segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Pensamento parvo...

(...após receber mais um e-mail de publicidade da empresa fornecedora da internet cá de casa):
Qualquer dia até os bebés nascem com ligação ilimitada à internet.

14 comentários:

  1. Mana, o nosso sobrinho mais pequerrucho disse assim que nasceu "esta merda de ligação não me satisfaz", de seguida arrotou e imitou aquela estátua em que o puto mija incessantemente. Não me espanta...

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Utena, rapariga, nem parece teu. :)

      Eliminar
  3. Isso é publicidade enganosa, conforme a DECO demonstrou! não é nada ilimitado, há lá as letras pequeninas no contrato.

    Já quanto aos putos, pra quê fazê-los? ou melhor, pari-los!
    Hão-de vir com a subscrição dos canais infantis... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poisé, Leão.

      Pra quê pari-los?? Caraças, eles têm que sair de algum modo, n'é? Eu não quereria andar prenha a minha vida toda, bolas. E olha que adorei esse meu estado de graça!
      Infantis, juvenis, adultos and so on...:)

      Eliminar
    2. Nã precevestes! a malta tinha apenas o prazer da queca e depois comprava um pacote infantil na cabo e escolhia o petiz...
      Com várias opções, dentre as quais a da ausência de merdelim nas fraldas seria a mais interessante! :)))

      Eliminar
    3. Bebés fibrosos personalizados!

      Eliminar
    4. Ou isso!
      Mas já desmamados e com os sonos controlados, isso é que era! :))

      Eliminar
    5. Era, não era? Não me parece que a coisa chegue a tanto, alguma vez... :)

      Eliminar
  4. Andes por onde andares o teu destino está traçado.
    Começaste por sair por um buraco, acabas entrando para outro.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.