segunda-feira, 21 de julho de 2014

A sonhar acordada

É só uma das muitas diferenças entre nós...

Enquanto eu sonho com o "dolce fare niente" em frente ao mar e à piscina, coisa que não faço desde o verão de 2012, há quem passe o seu tempo livre a olhar para as cartas geográficas do Exército e os mapas home-made, afim de descortinar se o melhor caminho a fazer durante as suas caminhadas matinais, lá para onde vamos este ano, é o da esquerda ou o da direita. Claro que quem tem que ir buscar o menino, caso se perca, e apanhar com o pó todo nas trombas, sou eu.