quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

PUB descarada

Mas será que ainda ninguém reparou no anuncio do Ikea, aquele que mostra casais compostinhos a condizerem com quartos arrumadinhos, em que um dos casais é de lésbicas? Pergunto eu se o Ikea não poderia também ter incluído um casal masculino.
Ou isto já foi notado e eu é que andei / ando distraída?

A resposta para a Susana


Susana, há dias li, mais uma vez, alguém a escrever que o seu blog é para si mesma, o seu caderno de memórias, um diário de banalidades. Tendo, normalmente mas nem sempre, - e até a acho parva, de vez em quando (o que nem é um insulto, pois ela é a primeira a apelidar-se de tal) - a concordar com ela e a apreciar bastante o que escreve, pois fá-lo dum modo tão franco, assertivo, sem medo de ferir terceiros, que eu vejo tal como uma qualidade que nem sempre eu pratico neste tasco. Este é também o meu caderno de memórias, o equivalente àquele que continua escondido numa das gavetas da mesinha de cabeceira no meu quarto em casa do meu pai. (Pronto, agora já sabem onde ir procurar o meu diário dos 12 ou 13 anos...)
Sabes que eu detestava, quando fazia os testes na escola, a parte da composição? Fazia sempre o mínimo possível, em qualquer uma das quatro línguas que estudei. Acho que este meu blog é hoje um contraponto dessa minha limitação juvenil: escrevo quando e o que me apetece, sem limite mínimo ou máximo de palavras, muitas vezes pesando-as, cada vez mais, aliás, à medida que o tempo passa por mim. Já não sou tão espontânea como há 9 ou 10 anos, quando o iniciei. E há razões para tal. Mas essas não as partilho. Senão, o nome do blog não faria sentido: este não é um blog aberto. E já me diverti mais com ele, confesso.
Continua a haver alguma espontaneidade e impulsividade, sim, precisamente em algumas dessas situações que referes. Exceptuo os assuntos de escola e que envolvam alunos. Esse é um mundo muito à parte que evito trazer para aqui, mas às vezes trago; nunca será a norma, contudo.
Fotos? Há-as, a maior parte roubadinhas da Internet, para ilustrar alguma coisa que tenha achado caricata, bizarra, com algum humor. Mas não têm qualquer valor aqui. Poucas são minhas ou tiradas pelos meus. Essas estão todas guardadas e não são para os olhos do mundo. Mas já que falamos de fotos, como é que tu dizes que preferes sempre ler a ver fotos ou ouvir música? Logo tu, que tens um outro cantinho com fotos originais tão belas? Logo tu que partilhas alguns dos teus clássicos musicais? Fizeste-me torcer o nariz às tuas palavras.
Sabes que nunca vi a Sócia nem mais gorda nem mais magra? É engraçado ter uma parceria com alguém que não se conhece. Fiz-lhe uma proposta simples, sem água no bico, que ela aceitou e até agora a situação mantém-se igual, sem alterações de contrato. Não nos tornámos mais ou menos amigas por causa desta parceria. Cada uma no seu canto, cada uma com as suas dúvidas, ela continua a ler o Correio da Manhã e eu a Visão. Gostamos assim. Funciona assim. Se e quando ela quiser dar o salto - e isto ficou claro - dá-lo-á, sem quaisquer explicações. Afinal, " isto são só blogs", "são páginas virtuais Cheias de bits e bytes".
Só que não. Senão, não estaria a dirigir-me a ti.