quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Lá diz o velho ditado:

Casa roubada, trancas à porta. Após 6 anos, lá teve que ser. Estava a ver que não, porra! Deve ser a única opção do blogue que eu ainda não tinha experimentado!

As queijadinhas do Ted (trazem água no bico)

A prova está aqui:

O miminho para o Ted está aqui:


Mas há um senão:

Ted, desafio-te a confeccionar a seguinte receita em casa, a usar as ditas cujas num ambiente mais intimista e erótica e por fim, a relatar o resultado no teu blogue.

RECEITA para 24 queijadinhas:
6 ovos inteiros
500 gr de acúcar
200 gr de farinha com fermento
750 cl de leite do dia
100 gr de margarina derretida em banho-maria

Numa taça redonda alta, misturas muito bem os 6 ovos inteiros,  o acúcar e a margarina previamente derretida. Quando a massa estiver com uma cor amarela bonita e a consistência for uniformemente cremosa, acrescentas a farinha. Continuas a bater a massa muito bem, evitando que se formam aqueles caroços de farinha (tarefa quase impossível, digo-te já). Por fim, juntas o leite lentamente até que a massa fique com uma tonalidade amarela clara e consistência ainda mais líquida. Enquanto TU fazes isto, convém teres outra pessoa a untar as formas com manteiga (ou margarina) e a polvilhá-las com farinha. Deitas o preparado nestas formas, levas ao forno previamente aquecido (eu costumo estabelecer a temperatura nos 200º) e retiras cerca de 40-45 minutos depois, quando notares que já estão com uma cor bonitinha. Podes experimentar a massa com um palito. Não convém deixá-las demasiado líquidas nem demasiado assadas. Isto, feito a dois, abre logo o apetite para outros miminhos.


(Aconselho a que laves a loiça apenas no dia seguinte e tenta não escaldar a língua:P)