segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Gostaria de pedir a vossa ajuda, mais uma vez

Estou encarregue de escrever umas rimas natalícias e gostaria de contar com a vossa colaboração na tarefa. Quem não se importar de se chegar à frente, faz favor. Serão apresentadas numa festa escolar de natal.
Obrigada.

Eu dou o mote:

Com sorrisos, abraços e mãos quentes
Chegamos à pessoa do lado
Podendo torná-las menos dependentes
Mesmo fazendo-o através dum teclado

24 comentários:

  1. Tendo amor e amizade para ofertar
    não há pessoa que não queira receber e dar
    um feliz natal cheio de alegria e felicidade
    para quem nos é querido de verdade


    (era para ajudar, não tenho muito jeito Pseudo! Bjs)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sol, ajudaste e bastante. Obrigada. :)

      Eliminar

  2. Quadras ao Menino Jesus
    É um prazer escrever
    Pois ele é um hino de LUZ
    Que aos homens vem oferecer.

    Nasceu sem luxos nem ouro
    Do ventre da Virgem Maria
    Mas ele é o maior tesouro
    Que aspiramos ver um dia.

    Vieram de longe adorá-lo
    Os três Reis do Oriente
    Não é por eles que falo
    Mas p'la fé de muita gente.

    Celebremos o Natal
    Com Amor e harmonia
    Porque não há festa igual
    Para nos dar alegria.


    Beijinhos natalícios
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bizinha, eu sei que posso contar sempre contigo. Obrigada. :)

      Eliminar
  3. Óh lua que vais tão alta
    Redonda como um tamanco
    Maria traz-me a escada
    Que eu não chego lá com o banco

    Não serve? :))
    Como sabes, é-me difícil tratar o tema com convicção, ainda que tivesse algum jeitinho para versejar...mas tu mereces o meu esforço.
    Deixa ver o que sai...

    Parece ter nascido em Belém
    Um menino entre palhas e animais
    Um pai carpinteiro e virgem a mãe
    E desta história não sei muito mais

    Que fugiram num burro montados
    De morte certa e anunciada é que eu sei
    Dizem que com os lados das ferraduras trocados
    Como se foragidos, criminosos, foras da lei

    Que terá sido nobre, sábio e honesto
    Justo, apenas um entre os seus pares
    Morto na cruz, num dia feio e funesto
    E três dias depois terá subido p’los ares

    Mas isto sou eu apenas a dizer
    Que não presenciei, nunca pus lá um pé
    Ainda que não seja de ver para crer
    Como um tal de apóstolo Tomé

    Olha, foi o que saiu, mas foi com muito boa vontade! juro... ;)

    ResponderEliminar
  4. Leão, és lindo, caraguh!
    E olha que eu não sou de dizer isto muitas vezes!
    Obrigada! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, não!
      Pagas com o corpinho!!!


      (tenho aqui muita lenha pa rachar!) eheheh

      Eliminar
    2. Leão, dá-lhe com força então! :P

      Eliminar
    3. És mesmo torcida, pá!
      Pensar eu que estou que sou teu sócio...
      Isto não augura nada de bom!!! :))))

      Eliminar
    4. Olha lá, como raio é que eu te trato do pau se nem sequer vivo a 50 metros de ti, hein? Há coisas que podem ser feitas online, outras nem por isso :)

      Eliminar
    5. Da lenha! que há lenha que não é de pau feito e essa não precisa de ser esgalhada, ok? :)

      Pronto, fica de borla, que se lixe!
      E mais ninguém se chega à frente...

      Eliminar
  5. Os que se chegaram foram bóptimos, sabes? :)

    Mas espera: não se chegam à frente para as minhas rimas ou para a tua lenha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu mereces!
      Eu trato-te mal, mas tenho um fraquinho por ti, tu sabes! :))

      Dos que ainda não vieram, ninguém sabe da lenha...

      Eliminar
  6. Ui, que o fim-de-semana foi mesmo bom! Tu 'tás um doce! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahah, sacana!
      Já não se pode ser honesto? :))

      Eliminar
    2. Pode e deve! :)
      Vá, conta tudo, sim? :)

      Eliminar
    3. Onde, como e quando quiseres :)

      Eliminar
    4. É mulher!
      Assim é que eu gosto!
      Mas pode ser apenas por e-mail :)))

      Eliminar
    5. send away...de qq modo, só o lerei depois das 10, ok? :)

      Eliminar
    6. Isso era o que tu querias!
      Vais ler amanhã, como os outros, isto se a minha neta não quiser dizer que está farta do quentinho e resolver dizer "olá, cá estou eu, sou a Joaninha!" e aí o post será esse mesmo! :))

      Eliminar
    7. Olhameste! E eu disse que depois das 10 seria de hoje, de amanhã ou depois de amanhã ou ou caraças?? Mau maria!

      Eliminar
  7. Se testemunhas a dor do próximo
    e pensas "deixa, não faz mal"
    perpetuas o Outono da indiferença
    e adias o Natal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, muito bem, muito bem.
      Obrigada. :)

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.