quarta-feira, 30 de julho de 2014

Da minha leitura actual

Li algo, logo no início do livro, sobre os alemães, em comparação com os franceses, que achei tão mau, de tão mau gosto, tão insultuoso, que tive que me lembrar que o narrador não é o mesmo que o autor, mesmo que este tenha sempre a última palavra. Um exemplo: "Aos alemães conheci-os, e até trabalhei para eles: o mais baixo nível de humanidade concebível. Um alemão produz, em média, o dobro das fezes de um francês. Hiperactividade da função intestinal em prejuízo da cerebral, que demonstra a sua inferioridade fisiológica (...)".
E assim continua por quase mais duas páginas. Não é policial sueco nem de tal se aproxima. De autor italiano, cuja prosa densa não é minimamente atraente, não sei se eu terei coragem de o levar até ao fim.

Quem corre por gosto não cansa ou como AINDA tenho os cotovelos esfolados

Há uma semana, estava a brincar nos escorregas do Slide&Splash. Tenho dúvidas, se a esta hora, após a segunda descida de Torpedo e Twister, não tinha já esfolado os cotovelos. Os dois. Na altura, na boa, que a minha atenção estava virada para conseguir ganhar todas as idas às Brandas. Depois disso, uma merda. Eu leio na praia. De cotovelos assentes na toalha.

Ora, a minha ferida à direita está com um arzinho de quem vai precisar de um antibiótico ou de uma amputação...

terça-feira, 29 de julho de 2014

Voltando a falar de números

46.
46 anos é o número que aparece no cartão de cidadão do Mano, depois de feitas algumas contas que ele abomina fazer. 
Não dá para acreditar, eu sei, tal é a sua sensatez e pontaria certeira nos alvos que escolhe dissecar...

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Há 1 dia foi assim

A vaguear à beira-rio, com uma chuvinha molha-tolos a arrefecer os ânimos temperados com kizomba...por lá...

Há 2 dias foi assim


Simples e bonito.

Há 3 dias foi assim


Reconhecem o senhor no palco? Foi para lá de awesome!

Comes e bebes

Muralhas. Casal Garcia. Monte da Peceguina. Mateus Rose. Sangria tinta. Sangria de espumante.

Sushi. Caracóis. Peixe grelhado à descrição até caíres de redondo. Tábuas de queijo e enchidos. Sobremesas.



Vou precisar de mais do que sexo para recuperar das férias... E ai de quem falar em ginásio.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Habemos números!


  • 15 - 24 - 39 - 46 - 47
  • 1 - 10 

Não consigo que não apareça em modo numbaro de tefone, ok?

Adenda: atenção que não está a negrito, logo não é da Sócia, ok?

Balanço do acantonamento

Não vislumbrei pipocas ou batatas fritas no saco-cama, desapareceram as sapatilhas, ficaram a jogar Xbox até perto das 4 da manhã, o lanche que levou para as 2 manhãs foi ingerido à excepção do leite, as unhas estavam pretas, os boxers para 2 dias foram usados, está um perito a jogar poker e blackjack, e a M.V. é a miúda mais jeitosa do grupo. A sério que não sei onde ele foi buscar este jeitosa...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Camisas vs. Carteiras / Malas

Sabem quantas malas / carteiras eu possuo, sabem? Não. Pois eu digo-vos: menos de 15. Sabem quantas camisas possui o MQT, sabem? Não. Pois eu digo-vos: 54 lavadas e penduradas no armário, 1 à espera de ser usada e 2 ou 3 no cesto da roupa suja.

Quando me disser novamente que tenho imensas malas / carteiras e que só consigo usar uma de cada vez, - logo para que raio quero eu "tantas"? - , respondo-lhe com a mesma lógica.
Vai ver!

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Em Julho, Faro tem motas e a minha cidade tem...


floating-umbrellas-agueda-portugal-2014-8 
Fotografia de Cristina Ferreira , publicitada no BoredPanda

Gostava de ser mosquinha num certo acantonamento

...só para ver:
- quanta pasta de dentes vai ser indevidamente gasta durante a noite;
- a espuma a saltitar de balneário para balneário;
- se amanhã o número de colchões incólumes é igual ao de hoje;
- quantas pipocas ou batatas fritas é que o petiz traz dentro do saco-cama;
- se as havaianas que levou vão ser as mesmas que vai trazer;
- e sei lá que mais é que eles todos juntos vão inventar...

terça-feira, 22 de julho de 2014

Calçado, somente calçado

Assim de repente: alpercatas, melissas, babuches, mules, stillettos, rasteirinhas, wellingtons, loafers, peep toes, sabrinas, chancas, uggs, chanatas, ...

