domingo, 28 de dezembro de 2008

São gostos

Tenho um novo herói cinéfilo desde a semana passada: o último James Bond, o Daniel Craig. O fulaninho tem uma pinta do caraças. Atrevo-me a dizer que ultrapassa o escocês charmoso na minha escala de charme, verborreia e raciocínio rápido. Gosto daquele olhar azul frio. Gosto do seu ego e daquele ar de convencido. Achei-o um bocadinho entroncado demais para o que estava habituada nos "Bonds" anteriores, mas nem isso é defeito neste. Ai, ai...

sábado, 27 de dezembro de 2008

Pobres e mal agradecidos

Os elementos machos adultos cá de casa passaram os últimos 5 ou 6 anos a chatearem-me a moina por causa das queijadinhas. E depois de muita insistência, lá acedi a satisfazer-lhes a gul...a vontade (mas depois eu tenho mau feitio, claro). Bem, adicionei-lhes raspa e sumo de limão, e claro, notava-se bem o sabor. Estavam boas, macias, suaves, húmidas, mas não ficaram iguais. Daqui a 5 ou 6 anos tenho que aprimorar o toque e eliminar o limão. Alguém quer a receita? Engorda que se farta! E a reacção geral foi "mmmmhmmm, comem-se".
Só à bofetada mesmo!!