sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Incongruências de um jovem de 21 anos

Conheço uma pessoa do sexo masculino, da idade referida, que hoje tinha na sua cama um peluche do Obélix. Eu achei o bicho fofo, mas estranhamente localizado naquele quarto típico de rapaz que é bon-vivant.

Quem é vivo, sempre aparece!

Mesmo continuando esfomeado como antigamente!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Ora é mesmo assim que muitas vezes me sinto e penso com os meus botões

(Imagem daqui )

Segredos -XIX

As viagens de avião feitas por mim são directamente proporcionais ao medo que sinto das mesmas. E não há Super-Homem com estatísticas suficientemente convincentes que me ajudem a ultrapassar este medo irracional. A ida a um certo país tem sido adiada também por esta razão.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Nem vale a pena perguntar o que se passou!


E o 4º facto:

Se tudo correr como planeado, o jantar de hoje foi a última refeição por mim cozinhada, antes de 2 de Janeiro de 2012.

E ainda outro facto:

Não se passa nada nesta santa terrinha. As ruas desertas enchem-se um pouco antes das 8 da manhã, pouco depois das 12:30, um pouco antes das 13:30 e por volta das 5 da tarde, finalmente, há vida humana na aldeia! Sim, porque o galo da vizinha insiste em cacarejar antes das 5 da manhã. E o cão que veio substituir o Oscar também gosta de dar um ar de sua graça! Sacanas!

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Outro facto:

Andar a calcorrear as ruelas da minha terra-cidade, sem que eu reconheça edifícios e lojas, sem que me reconheçam na rua, sem que eu reconheça os transeuntes, andando meia perdida à procura do novo gabinete de estética da minha ex-coisa...faz-me sentir bastante estranha!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

É um facto:

Vejo mais televisão durante uma semana inteira nesta casa do que durante o resto do ano em minha casa. E esta semana sabe tão bem!

Como diria alguém que eu cá conheço.....MEHHHH!

Hoje aventurei-me a ir ao cinema, à segunda sessão vespertina. Asneira, pois sei por experiência própria que encontro sempre sala cheia e uma cambada de cachopos a roerem pipocas como se não houvesse amanhã. Prefiro, de longe, a sessão pós-almoço. Algumas começam mesmo antes das 14:00 horas, as minhas favoritas.
"E o filme?" - perguntam vocês?
Respondo eu - "Apenas um bando de esquilos e esquiletas metidos a artistas à pressão, misturados com seres humanos a fazerem figura de urso, perdidos em alto mar e naufragados numa ilha supostamente deserta, onde, como é expectável, há uma Robinsona Crusoe, fingida e gananciosa, a quem só interessa o tesouro. No fim, todos se salvam."
Pronto, é isto. Se ainda não viram, não vale a pena gastarem o vosso dinheirinho precioso.
Ponto positivo: não é um filme 3D, algo que já não me acontecia ver há muito tempo.

Posta número 954

Pronto. Acabou.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

9 + 10 - Meninas, é favor aceitarem isto ao som de Marco Paulo


Eu leio duas enfermeiras
Não sei de qual gosto mais
Ambas usam meias
Nos seus afazeres laborais.

Não sei de qual gosto maaaaaaisssssssssssssss
Daí a minha indecisão
Pois as duas são demais
Quando escrevem sobre a profissão

Não as conheço pessoalmente
Mas parecem ser gente linda
De quem se gosta facilmente
E que diariamente viciam ainda.

Uma é aventureira,
A outra tem mau feitio.
Andam com as mãos fora da algibeira,
Sempre noutro sítio!

Uma é a AC, a outra é a Sahaisis
A primeira está ali,a segunda está acolá
Não sei o que rima com a segunda
Por isso finalizo com um simples OLÁ!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Esta é para rir, portanto riam-se, ok?

Astúcia de uma Mulher Casada


Uma senhora muito bonita procura um tatuador e pede-lhe:
- Faça-me na minha virilha esquerda um lindo coelhinho de Páscoa.
O tatuador trabalhou e fez um perfeito coelhinho, que ela adorou.
- Agora, faça-me um Pai Natal com o seu saco de presentes na minha virilha direita.
O tatuador trabalhou e fez um lindo trabalho, que ela aprovou incondicionalmente.
Ela perguntou quanto era, pagou e, quando ía sair, o tatuador perguntou:
- Minha senhora, o seu pedido para mim foi inédito e isso deixou-me muito curioso. Por favor, diga-me, porquê um coelho de Páscoa numa virilha e um Pai Natal na outra?
Ela respondeu:
- É para eu calar a boca do meu marido, que está sempre a dizer que lá em casa... não há nada de bom para comer, entre a Páscoa e o Natal...!!!!

Estou de mau humor

Fui violentamente acordada pelos U2, que insistiram em tocar "In the Name of Love" 3 vezes antes das 8 da manhã, antes que o mais-que-tudo lhes desse um murro no teclado do telefone. Está a começar bem! E eu que aprecio tanto o silêncio matinal da casa e o chilreio dos passarinhos lá fora!

Final aberto

Rimar rima com....

(Isto vem a propósito do serão familiar de hoje, durante o qual o meu descendente descobriu que tem pés para seguir as pisadas da mãe. Não sei se é bom ou mau.)

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

8 - P'ró Tio que não só é meu tio, mas de toda a gente


Alguém que me deixa desorientada,
Por eu nunca saber onde ele anda.
Escreve literatura bastante complicada,
Sempre com qualquer coisa na manga.

