E porque sou da velha guarda (aos 41 anos de idade, uso pela primeira vez esta expressão pouco abonatória de minha mente infanto-juvenil) no que toca a gadgets e mariquices tecnológicas, comprei um brinquedo novo. Custou-me uma fortuna: €19,90! O meu novo Samsung faz chamadas, recebe chamadas, desperta-me e até serve para mandar SMSs, coisa nunca vista! Não dá para ouvir os meus Guns & Roses a tocarem "sweet child of mine" cada vez que me telefonam, nem para ouvir a família The Corrs quando recebo mensagens. Também tem calculadora, cronómetro e conversor: função "ccc". Chega e sobra para os meus gastos. Concordam ou discordam?