quarta-feira, 13 de março de 2013

Eu sou preconceituosa, mas adorei o filme

Um destes dias, tinha planeado passar um determinado filme numa das minhas aulas. Acontece que a turma já o tinha visto, num contexto extra-escola, logo vi-me na necessidade de improvisar "in loco". Um dos alunos sugeriu um outro filme e massacrou-me tanto a cabeça que eu lá acedi, também por culpa de outro colega, que confirmava, e é "mais certinho". Acontece que o tal miúdo nem é muito interessado nem muito empenhado e vai tendo alguns momentos de rebeldia e de choque com os adultos, característicos da idade. Eu confesso que não dei grande valor à sugestão do miúdo, pois pensei "Vindo dele, não há-de ser grande coisa!". A verdade é que não só engoli em seco o que pensei como, para apaziguar o sentimento de culpa interior, no fim elogiei o excelente gosto e a escolha cinéfila. E fiquei a pensar que afinal o tal miúdo não é nenhuma besta andante, até demonstra bastante sensibilidade. E que a besta, naquele momento, fui eu!
E agora perguntam vocês: "Mas afinal qual foi o filme?".
É francês e mais não digo! E não, não foi mencionado por ninguém num post ali em baixo. Mas podem tentar adivinhar, que eu confirmo ou desminto.