Das 3 Marias não se livra,
A começar pelas bolachas.
É um gajo com muita fibra,
Sempre atento às ...rachas (ok, esta foi forçada!)

Comedor e bebedor de qualidade
Enigmático e de riso fácil
Gosta muito da Verdade,
De alcançar por vezes difícil!

Deixo-te com um leitão,
Para cuja terra mais logo irei.
Desculpa colocar-te em cima do cão,
Mas não tinha outra solução.







terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Ainda p'ró gajo sério que hoje tá mau

SAY CHEESE!

Porque este ainda é um blogue sério

Eu irei responder à última pergunta do Confuskos, que é para levar a sério: "Mas a sério, o que é que tomas?"

Quanto a líquidos, tomo, diariamente: água engarrafada, leite meio gordo do pacote, café duma qualquer máquina, um refrigerante. Ocasionalmente, menos duma vez por mês, um ou dois copos de vinho tinto. Muito mais raramente, um copo de vinho branco. Quando estou de férias de verão, ingiro mais vinho tinto, mais coca-cola, mais sumos naturais de laranja, mais água, mais leite do pacote bem frio, algum Licor Beirão com muito gelo..

Quanto a sólidos, considero-me ser "boa boca", pois como bastante de tudo. Excepto sushi.

Não tomo quaisquer medicamentos, a não ser os receitados em situação de doença, o que, felizmente acontece muito raramente. Não tomo substâncias consideradas ilícitas ou que me façam rir demasiado. Não tomo vodka nem bebidas espirituosas.

POR ISSO,  E PORQUE NÃO ESTAMOS NO VERÃO, QUAIS SÃO ESSAS EVIDÊNCIAS DE QUE FALAS? :P

7 - Para a mocinha que se antecipou ao nosso PM


Ela é uma menina esperta.
Pois antes de ele falar,
Já ela tinha ido desta,
Para outra terra laborar.

Contudo, professora não é,
Desempregada também não.
Passa imensas horas de pé,
Mas nada faz do pé p'rá mão.

Ela pediu pão com chouriço,
Mas eu acho que merece melhor.
Talvez por meio de um feitiço,
E sem muito suor,
Lhe apareça algo maior!

Brejeirices à parte, e porque estás longe,
Adoço-te a boca com uma queijadinha.
Não são de Sintra nem de qualquer monge,
Pois são feitas na minha cozinha!


O Ted já as recebeu,
E ainda não se queixou.
Acho que a receita perdeu
E nunca mais cá voltou!
(:P)


segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

sábado, 17 de dezembro de 2011

Com a pulga atrás da orelha

A julgar pelo meu seguidor nr 52, que entrou aqui de mansinho, durante a noite, sem dizer nada, alguém vai ser seduzido!
Sê bem-vindo, xarmus.

A lista, a tal cuja intenção eu não percebi

10 - Os sensores de estacionamento traseiro da minha viatura ainda andam avariados. Quando chove, apitam que nem uns desalmados, mesmo não estando eu a estacionar. Quando estaciono e tenho obstáculos por trás, nem piam.

9 - Apareceram-me 37 cabelos brancos, que insisto em pintar de preto. Já a minha avó mantém-nos brancos.

8 - Nesta casa, a canela esgota-se num ápice. Depois, como é que os crepes hão-de ficar bons? Alguém que me arranje um contacto directo com um produtor de canela, oh faz favor.

7 - Ainda não foi este ano que me habituei a andar de stilettos. Talvez para o próximo. O que é chato, pois visto eu ser pouco mais alta que uma sardinha (aquela história das mulheres se quererem pequeninas como as ditas cujas), nunca ando in fashion. Que se lixe! A minha coluna vale mais do que isso!

6 - Ontem comprei uma caixa de ovos tamanho L. O primeiro que abri estava podre. A p*** da galinha não devia ter comido aquela m*****.

5 - Lembram-se quando nós andávamos na escola e de vez em quando havia umas ameaças de bomba e éramos todos evacuados, não fosse o diabo tecê-las? Pois eu lamento que os putos de hoje em dia não tenham a mesma coragem que nós tínhamos! Em 16 anos de serviço, nunca passei por uma escola seleccionada. E desconfio que os meus desejos não se irão realizar, quanto à escola actual.

4 - Tentei ler um livro dum japonês e não percebi nada. Não gostei da sensação. Estou, no entanto, receptiva a novas sugestões relacionadas com a cultura japonesa. À excepção de sushi.

3 - Ainda não recebi da Vovózinha Natalina as algemas com pelinho cor-de-rosa. Mano, mete-lhe uma cunha, sim?

2 - Ontem, a médica disse-me que a minha coluna era torta. Não lho disse, mas pensei: "a sua deve ser direita como um pau de virar tripas, se calhar."

1 - Estar de férias, no verão, em casa alugada e acordar com o barulho duma moto-serra no jardim das traseiras. Durante 4 dias. O meu humor matinal, já de si bastante agradável, alterou-se bastante.


PARA OS MAIS DISTRAÍDOS, COMO EU: SUPOSTAMENTE, ISTO É UMA CORRENTE SOBRE AS PIORES COISINHAS QUE VOS ACONTECERAM DURANTE O ANO. PASSO A QUEM DESEJAR FAZER REFLEXÕES SEMELHANTES!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

6 - Para a menina portista que tem o bom gosto de namorar com um benfiquista



Advogada de profissão,
Tripeira de alma e coração,
Amante da boa vida, e
De gargalhadas sempre provida.