(Mania de complicar o que antes se chamava sapato, bota, sandália e pouco mais.)

Irritações - XXXIII

Os lugares de estacionamento do Fórum Aveiro: cabe um carro em cada um dos lugares, mas abrir a porta sem bater no carro do lado é que é impossível. Vá, quem lá vai amiúde, que discorde de mim.

Quando é que posso começar...

...com aquilo de publicar pés cheios de areia e bolinhas com creme a toda a hora?

segunda-feira, 21 de julho de 2014

A sonhar acordada

É só uma das muitas diferenças entre nós...

Enquanto eu sonho com o "dolce fare niente" em frente ao mar e à piscina, coisa que não faço desde o verão de 2012, há quem passe o seu tempo livre a olhar para as cartas geográficas do Exército e os mapas home-made, afim de descortinar se o melhor caminho a fazer durante as suas caminhadas matinais, lá para onde vamos este ano, é o da esquerda ou o da direita. Claro que quem tem que ir buscar o menino, caso se perca, e apanhar com o pó todo nas trombas, sou eu.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Constatação natural

O cócó de tartaruga cheira tão mal quanto os outros cócós. Mas que pivete de merda aquilo larga. E estamos a falar dum cilindro castanho do tamanho dum supositório. É impressionante! E obriga-me a mudar a água do poiso de dois em dois dias.
Ela tem ido sempre de férias desta casa, quando se aproxima o Agosto, e fica no jardim do meu pai, ao ar livre, à sombra, com muita água e comidinha variada. Mas caramba, não me tinha apercebido que as salsichas Izidoro tinham este efeito nela!

Local perfeito para fazer a pergunta que se impõe

Nesta altura do ano, é normal/vulgar, e vamos esquecer o higiénico e o eritema do roça-roça que propicia a fungaria no berimbelho, homem que é homem andar sem boxer/cueca/tanga/ceroula por baixo da sua calcinha?

Chata - vegan que come carne e peixe mas que quer deixar o leite

Não fosse eu gostar do meu galão claro, que não bebo há coisa de meio ano, e do meu nestum mel argamassa, que como uma vez por mês se tanto, e deixava o leite apodrecer no frigorífico...


Acho que vou gomitar o nestum e o almoço.

Post "à Chata"

sobrancelhas - checked
buço - checked 
pernas, virilhas e lá perto - checked
unhas dos pés e mãos - checked
pernas colantes - checked
cabelo - prá semana, na aldeia
roupa finória - checked...mas tenho 2 indumentárias e não consigo decidir-me entre os tons
calçado e mala - checked
carteira mais vazia - checked
2º duche do dia - mais daqui a pouco

E continuo a achar que o tempo que se perde nisto tudo é precioso demais para poder desfrutar dele em condições. É uma grande seca, por muita conversa que as profissionais tenham connosco. Pronto, é isto.

Os números milionários do sócio

11-15-23-29-31
2-6


Gostava mesmo de ir ricalhaça para as férias no sol da Caparica...

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Até tenho medo do que vou pedir a seguir

(Estar quase de férias dá nisto: em pensamentos ociosos e inúteis.)
Haverá alguém que se proponha a fazer um extreme makeover aqui ao tasco? Uma remodelação grátis, vá...
Na eventualidade de haver alguma alminha caridosa com paciência que já me /nos  leia há anos e que saiba reconhecer as virtudes e características menos abonatórias das Sócias, agradece-se a gentileza em voluntariar antecipadamente um contacto electrónico p'ró efeito pretendido por mim.

Estou orgulhosa de mim!

