terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Ando com problemas de audição. O meu pai chama-lhe "audição selectiva"

Estava eu ao telefone com uma mãe-encarregada de educação que deveria ter ido visitar-me na sexta-feira passada. Conversa p'ráqui, conversa p'rácola, o mau tempo e a miúda pequenita, breu breu breu pardais ao ninho e, quase no fim,  eu despeço-me com um "Até sexta, então", a referir-me à próxima sexta-feira. E a senhora, que eu não conheço, que não me conhece, e nunca nos vimos mais gordas, despede-se com um "desculpa lá, até sexta". Fiquei a olhar para o telefone, à espera que ele me confirmasse se eu tinha ouvido bem.