Detentora de humor duvidoso,
Senhora do seu nariz,
Leitora de francês famoso,
Admiradora do Egas Moniz
(se não é, passa a ser, ora!)


Pensaste que eu estava esquecida,
Apenas estou mais discreta
(cough, cough)
Aqui exponho a vida resumida,
Duma miúda esperta!


(É verdade, será que acertei no ano da colheita?)

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

A minha primeira vez, há 6 anos e 1 dia:

A 1ª vez custa como a merda...

E pronto...aconteceu...e a culpa é toda daqueles 2+1, que não digo quem são, que em alturas diferentes me chatearam...vamos lá ver quanto tempo isto dura.

Brincar é giro :)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------
3 comentários:

penso rápido disse...

És tu? :-D

Só com um «merda» no primeiro post?

Se fores parabéns, pseudo! :-D



12/14/2005 10:54:00 PM

abox disse...

olha!!!! e fizeste o blog!!! looooollllll dasse custou não? hehehe :p



12/15/2005 12:03:00 PM

roque disse...

eeeehhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

tás lixada... : P


5 - Top 10 Things that Sound Dirty at Christmas, But Aren’t - para o gajo mais velho que conheço na blogosfera

Riquinho, desculpa lá encavalitar-te em cima do Mano, mas isto é mesmo a tua cara!


10. Did you get any under the tree?

9. I think your balls are hanging too low.

8. Check out Rudolph’s Honker!

7. Santa’s sack is really bulging.

6. Lift up the skirt so I can get a clean breath.

5. Did you get a piece of the fruitcake?

4. I love licking the end till it’s really sharp and pointy.

3. From here you can’t tell if they’re artificial or real.

2. Can I interest you in some dark meat?

1. To get it to stand up straight, try propping it against the wall.

Aguentem os cavalos, moçoilos e moçoilas ainda não presenteados

Porque o meu dia não chega para fazer tudo o que tenho pensado. Má gestão de tempo? É possível, não digo que não. Mas hoje à noite, vou ter um serão muito ocupado com outras prioridades natalícias. Ninguém ficará esquecido, nem que tenha que andar a distribuir prendas virtuais durante todo o ano de 2012. E num sei se já repararam mas eu ando a encavalitar sexos, isto é, um gajo, uma gaja, um gajo, uma gaja...estão a ver a cena, né?  Vai dar a bela da sanduíche! Portantus, a vossa vez está para breve, menina Julinha :)

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

4 - Copinho de leite para o mano mais fofo e queriducho


Querido Mano Bloga-mos,
após conversa amena e séria com a Vovòzinha Natalina, chegámos, eu e ela, ambas, à conclusão que andas a beber mal. Os indícios notam-se diariamente, pois as tuas palavras cristalinas e transparentes, ao contrário dessas coisas estranhas e rosadas que andas a ingerir na companhia daqueles que tu sabes, revelam um elevado grau de insanidade que destoa totalmente da normalidade característica de família. Pensando apenas no que já foste e no que ainda poderás vir a ser, eu e a nossa querida Vovózinha Natalina  - que continua endiabradamente a brincar com cenas sado-masoquistas - decidimos oferecer-te algo mais saudável, algo no qual já não tocavas vai para mais de quatro décadas, quando a nossa querida progenitora nos fornecia directamente da fonte. Ela, a Vovózinha Natalina, tem-me dito que este líquido lhe tem proporcionado grandes alegrias durante os seus momentos de diversão diurna. Mas tu e eu sabemos como anda a cabeça dela, não sabemos? Cá para mim, e mais uma vez só entre nós, eu acho que ela anda a beber daquelas coisas que fazem mal. Mas voltando a ti: eu espero que não descures a tua saúde e que te alimentes convenientemente, com tudo a que tens direito e, se não diariamente, pelo menos uma vez por semana! É que há hábitos que nem uma crise austera pode afectar!

Da tua Mana que só te quer bem.

3 - Um perfume para a menina que quer muita coisa e não se coíbe de o dizer



Menina com bom gosto e algo pedinchona,
Ficas com o perfume e eu sonho com o macho.
Após longa mas prazenteira maratona,
Espero que gostes do perfume e do borracho!

De Direito não te livras,
Pois tens muito que aprender.
E ainda muito mais
Para vir aqui ler.

2 - Uma bicla para o montador de serviço

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Ontem, numa aula às 8:25 da madrugada

Conversa em surdina, dum aluno que estava virado para o colega de trás:

Aluno A - "Então, quem é que saiu ontem?"
Aluno B - "Foi aquele gajo gordo, o..."
Aluno C, sentado perto, desata a rir em voz alta, ouf of the blue...(pensava eu).


1 - Uma flor para outra flor



Pudesse eu oferecer-te uma rosa,
Vermelha, branca, amarela.
Acompanhada de simples prosa,
E uma carta à antiga, singela.

Fico-me pelos girassóis,
Tal como Van Gogh os pintou.
Para a próxima, serão rissóis
E fica a questão: "Quem os cozinhou?"

Orquídea Selvagem de sua graça.
Gosta de escrever, comer e ...ler!
De Carcavelos ou de Alcobaça?
É algo que nunca vamos saber!