Após peripécias que envolveram redigir texto e elaborar tabelas e gráficos que não foram guardados e dizer daquelas asneiras que envergonhariam o meu filho se as ouvisse da minha boca, acabei de terminar um relatório que me foi exigido pela chefia, ontem por volta das 18:00 e que me impediu de hoje ir almoçar  sardinhas à Apúlia. As asneiras vociferadas em voz alta foram um desabafo, mais por causa das sardinhas que não comi do que propriamente devido à minha azelhice.
E estou orgulhosa porquê? Eu respondo: Porque o dito cujo contém gráficos bonitos, tabelas giras e textos factuais, descritivos, com siglas indecifráveis pelos leigos, com linguagem técnica e profissional, tudo digno de qualquer empresa ou texto publicado em jornal nacional de qualidade e de ser apresentado a um vasto público.
Tá lindo! Se este blogue não fosse anónimo, partilhava-o convosco. A sério!

20 minutos da hora de almoço

13h e vejo passar um dos tipos saradões, aka gorilão que parece um cabide, a caminho do ginásio. Ora, vejo-o lá sempre a partir das 20h. Medo. Por isso é que ele tem aquelas mamas!!

À minha frente, de costas para mim, almoça uma cinquentona. Que use e abuse da sua lingerie rendada. Daí a eu ter que ver os folhos rendados rosa das alças do soutien entre as alças da blusa e o delineado contorno da cueca rendada vai um bocado.

Esta gente trata-se bem. Um cigarro com a sopa de cozido à frente. Um cigarro com as iscas à frente.

Pedi salada a acompanhar o meu prato. Ao patrão-mor. São os mais descuidados? Pumba, batatas.

8h40

Apresenta-se de boné, emborca uma Sagres e remata com um pastel de massa tenra. Mete-se com a jovem que está atrás do balcão.
- Então qual é a capital da China? Sabes que é Pequim. Agora, qual é a capital chinesa em chinês? Mostra-me que sabes mais q'aquilo que ganhas! Ou ganhas mais q'aquilo que sabes?

terça-feira, 15 de julho de 2014

Ontem...

Tem lubrificante com sabor a chocolate?
E a morango?
E este sabe a quê?
O de calor sabe a laranja? Mas isso é fresco!


Eu lá preciso de imaginar miúdas recém chegadas a adultas a sorver calipos?!

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Piropos no local de trabalho

Contexto: Colegas de trabalho reunidos à volta da mesa
Intervenientes: Ela entra, com o seu ar apressado, confiante e sorridente, usando blusa de seda com 2 laçarotes estrategicamente colocados. Ele olha-a da cabeça aos pés e diz, sorrindo com o seu ar pseudo-inocente-malicioso:
-"Esses laçarotes são para desatar o embrulho?"
-"Se quiseres." - responde ela, corando que nem um tomate, perante o público restante.

Risadinhas gerais, como seria de esperar. Felizmente não estamos na América...

Gajas, esta é para vocês...

Por que razão 
É que no Verão 
Estou a dormir
De meias no pezão?

domingo, 13 de julho de 2014

sábado, 12 de julho de 2014

Macacos me mordam

"Quero ser blogger fashion. Fashion na alimentação, fashion na roupa, blogger fashion. Ditar tendências e coise..."


Depois é ver ás e quaisqueres.
Nunca mai lá volto.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Ilusão de óptica ou da importância de um sapato no sítio certo à hora errada




Bicho do mato

Aquele fantástico momento em que encontras uma senhora com quem não falas há muito tempo. Perguntas por ela, se está tudo bem e a propósito daquilo que se aprende na vida, na onda da socialização e do let's pretend I care, sem perceberes que a senhora é preto de cima a baixo, perguntas pelo marido que tinha ido para um lar há pouco tempo.
- Morreu. Vai para fazer 12 dias. Pneumonia.



Pumba.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

O Sócio ajuizado que pouco fala sonhou...

Disse ele: "Eu tive um sonho...".
  • 7 - 8 - 43 - 47 - 48
  • 1 - 7
Se o M.L.K e o J.F.K. o ouvissem a falar assim, vinham cá abaixo dar-lhe no toutiço e recordá-lo de valores mais elevados. Ai era, era!... E o Gandhi, não esquecer esse pequeno grande indiano!

Macho

Gosto muito do cheiro a homem.

Gosto muito pouco do cheiro a homem que se assemelha ao cheiro a cavalo.

É só p'ra avisar

...que eu e um dos Sócios, com quem ando sempre à turra e à massa, acabámos de fazer as pazes. E até trocámos bandeiras brancas. A ver quanto tempo dura...pouco, se bem nos conheço.

