terça-feira, 29 de outubro de 2013

Digam-me, leitores e comentadoras, hoje vamos disparatar sobre o quê

?

32 comentários:

  1. hoje, já tive a minha temática logo pela fresca, mas agora podemos entrar numa tertúlia mais suave, não vá cair-me mal a janta!
    Deixa-me pensar, pode ser que me surja algo brilhante, o que é raro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Baby, tá bem, eu deixo-te.

      Eliminar
    2. Hoje li num muro : " Crala anida não predi o teu tefelone!".
      Não sei se fiquei com pena da Carla ou do mensageiro.

      Eliminar
    3. Baby, cá para mim era Clara. Eu ficaria com pena do tefelone estar em mãos alheias, que não a da Crala. Coitada, à procura do objecto ainda ...

      Eliminar
  2. Bacalhau com esparregado à moda do Ribatejo!
    É um bom tema. :))
    Vou jantar, já volto. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Leão, tá bem. Podes mandar cá pra cime ou vir cá fazê-lo, eu deixo.

      Eliminar
    2. Querias mai'nada! ;)
      é munta longe e o bacalhau chagava aí gelado, pá!

      Eliminar
    3. Leão, tá bem. Como queiras.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Mirone, tá bem, eu deixo. Podes continuar; eu posso começar por dizer que conheço gordos/as bem mais alegres e bem dispostos/as do que magros/as. Não quer dizer que sejam mais felizes do que os "spaghettini", mas aparentam tal.

      Eliminar
    2. Pois eu duvido que muita da alegria contagiante dos gordos seja mesmo alegria. Estou a falar de gordos, pessoas obesas,daquelas que não encontram roupas na maioria das lojas, não é de tontinhas que vestem o 38 masà força toda querem caber num 34. Os gordos mesmo gordos, os que mandam fazer roupa por encomenda, que têm medo de se sentar numa esplanada, porque o plástico das cadeiras é ordinário e nem. Sempre suporta o seu peso, devem ser das pessoas mais infelizes o cimo da terra. Falta-lhes oar quando dão três passos, têm as tarefas relacionadas com a higiene pessoal dificultada,custa-me perceber como podem ter uma vida sexual satisfatória. Enfim, vão contando umas anedotas e dizendo que não, que não ligam nada ao peso, para se engnarem e não verema vida triste que levam.

      Eliminar
    3. Efectivamente eu não falava nesses extremos, nem nos 38 (que não considero gordos/as; bolas, então eu seria o quê??). No caso dessas pessoas, por muitas gargalhadas que dêem em público, também acho que não há hipótese de serem felizes, não só pelas razões pragmáticas que evocas, como também pelos preconceitos que os rodeiam e que têm que enfrentar diariamente. Há pessoas que têm culpa de ser gordas; há outras que não. Quanto à satisfação na vida sexual, acredito que haja quem goste do que eu não gosto: gordura abundante por tudo quanto é lado. Mas sei lá...

      Eliminar
    4. Isso de não ter culpa de se ser gordo dá pano para mangas. Esses casos existem, estão medicamente identificadosmas são uma minoria. Também eu tenho um desequilíbrio hormonal mas, por muito jeito que essa desculpa me possa dar, a verdade é que não mexo o meu rabinho para nada, passo o dia sentada e como o que me apetece ( não é que me apeteçam muitas porcarias, mas também não me apetece uma alimentação saudável a 100%). Isso da vida sexual acho que transcende os gostos. Com um barrigão até aos joelhos acho que as posições e movimentos ficam um bocado limitados... Não sei, digo eu, que não sendo dessses gordos que descrevi, de bom grado perdeia 15 kg, não fosse ser tão preguiçosa e gostar tanto de comer e beber.

      Eliminar
    5. Já somos duas; eu perdia à vontade uns 6 ou 7 quilitos, se me mexesse mais amiúde. Mas qual quê....sou / estou como tu. :)
      Olha, para onde te posso e-mailar? Gostaria de te fazer uma sugestão (decente, desta vez) e não tem nada a ver com a Herbalife.

      Eliminar
    6. blogmirone@gmail.com

      Eliminar
  4. Respostas
    1. R., hahahahha...bem apanhada, essa. Esse assunto fica só entre ti e mim, pode ser? :P

      Eliminar
    2. Tá bem.

      E o bacalhau que o Leão ia fazer vem ou não vem?

      R.

      Eliminar
    3. Olha, para aqui não vem, que ele já se negou. Mas como estás mais perto, pode ser que chegue aí, sim. Boa sorte com o bacalhau dele!

      Eliminar
    4. É um lambão, provavelmente não sobra nada.

      R.

      Eliminar
    5. Os meninos desculpem, mas só agora me livrei dos afazeres domésticos.
      Estava sopimpa! e lamento, mas não sobrou nada mesmo... :b

      Eliminar
    6. Agora que somos apenas dois lá em casa, a comida é tipo gourmet, se me faço entender...Um prato grande e uma dose minúscula lá no centro, bem guarnecida de inutilidades. :))
      E não sou forreta, já te mandei uma sandes de leitão! ora essa!!!

      Eliminar
    7. Poupadinhos, hein? :)

      Mandaste? Quando? Onde está? Não chegou ao meu estômago.

      (Agora vou-me embora, à tosquia. :)

      Eliminar
    8. Finos!
      Mandei, não sejas assim...
      (também tu?) :))

      Eliminar
    9. Sim, uma vez por mês, mais ou menos, tosquiam-me. :)

      Eliminar
  5. «Quando é que removem a estátua do Cónego de Melo»

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. JM, acreditarias se te dissesse que ainda hoje fiz essa pergunta a mim mesma? Quando regressei de férias deparei-me com aquilo no meio da rotunda, aquilo já vandalizado, e já nessa altura me ocorreu que aquilo não ia ficar ali muito tempo. Afinal, ainda lá está.

      Eliminar
    2. Ao que sei , está já contratada a empresa e agendada a limpeza da estátua de bronze (mas com pés de barro). É para continuar, portanto.

      Boa noite, Pseudo

      Eliminar
    3. Estivesse eu perto e ia enrolar uma bandeira de arco-íris no pescoço da estátua. Ahhh bandido esse Melo e mais quem mexeu os pauzinhos para o estatuar.

      Eliminar
    4. JM, para quando?

      Pusinko, admira-me que mais ninguém tenha pensado nisso. Seria tão fácil!

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.