Um destes dias pensei o seguinte:

"Pseudo Maria, é Natal, época de partilha, generosidade, solidariedade, alegria, sorrisos, patati patatá...Tu tens um blogue. O teu blogue é comentado. Portanto, há pessoas que te lêem. Pessoas essas que não conheces nem, em princípio, irás conhecer enquanto viva. Logo, o que é que poderias oferecer a estes pseudo-estranhos, para quem tu também és isto?" 
Decidi, após uma exaustiva reflexão, inaugurar uma nova rubrica aqui no tasco, em que me proponho ofertar, com frequência diária, quem me comenta, assidua ou ocasionalmente, com algo que eu considero, digamos....aceitável, agradável, indecente...tudo depende do modo como eu "vejo" o/a ofertado/a. Mais logo, sai a primeira prendinha.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Insulto gratuito e eu a sorrir

Há dias em que não sei quem é mais tolinho: se eu, se quem me lê. A sério...
Gandascape!

domingo, 11 de dezembro de 2011

Um destes dias foi dia de cinema


Fomos ver o "Gato das Botas", filme de acção infantil, com duas personagens felinas bastante sedutoras, com uma boa banda sonora, especialmente as partes em que o Gato e a Kitty Patas Fofas (adoro o nome!) dançam o flamenco juntos, uma parceria excelente e com um ovo falante louco, traiçoeiro, intriguista e maquiavélico que mal conseguia estar de pé. Obviamente que há uma analepse para melhor entendermos a relação dum gato e dum ovo, Há uma paixão crescente entre um Don Juan felino e uma cat-eater dissimulada, há maus da fita feios, porcos, gordos e com dentes amarelos, há um fora-da-lei preso injustamente que acaba por ser salvo pela sua querida, há um João com feijões mágicos..enfim, ingredientes infantis suficientemente bons para prender a pequenada, onde ainda me incluo nestas horas, ao ecrã durante quase hora e meia. Como é costume, saímos de lá com um sorriso nos lábios e boa disposição. Será mais um DVD para juntar à vasta colecção deles infantis. Um dia, os meus netos terão muito com que se entreter!

sábado, 10 de dezembro de 2011

Carta à Avózinha Natalina

                                                            Braga, 10 de Dezembro de 2011

Querida avózinha,

É sempre com muito prazer e um grande sorriso que recebo os seus recados que o mano vai transmitindo. Folgo em saber que continua de boa saúde e aí p'rás curvas e uma fervorosa adepta dos negligés sedutores. A propósito, vou contar-lhe um segredo que, como sempre, fica só entre nós. Um dia, quando eu e o mano éramos catraios, apanhei-o vestido com uma das suas combinações, uma daquelas que tinha guardadas na gaveta do seu roupeiro, sabe? Daquelas que eram para usar apenas em ocasiões especiais. Ele não se apercebeu que eu o espreitava e por isso continuei atrás da porta a rir-me dele, enquanto ele se pavoneava com aquela cor-de-rosa, cheia de pelinho na baínha e no decote. Uma fofura, sabe? Assentava-lhe que nem uma luva. Lembro-me de, na altura ter pensado que ele deveria ter nascido menina. Mas pronto, cada um é como é e nasce p'ró que nasce. É um bom rapaz, apesar do seu humor algo estranho E está sempre pronto a apoiar-me nas decisões difíceis. Espero que brevemente ele encontre uma mocinha jeitosa e de bons costumes e capaz de o aturar, o que não é fácil, como ambas sabemos.
Ele actualizou-me acerca dos mais recentes devaneios da avózinha. Sua marota! Com que então o instrutor de Pilates! E que tal? Ele é carinhoso consigo? Mima-a, tal como merece? Faz-lhe as vontadinhas todas? Puxa por si e pelos seus encantos natos? Dá-me a ideia que sim, mas sobre estes assuntos falaremos pessoalmente numa ocasião breve. São assuntos demasiado pessoais e tenho sempre receio que algum carteiro mais descuidado se lembre de verificar se o destinatário inscrito no envelope é o mesmo do da carta. Hoje em dia nunca se sabe! Estes carteiros andam sempre a mudar as suas rondas!

Avózinha, fique descansada que eu não me demoro, não. Por vezes, as prioridades da vida afastam-nos das diversões, mas eu hei-de voltar para lhe dar mais notícias minhas.

Espero que continue a divertir-se nesta época festiva. E olhe, posso dar-lhe um conselho? Cuidado onde usa a sua dentadura! Substituí-la, em caso de perda, é o cabo dos trabalhos, como sabe! Ainda se lembra do mocinho onde perdeu a sua primeira, não é verdade?

Agora despeço-me com muitas saudades suas e envio-lhe muitos beijinhos.

Da sua neta que lhe quer muito,

Pseudo.

P.S.: Vá dando notícias. Adoro saber das suas aventuras com os mais novos!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Et voilá, Gaja


Singelo mas merecido, ali para o blogue CoisasdaGaja


Só mais um, só mais um, só mais um, ...

O/A follower nr. 50 terá direito a prémio.
Qual? Ainda não sei, mas alguma coisa há-de sair.

Nutella e o que me vai na alma



Nutella é uma daquelas palavras cujo género desconheço. Nutella é bom. Nutella é deliciosa. Nutella é o que estou a ingerir enquanto reflicto na minha atitude subversora de hoje. Nutella é o bálsamo da minha consciência. Nutella é o que me alivia, enquanto a minha alma se sente culpada de um mal menor. Nutella devia manter o iva a 6%! Alguém devia instituir o Dia Mundial de Nutella! Simplesmente...Nutella!