Isto não é normal em mim

Hoje, às 12:48 da madrugada, acordo com uma sms duma amiga sobre a gata fugida, bicho de quem tínhamos falado cara-a-cara umas horas antes. Hoje, já trocámos cerca de 40 minutos de sms a falar sobre a gata que regressou a casa, acompanhada. E da razão que a levou a demorar quase um dia inteiro a regressar...mete pirilampos mágicos e vibradores. Escusam de tentar, que não percebem a piada disto!

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Pssst pssstt


Pssshhiu, aqui, aqui, psshiiu, baixinho, aqui ao pé de mim.



Fui a única que não vi a abada aos brasucas? 
Fui a única a estar entretida com algo que não uma bola e não sei quantos macacos a orangotanguear à volta dela? 

Foto: Tô entendendo nada!
Lindo.

terça-feira, 8 de julho de 2014

Eu não devo mesmo estar a ver bem

Brasil/0 - 4/Alemanha aos 26 minutos, segundo o site da Bola? Nem nos meus piores pesadelos eu imaginaria isto!

Adenda: entretanto liguei a TV....dahhh!

Adenda 2: acho que nunca me custou tanto olhar para o algarismo 7 (e não vale a pena vir cá falar de outros jogos, noutra década). 

Por falar em putedo, deixo aqui algo para reflectirem

Hoje, enquanto esperava pela consulta médica dosjolhos, tive um vislumbre das tardes erretêpêanas. Vi 3 ou 4 miúdas em palco, acompanhadas por um rapaz musculado, tatuado, roliço e bem dançante e dei por mim a pensar o seguinte, ipsis verbis, que decidi logo partilhar aqui (e vem mesmo a propósito do que a Sócia escreveu antes): "Desde quando é que as cantoras pimbas se vestem pior do que as prostitutas de estrada?"

Preconceito

Vejo uma piquena maquilhada, unhaca bem vermelha, perfumada, vestido rosa choque tão justo ao corpo que ela tem dificuldades em andar e em descer escadas. 

Qual é o meu primeiro pensamento??

Putedo.

Novidades fresquinhas

Tenho blefarites e nem sabia. A saúde tem coisas que nem ao diabo lembram...
Não acham que "blefarites" é um nome deveras estranho? Eu chamar-lhe-ia simplesmente "remela".

Televisão by night

Vá, dos que vêem aquele pograma mesmo fixe do Então tens a mania que danças, quantos e quantas acham que a elegante loiraça do júri tem ali uns arames a prenderem-lhe os lábios para estar sempre de favolas arreganhadas enquanto faz aquilo do #hottamaletrain?

segunda-feira, 7 de julho de 2014

O que me escapou?

O que faz o canastrão do Ricardo Carriço no leque de comediantes do villaRi-te?

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Dúvida ginecológica

São atendidas pela mesma médica ginecologista vai p'raí 13 ou 14 anos. Sabe todo o vosso historial clínico. Por motivos de saúde dela, vêem-se na iminência de ter que ser atendidas por alguém que é-vos totalmente estranho.
Questão: preferem ser atendidas por homens ou mulheres? Porquê? Qual o vosso critério no.1 para escolher um "ele" ou uma "ela"?

E ao quarto dia deu-se o milagre...?

Poder-se-á chamar de milagre se ocorreu coagido, na forma "convidada a fazer" ou "que tal usares essas manitas para qualquer coisa?"

Os números do Sócio que pouco fala, mas nem por isso muito acerta

"Tenho dito" (e mais umas coisicas que agora não interessam) foi o que escreveu no e-mail que fez acompanhar dos seguintes números mágicos:
  • 3-15-17-28-29
  • 3-6

quinta-feira, 3 de julho de 2014

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Porquê a Chata? - perguntam vossas excelências, só agora, tarde e a más horas

Porquê a Chata a sócia? 

Depois de muito cogitar, durante p'raí 5 segundos, vá..., não surgiu qualquer outro nick na minha mente que me desse garantia absoluta que o convite seria aceite sem reservas e sem demasiadas questões. Foi um impulso que se me deu e a sociedade até está a correr bem. A rapariga é bem disposta e consegue escrever sobre futilidades e banalidades tão bem ou melhor do que eu, o que é sempre uma característica adequada a escrever ou comentar o que aqui se escreve. 
Outros há que nos admiram, a ambas, por possuirmos esta qualidade inata. E mais não digo. Continuo à espera, óbistes? Bem sentadinha, com um livro fresquinho, fresquinho. Um doce a quem adivinhar qual é...

