sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Sobre Lisboa

Dos dois dias intercalados que lá passámos a turistar, o que recordo com muito agrado é a Bertrand do Chiado. Mais pelos detalhes arquitectónicos e corredores e arcos centenários do que propriamente pelos dois livros que lá comprámos. Na entrada, estavam dois senhores bem sentados a ler o seu jornal, como se da sua sala de estar se tratasse. Gostei! Agora contem-me historietas...