Suspeições

Ontem comprei o meu primeiro par de leggings da minha vida, mas desconfio que não lhes vou dar muito uso. É que aquilo deixa passar muito ar fresco por todo o lado! Estamos no Inverno, porra! Ok, não oficialmente, mas o meu corpinho não tolera bem estas modices! Valem-me as botas supéééééé-quentinhas!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Olha, lembrei-me duma boa

Eu gosto de molhar pão num ovo estrelado e lambuzar os dedos a seguir. E tu?

Inde, Inde lá parabenizar a moça que ela merece!

'Bóra lá tentar outra vez e pela última vez

Quem quer, quem quer trocar
números com o meu maninho,
tão charmoso e inspirador,
detentor de um belo bloguinho?

Generosidade e solidariedade
Não lhe faltam, sempre disposto
A ajudar, acolher e abraçar
Quem lhe cair no goto.

Moçoilo jovem e disponível
De resposta rápida e directa,
Mente sã em corpo são,
Sempre pronto para uma festa.

Podem ter Tmn, Optimus ou Vodafone
O que interessa é querer
O mesmo que ele quer, pois
Atende sempre o telefone.

Adenda: Pombos-correio são a sua especialidade
Já os ofereceu por pura caridade
Mas prefere cozinhá-los sem qualquer maldade
E partilhá-los com uma cara-metade!


(Que tal?)

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Pergunta singela às fêmeas que acompanham o blogue

Alguma de vocês estaria na disposição de partilhar o vosso número de telemóvel com o meu recentemente descoberto mano, Bloga-mos? É que assim eu herdaria a casa de família, enquanto ele se entretinha a pressionar números, a ver se a sorte lhe batia à porta. Coitado do rapaz...

Adenda:
Critério único: disponibilidade exclusiva para ele. Nada de maluqueiras com terceiros e terceiras, pois ele não é dessa laia...

domingo, 4 de dezembro de 2011

Trabalhos de casa

À saída do consultório de sexologia do Dr. Prazeres & Associados, após mais uma sessão de terapia sexual, a Maria e o Manuel já notavam algums diferenças em si, como casal. Se no início destas consultas, ambos saíam ainda meios encavacados, ela mais ruborizada do que ele, é um facto, hoje isso já não acontecia. Aliás, era vê-los a sorrir e de mãos dadas, como se de dois pombinhos recentemente enamorados se tratassem. A terapia receitada, "trabalhos de casa", como o Dr. Prazeres gostava de lhes chamar, estava a dar bons e visíveis resultados: ele recomeçou a tratar das suas árvores de fruta, mais precisamente do seu querido pessegueiro, no quintal das traseiras da casa; ela dedicou mais do seu tempo às limpezas caseiras, coisa que antes detestava fazer, tendo todo o cuidado de, diariamente, limpar as teias de aranha dos cantos mais recônditos do lar.

E ainda dizem que os trabalhos de casa roubam tempo ...pois, pois!

Infoexcluída é a vovozinha, mas não a minha!

Porque a minha sabe mandar e-mails. Ora toma!

sábado, 3 de dezembro de 2011

Dúvida de cariz sexual, após ler anúncio online sobre terapias

Os casais que frequentam sessões de terapia sexual fazem "O Amor" durante as mesmas ou só pagam para conversar um com o outro, em frente a uma pessoa mais ou menos estranha?

A primeira árvore do ano

Está já está. Falta a outra, a de Braga. Esta resultou bastante bem, melhor do que a do ano passado, algo nua e pobrezinha. A outra ainda demora mais uma semana a nascer, pois, a ser feita, deve ser feita por todos, com tempo e empenho. A ver se a coisa lá sai tão bem quanto cá. E fotografias? - pedem vocês. Pois, é o costume: a máquina digital da família foi comprada para tirar fotos de Verão e apanhar pó durante o resto do ano. Somos todos uma tristeza! Máquina de filmar? Pois, foi-me oferecida há uns bons anos e nem sei onde pára, se cá se lá. Decididamente, "Imagem" não é o nosso forte!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Irra cum caneco que está frio!

Ainda dizem que a cidade dos 3 P's é fria. P*** que pariu esta, que mais parece que me mudei para o Pólo Norte!
E pronto, até domingo deve ser tudo, que eu vou ali afundar-me numa cama quentinha!
BFDS!

Os blogues são uma terapia

Depois de ler o último comentário do Ted, fica a minha opinião sobre os ditos cujos do título.
Há quem:
  • faça desporto
  • se queixe constantemente
  • leia e se cultive
  • atraiçoe a cara-metade
  • suje as unhas a fazer jardinagem
  • faça bricolage
  • fure paredes e chateie os vizinhos
  • compre desalmadamente como se não houvesse amanhã
  • actualize a conta do twitter
  • escreva poesia
  • viaje, de avião e sentado
  • cozinhe coisas deliciosas
  • coma que nem um alarve
  • desate a falar mal do próximo
  • pague para estar sentado a falar com especialista em ouvir
  • ...etc, etc, etc
Eu gosto de ler blogues, de me rir com eles, de actualizar o meu, de interagir convosco, de explanar algumas das minhas frustações aqui. Fica muito mais barato e é bem mais divertido do que pagar consultas de especialidade. E vocês, o que acham?

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

O Melhor Comentário do Dia Neste Antro de Bacoradas - I

"...Só agora percebi que aquela coisa não era uma caganita de mosca no monitor..." - Bloga-mos.

