sábado, 21 de setembro de 2013

O leitor mostra-se

Eu não tenho nada para oferecer a ninguém. Mas, repetindo a ideia de que quem me lê e comenta é gente de qualidade, com excelente sentido de humor contrário ao cinzentismo que o país atravessa, venho aqui pedir que os leitores, e SÓ os leitores, se mostrem da maneira que acharem conveniente, sem que daí resultem lesões de qualquer natureza. Sim, isso que estão a pensar: fotos dos cavalheiros, onde mostrem o dedo mindinho ou o sinal na ponta do nariz ou a coxa depilada ou a trunfa levantada ou a unhaca do dedo do pé ou o que muito bem vos apetecer. Desde que não seja o pénis. Desses já há praí muitos. Se os senhores estiverem interessados, arranjaremos maneira de comunicar. Nem que eu arranje um e-mail fictício só para a ocasião. E caso se atrevam, eu apresento-vos ao mundo à minha maneira.
Que acham?

Portugal é um país bonito

Portugal está um país feio. Por vários motivos. Mas hoje destaco apenas um.
Portugal está visualmente poluído, com ruas e rotundas e aldeias e cidades inteiras decoradas com outdoors de propaganda política. Os mesmos que os colocaram deveriam, após as eleições, retirar tudo, tudinho! Mas não. Eles vão esperar que venha um tufão e que limpe tudo pelos ares.

Eu sou muito ingénua, não sou?