terça-feira, 13 de maio de 2014

"Já alguma vez tiveste um daqueles dias de cão?"

Foi assim que fui brindada quando me deparei com o petiz, ainda na escola dele. Começou aí o relato, bem longo por sinal, de tudo o que lhe aconteceu de mau. E foram muitas coisas. Que obviamente não relatarei aqui, pois há situações que são do foro familiar e privado (sempre quis usar esta expressão "cara"). Mas que efectivamente o dia não lhe correu bem, não. 

(Adivinhem lá donde é que ele se saiu com a expressão...)

Snif snif

Descobri que consigo identificar pessoas antes de as ver só pelo olfacto.


E isso nem sempre é bom...

Dedo adivinho*

Saber entre que dias vou receber a quarta ou quinta, que já lhes perdi a conta, factura de gás que não vou pagar.

Saber com 10 segundos de antecedência quando vou ouvir Chaaaata, sabes onde está esta agulha no palheiro que não encontro, mesmo e apesar de não ter mexido um coto?

Saber que estou bem fodida por mais voltas que dê, a menos que o Altíssimo me dê uma mãozinha.

Saber que ainda vou gozar de semanas de 4 dias.


*só não adivinha o óbvio, claro está!