Sim ou não? O que acham?

Um destes dias inicío uma nova rubrica: "O Melhor Comentário do Dia Neste Antro de Bacoradas".

terça-feira, 29 de novembro de 2011

São 21:44 e já para lá vou!

Ahpoisé, que amanhã vai ser um dia super-duro, especialmente de manhã!

(porra, mais valia arranjar conta no twitter duma vez por todas. E aquilo serve para alguma coisa de jeito?)

Como procrastinar ou de como me apetecia passar a tarde a rever isto

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

domingo, 27 de novembro de 2011

É, às vezes apetece mesmo dar um pontapé em tudo o que nos aparece pela frente

Conto de Natal - III

Um dia achei que tinha jeito para escrever contos de Natal. E bem dito, bem feito.
No ano seguinte, voltei a achar o mesmo. Bem dito, bem feito.
Passados 5 anos, acho o mesmo e vou tentar e ver o que sairá daqui.

A Dª Dina e o Sr. Diamantino tinham um fraquinho por pedras preciosas e um gostinho especial por diamantes. Ele tinha-lhe já oferecido várias jóias com diamantes incrustados: colares, anéis, broches, ganchos de cabelo...enfim, uma panóplia de joalheria de fazer inveja a qualquer rainha. Ela, por sua vez, também lhe tinha oferecido um cinto com fivela personalizada com a letra D formada por diamantes e uma caneta de tinta permanente, caríssima para o comum dos mortais, mas que a ela não tinha feito grande mossa na carteira, caneta essa decorada com uma finíssima e elegantérrima linha de diamantes à volta da tampa e, mais uma vez, a inicial dos seus nomes no topo da tampa.

Ora, aproximava-se Dezembro a passos largos e estavam ambos com o problema do costume: como serem originais e presentearem a cara-metade com mais uma surpresa de fazer cair o queixo.

Em dias diferentes, e sem que o outro soubesse, dirigiram-se ambos à elitista joalheria D.&D.. Ele optou por um relógio de pulso com bracelete prateada, onde mais uma vez, a letra D sobressaía a diamantes. Ela optou por um relógio de bolso, com corrente, à moda antiga, onde mandou gravar o detalhe do costume.

Chegou o grande dia D. Nessa manhã, ainda antes dos convivas chegarem para o almoço farto e prolongado, típico daquele lar de gente extravagante, trocaram as prendinhas que ambos gostariam que o outro usasse e exibisse perante os convidados.

Azar do caraças! Quando ambos tentavam colocar as respectivas prendas nos sítios para que foram feitos, a cadela, Diamantina de sua graça, e o cão, Dino, entraram em algazarra pela sala dentro, partiram algumas loiças decorativas, escorregaram nas alcatifas e tapetes, enlamearam o chão com as suas patadas de cães brincalhões e chocaram com os donos, postados um em frente ao outro, ambos em frente à janela da sala. Ora, esta janela tinha a infeliz particularidade de se situar por cima duma tampa de esgoto a céu aberto. Assunto nunca resolvido pelos gabinetes camarários, pois, não estando à vista, não incomodava ninguém, dizia-se à boca cheia. Ora, esta janela calhou de estar aberta nessa manhã solarenga.

Adivinhem quem teve uma manhã natalícia um bocadinho mais triste a ver o seu dinheiro a voar por ali abaixo... 

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Estou com um mau feitio que até a mim me dá asco

Há eventos sociais convencionalmente obrigatórios que me põem os nervos em franja e aos quais me dá algum prazer não estar presente, apesar de até gostar de conviver. Somos todos seres sociais e sociáveis, por necessidade, gosto, tendência, mas já não me apetece aparecer apenas para marcar presença ou desfilar a minha carteira nova e os acessórios todos catitas. A saber:
  • missas
  • funerais
  • jantares de empresas
  • reuniões de trabalho
  • greves
  • festas de (outras) famílias
  • romarias
  • arraiais
  • visitas de cortesia a quem não me diz quase nada
Não gosto de fazer fretes só para agradar a terceiros. E aproxima-se a época em que farei alguns. Raio de dilema!

Caraças

Estava agora mesmo para escrever qualquer coisa, mas varreu-se-me.

Da greve de hoje

Descobri que tenho 33 alunos (num universo de 41 que teria hoje de manhã) muito trabalhadores, reivindicativos e zelosos dos seus direitos profissionais (esta é para levar à letra), que, conscientes das dificuldades actuais sociais e económicas da pátria, decidiram ser solidários com os demais. Bem hajam!

P.s.: Vêm TODOS de transporte público, claro!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Mais uma dúvida daquelas

...para aqueles e aquelas cuja bexiga e intestinos funcionam bem:
Vossemecêses também se alinham? :P

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Segredos - XVIII

Às vezes, durmo em casa do meu pai. Já aconteceu ter-me esquecido do meu pijama fofo, quentinho, felpudo e giríssimo. Quando tal acontece, uso uma camisa de dormir que pertenceu à minha mãe, daquelas até aos pés. Mas aquilo é tão...oh sooooo unsexy que até a mim causa arrepios!

Pseudo meta-bloguices

Se há coisa que me irrita profundamente em certos blogues, no meu inclusivé, é a necessidade de moderar comentários. Irrita-me ainda mais ter que inserir aquelas letrinhas estupidamente tortas e sem qualquer sentido algures, para poder ter o meu comentário publicado.

