quarta-feira, 16 de março de 2016

Inconfidência doméstica

Este ano, em Janeiro passado, comecei a pôr dinheiro debaixo do colchão. Que isto de o manter no banco já deu o que tinha a dar! E ainda há o pote das moedas, mas isso já é história para outro dia.