quinta-feira, 16 de junho de 2011

ET na minha própria pátria

Por vezes sinto-me alienada do que se passa no meu país, pelo simples motivo de ver pouquíssima televisão. E o que vejo resume-se a séries americanas transmitidas na FOX e AXN e por vezes o noticiário da SIC. Não estou sozinha, pois não?

Mesmo as notícias online, as do Público, soam-me, muitas vezes, a anacrónicas. Como aquela dos futuros magistrados que tiveram 10 num exame a sério, após ter-se descoberto que houve falcatrua. Shaking head...

Preciso da ajuda de estranhos

Neste momento estou a passar por uma fase de preguiça mental, por muito que goste destas andanças da blogosfera: gosto tanto de ler outros como de escrever aqui (apesar de não escrever sobre tudo o que se passa na minha cabeça).

Posto isto, e porque o texto já vai longo, o pedido é o seguinte: vocês, que eu não sei quem são, que não me conhecem pessoalmente, o que gostariam de ver aqui escrito por mim?

@ Ness: podes sugerir aqui também :)

Pequenas irritações blogosféricas

Os blogues com comentários moderados e verificação anti-spam irritam-me. Eu percebo e aceito as razões dos donos para tal opção. Não deixo de os ler, claro, mas muitas vezes não comento também por essa razão.

Desigual

Tem artigos girérrimos, mas carérrimos! Gosto particularmente dos tops, camisolas e vestidos de alças. E as carteiras? Ai as carteiras coloridas! Fosse eu rica e coleccionaria carteiras e relógios!
Um destes dias perco a cabeça!