Contudo, prometi a alguém que amanhã lhe daria uns ensinamentos sobre estas merdices que me irritam. Haja paciência para estes assuntos de entretenimento!

Dúvida linguística

A palavra "pátria" rima com quê?

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Coisas giras que se vão lendo e considerações tecidas

  • Os crocodilos não conseguem pôr a língua de fora. (E depois?)
  • As zebras são brancas com riscas pretas, e não pretas com riscas brancas (Ora aqui está a resposta à questão colocada no filme "Madagáscar".)
  • Bibliofobia é o medo de livros. (Alguns adolescentes são exemplares assumidos desta fobia.)
  • Estudos indicam que as plantas crescem melhor quando lhes fazem carícias. (Não acontece apenas com as plantas, como se sabe.)
  • Os crocodilos têm cerca de 80 dentes. (Ok!)
  • Uma folha de papel seco não pode ser dobrada a meio mais de 7 vezes. (Alguém confirme, por favor.)
  • A bandeira de Itália foi desenhada por Napoleão. (E esta, hein?!)
In Factos Bizarros, da Porto Editora, 2011

(Bom livro para oferecer à canalha. Custou-me quase €9 no M. & C.)

Patife, Pacheco e Cª, Lda.

Dispensam apresentações, pois o Patife anda nestas andanças blogosféricas desde, pelo menos, Abril de 2010 e o Pacheco anda noutras andanças desde que alguém lhe deu a sua graça. Um escreve, o outro age. Um gaba-se do que o outro faz, o outro age em nome da humanidade. O Patife é homem de letras, o Pacheco é pau para toda a obra. O Patife escreve às segundas e às quintas apenas, o Pacheco não dá azo às encomendas diárias. O Patife diz “mata”, o Pacheco diz “fode”. Ambos têm seguidores, eles invejosos do Pacheco, elas ávidas da verborreia do patife. Ou será o contrário? Cada um sabe de si.

Agora mais a sério: o homem é um mestre exímio da literatura porno-erótica. Rima como mais ninguém, tem a resposta pronta na ponta da língua e está sempre pronto a aviar mais uma aventura. As longas horas passadas a ler Marquês de Sade, Bocage, Anne Rice, Henry Miller e a Gina ensinaram-lhe a teoria toda, que ele põe em prática no Chiado sempre que o deixam e que resultam em relatos hilariantes que podem ser lidos aqui. Encosta às boxes qualquer seguidor do falecido “O meu pipi”, que os arquivos blogosféricos o tenham em bom descanso.

Conselho: Patife & Pacheco chegam a ser viciantes. Cuidadinho com o que fazem a seguir.

sábado, 19 de novembro de 2011

Segredos - XVII

Eu gosto de ver desenhos animados: Beyblade, SpongeBob, Code Lyoko (ou lá como se escreve), Scan2go, e outras coisas de rapazes. Daqui a uns anos, estarei a segredar-vos coisas com bolinha vermelha. Já hoje as vejo, mas não convém dizer publicamente quais são.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Lá diz o velho ditado:

Casa roubada, trancas à porta. Após 6 anos, lá teve que ser. Estava a ver que não, porra! Deve ser a única opção do blogue que eu ainda não tinha experimentado!

As queijadinhas do Ted (trazem água no bico)

A prova está aqui:

O miminho para o Ted está aqui:


Mas há um senão:

Ted, desafio-te a confeccionar a seguinte receita em casa, a usar as ditas cujas num ambiente mais intimista e erótica e por fim, a relatar o resultado no teu blogue.

RECEITA para 24 queijadinhas:
6 ovos inteiros
500 gr de acúcar
200 gr de farinha com fermento
750 cl de leite do dia
100 gr de margarina derretida em banho-maria

Numa taça redonda alta, misturas muito bem os 6 ovos inteiros,  o acúcar e a margarina previamente derretida. Quando a massa estiver com uma cor amarela bonita e a consistência for uniformemente cremosa, acrescentas a farinha. Continuas a bater a massa muito bem, evitando que se formam aqueles caroços de farinha (tarefa quase impossível, digo-te já). Por fim, juntas o leite lentamente até que a massa fique com uma tonalidade amarela clara e consistência ainda mais líquida. Enquanto TU fazes isto, convém teres outra pessoa a untar as formas com manteiga (ou margarina) e a polvilhá-las com farinha. Deitas o preparado nestas formas, levas ao forno previamente aquecido (eu costumo estabelecer a temperatura nos 200º) e retiras cerca de 40-45 minutos depois, quando notares que já estão com uma cor bonitinha. Podes experimentar a massa com um palito. Não convém deixá-las demasiado líquidas nem demasiado assadas. Isto, feito a dois, abre logo o apetite para outros miminhos.


(Aconselho a que laves a loiça apenas no dia seguinte e tenta não escaldar a língua:P)


terça-feira, 15 de novembro de 2011

Fresquinha: não resisto a partilhar isto.

Pobreza Franciscana: assim como é que posso embirrar ou criticar aqueles que me visitam esporadicamente à procura destas coisas?

