sábado, 11 de fevereiro de 2006

Se me contassem não acreditaria...

Hoje, há cerca de 20 minutos atrás, enquanto eu e o mais-que-tudo "saboreávamos" um cigarrito pós-almoço na varanda, apercebemo-nos de alguém que buzinava insistentemente. Olhando do alto do nosso 9º andar, observámos os nossos vizinhos de 10º em redor do seu carro: ela de mão na anca, ele de mão no telemóvel e o puto já no carro...o que é que tinha acontecido? Algo bastante habitual entre os condutores portugueses: alguém tinha estacionado um "ganda" mercedes atrás do "renaultzito" deles, impedindo-os de ir à sua vidinha.
Suponho que o vizinho já estivésse a telefonar para a polícia, afim de rebocar o dito cujo "ganda" mercedes, quando vemos uma "senhora", enfeitada com uma bata de cabeleireira, com os cabelos ainda húmidos e rolos no cabelo - ou seja, a meio do seu arranjinho capilar - a dirigir-se para o carro "impeditivo".
Adoraria ter ouvido as palavras que trocaram. Por muitas desculpas apresentadas, esta é mais uma situação indesculpável que denota uma grande falta de educação entre os condutores portugueses.
E não me venham cá com tretas dizendo "É mulher e basta!"