Ontem no ginásio

Faltavam lá dois moços. 
O de bigodinho paneleiro mas com uns peitorais de fazer medo ao susto.
E o amigo, o tal que tenho a certeza que rebentou uma veia ou se borrou todo tal a força que fazia e apanhou a vergonha da vida dele...

terça-feira, 1 de julho de 2014

Vazio

Ando há algum tempo a sentir uma vontade tremenda de escrever um texto longo, daqueles cujo tamanho afastam a maior parte dos leitores. Sobre o quê ainda não me decidi, pois se por vezes há imensos assuntos de que poderia falar, as mais das vezes retraio-me, porque não quero dar a conhecer de mim mais do que aquilo que quem me lê já conhece. É por isto que gosto do anonimato: por trás de uma alcunha falaciosa, posso apresentar e dissimular os meus humores e disposições, as minhas angústias e alegrias, as minhas tentativas de vos entreter e a mim, os meus gostos, os meus ódios esporádicos, os meus silêncios, as minhas palavras tantas vezes sem sentido aparente. Pensei em inventar uma história; não seria a primeira vez que o fazia. Mas só me ocorriam ambientes cinzentos, mórbidos, escuros, deprimentes (possivelmente à conta da literatura sueca que li há pouco). Pensei em, mais uma vez, aliciar a malta a participar num qualquer desafio vocabular. Pensei em apresentar mais dos detalhes numerados de minha casa. Pensei em atualizar os meus gostos. Mas nada disto me satisfez. Pensei em vadiar pela net e descobrir blogs novos, mas já nem isso me atrai neste pequeno mundo da internet. Pensei em falar das últimas compras que fiz, mas achei o tema demasiado fútil. Pensei em falar do baile a que fui há uns dias, mas pensei que seria estar a falar de "estranhos" e duma situação especial para esses estranhos que nem sequer me lêem. Pensei em falar dos planos que pululam a minha mente, referentes a esta casa, mas tal seria abrir demasiado as portas do meu lar. Pensei em escrever sobre a bicha, mas tinha feito tal há pouco e até acompanhei com fotografia. Pensei em partilhar coisas de família, mas achei que seria demasiado intrusivo, mesmo tendo em conta que eles possivelmente não me lêem, mas no futuro nunca se sabe. Pensei em opinar por escrito sobre a dicotomia "idolatrar / desprezar", tão na moda entre bloggers, mas discorrer sobre mesquinhices não faz o meu género. Pensei em abordar questões do meu mundo profissional, mas esses desabafos seriam em vão, pois já há tantos que o fazem e muito melhor do que eu. Pensei em apresentar uma qualquer receita de culinária, de um prato por mim confeccionado, mas tal não faria muito sentido quando até me assumo como péssima cozinheira, porque não gosto de tal atividade. Pensei em falar de sexo, mas bolas, esse é assunto raramente abordado por aqui, por mim e seria tão estranho e anormal. Pensei em falar da bola e da minha costela benfiquista e da minha afeição pela selecção holandesa, mas depois daria a revelar o meu desconhecimento sobre esse mundo. Pensei em falar sobre o livro que ando a ler, que começou com fina ironia sobre História de Portugal, mas ainda não terminei de o ler. Pensei em falar sobre os meus apetites e desejos e pensamentos mais obscuros, mas depois ficariam a saber quase tanto como eu. Pensei em tantos e tantos temas e agora não sei sobre que mais escrever.

Update das novidades

Após este breve interregno de minha parte, retorno num dia chuvoso para informar que, afinal, novidades, só no dia 11 de Julho. Pergunto-me eu porque é que há um intervalo de um mês entre a assumida conclusão duma determinada tarefa e a publicação dos seus resultados, quando as instâncias superiores até nos tinham chamado de irresponsáveis e calaceiros. Agora demoram um mês a apresentar os resultados, parciais, do trabalho de máquinas e da parte que tinha sido concluída pelos meus pares a 11 de Junho. Afinal qual era a pressa?
Não me apanham noutra, não!

País em crise

Herman José vai "assegurar as tardes da estação pública a partir de Setembro".

Lá se foi o prime time dos fins‑de‑semana.