Perc. Search Term 10:57:49 PM 9 Nov 2011 to 07:37:14 PM 15 November, 2011  

10 Visits 19.23% pseudoblog

3 Visits 5.77% desenho da minnie

2 Visits 3.85% concerteza

2 Visits 3.85% imagens da minnie mouse

2 Visits 3.85% minnie a pensar

2 Visits 3.85% mulheres com mais de 30 anos

2 Visits 3.85% rata rapariga

1 Visits 1.92% a cabeça se divide em..

1 Visits 1.92% a dor de perder alguem

1 Visits 1.92% a passarinha

1 Visits 1.92% a velha rezingona

1 Visits 1.92% algo nunca visto

1 Visits 1.92% as manas

1 Visits 1.92% blog pulha garcia

1 Visits 1.92% desenho de minnie artista

1 Visits 1.92% desenho minnie

1 Visits 1.92% fá-lo-ía

1 Visits 1.92% filmes lamechas

1 Visits 1.92% foto porca no sofá

1 Visits 1.92% história de lobo bom

1 Visits 1.92% historia lobo bom

1 Visits 1.92% minha mãe é mentirosa

1 Visits 1.92% minnie desenho

1 Visits 1.92% Minye Desenhos

1 Visits 1.92% morcona

1 Visits 1.92% morcona significado

1 Visits 1.92% mulheres com mais de trinta anos

1 Visits 1.92% nunca vos aconteceu

1 Visits 1.92% o lobo bom

1 Visits 1.92% pseudo-blog

1 Visits 1.92% quantas partes que divide-se a cabeça?

1 Visits 1.92% rigueifas portuguesas

1 Visits 1.92% sahaisis

1 Visits 1.92% sapatinhos de ballet

1 Visits 1.92% tempos que já não voltam

1 Visits 1.92% the cure tocará

domingo, 13 de novembro de 2011

"Ó Pseudo, e por acaso tu conheces as bandas da actualidade, aquelas que os "incultos" ouvem?"

Os vossos comentários deixados 2 textos abaixo levam-me a desenvolver, com muito gosto, a resposta à pergunta deixada pelo "chavalego" e a deitar mais umas achas para a fogueira.

Chavalego, eles têm tanto direito de me chamar inculta, pela razão que tu apontas, como eu a eles, desde que, com educação, me expliquem porque é que me chamam tal, tal como eu lhes recordei quem foram os "Beatles", que, quer gostemos ou não, quer achemos que tenham qualidade ou não, marcaram uma década do século passado. Foram um ícone cultural agora reavivado.
Eu nasci na década seguinte e cresci ao som deles, pois uma das minhas tias, 9 anos mais velha do que eu, passou a sua adolescência e juventude a ouvi-los, tal como ouvia os Pink Floyd, Jethro Tull, Nina Hagen, Simon & Garfunkel, The Cure, Frank Zappa, Trovante, Zeca Afonso, Vitorino e outros que agora não me recordo. O meu pai fazia questão de pôr a tocar os vynils (não sei se é assim que se escreve) dos "Carpenters", Patti Smith, Elvis Presley, Frank Sinatra, Bee Gees, Abba, The Eagles" Roy Orbinson...e sei lá que mais, a ponto de eu, já mais velha, já enjoada de tanta música chata, nem sequer querer ouvir mais nada sobre a malta da geração do meu pai. Mas sei que existiram, reconheço os nomes das bandas e cantores como pertencendo a uma determinada época. Isto tudo para corroborar a ideia da Orquídea, que desculpabiliza os jovens de hoje pela sua ignorância musical devido ao facto dos seus progenitores não os terem formado convenientemente. E com alguma razão, a meu ver. Quando ouvi o tal anúncio da "Optimus" das primeiras vezes, realmente, eu mencionei cá em casa o nome dos gajos que tinham composto o original. Achei natural mencioná-lo. Não creio que todos os pais se tenham lembrado de tal coisa, mas quero acreditar que alguns fizeram o mesmo que eu.
Chavalego, os meus alunos não têm que saber tudo sobre todas as bandas que até hoje existiram. Eu própria sou uma inculta neste campo, considero-me bastante limitada a um reportório de bandas "mainstream" de décadas diferentes. Mas sei quem é o Justin Bieber, a Britney Spears, os Three Doors Down, os Rammstein, os Coldplay, os Incubus, os Da Weasel, a Rihanna, a excêntrica da Lady Gaga...consigo identificar esta malta toda se vir uma foto, apesar de não fazerem parte dos meus hábitos musicais. Atira-me com nomes de bandas actuais menos conhecidas, menos ouvidas nas rádios portuguesas e sim, admito que sou uma inculta.
O que me chocou na resposta deles foi também o facto de serem alunos de inglês há pelo menos 5 anos e nunca se terem deparado com um professor chato de Inglês que lhes avivasse a memória, passando umas musiquinhas dos ditos cujos Liverpoolianos. Será que nos manuais usados desde o 5ºano nunca houve referência a tal banda? Será que nunca apareceu uma imagem deles, usada como estereótipo dum estilo musical próprio duma determinada época?
Felizmente, eu convivo com malta mais jovem do que eu todos os dias. Faz parte do meu trabalho perguntar-lhes o que gostam de ouvir. Este ano fui agradavelmente surpreendida com respostas como "Nirvana" e "Pearl Jam", bandas que eu ouvia quando tinha 16/17 anos, a idade que muitos alunos meus têm actualmente. Alguns ouvem o que eu ouvia há mais de 20 anos! Muito por culpa das re-edicões e do marketing, é verdade, mas fizeram-me sorrir nesse dia.
Na semana passada também sorri, mas não resisti a chamar-lhes um nome feio! Como diria o Pulha Garcia, "nao os maltrates demasiado, pois eles são somente um produto do seu tempo".