segunda-feira, 6 de novembro de 2006

O que faz uma diferença de 70 anos

70 anos é a diferença de idades entre a minha avó e o único bisneto dela.
Ela acredita piamente na existência de Deus e no dogma religioso da Criação. Ele acredita inquestionavelmente na existência passada dos dinossauros.
Ela não acredita que estes animais tenham andado a passear pela Terra há milhões de anos atrás. Ele acredita que um dia vai "matar um dinossauro mau com uma faca".
Ela não acredita que a Lua já tenha sido pisada por seres humanos - algo que aconteceu quando ela tinha quase 30 anos e já havia televisão. Ele diz que quando for crescido vai ser astronauta e vai a Júpiter e a Mercurio num foguetão.
Ela questiona inclusivé os livros escolares do seu tempo que lhe falavam de D. Afonso Henriques, mas que ela nunca viu. Ele sabe quem foi o primeiro rei de Portugal e que até lutou contra os Mouros (estes é que ele não sabe quem foram, mas um dia ensino-lhe que são as pessoas que vivem abaixo de Coimbra).
A minha dúvida, ao almoço de domingo passado, foi a seguinte: se a minha avó questiona o que aprendeu na escola primária, ensinado por pessoas de carne e osso, porque é que ela não questiona um livro que é uma compilação de histórias escritas por pessoas que já morreram há milhares de anos, histórias essas escritas numa linguagem que não é originalmente dela?
Mistério!
Agora digam-me lá o que faço com estes dois.
E não adianta discutir com ela: é mais teimosa do que eu, o que me faz suspeitar que quando eu chegar à idade dela, eu serei ainda pior do que ela.