sexta-feira, 16 de novembro de 2012

O bom mau da fita

Bom filme para recordar as horas passadas em frente das máquinas de jogos no salão de jogos lá da vila-cidade-vila antes dos meus 20 anos. Eu era mais Tetris, mas uns flippers jogavam-se sempre. Já enfiar bolas coloridas nos buracos era o meu calcanhar de aquiles. Mas sempre serviram para alguma coisa.
Já o puto delirou com este filme, ao contrário das minhas expectativas. Passou o jantar todo com pauzinhos na mão a falar entusiasmadamente acerca do Ralph e da Vaneloppe.