domingo, 4 de novembro de 2012

Olha, vou ler as 50 sombras de gray










































































HAHAHAH!! Enganei-vos! Vou masé prá cama!

Mixed feelings ou de como mãe e filho são portugueses típicos

Já o pai e mais-que-tudo vai escapando a este comportamento, mais em termos profissionais, do que pessoais.
Quando eu sei que tenho imenso tempo para, por exemplo, redigir com calma fichas de trabalho, de avaliação e o camandro, que só darei dali a uma semana e mais, é certo e sabido que não farei tal ao longo dessa semana, mas apenas um ou dois dias antes. Hoje, hei-de parir o teste que darei na próxima terça, apesar de ter tido um fim-de-semana e um feriado antes. 
O meu filho teve, na semana passada,  aquilo a que os americanos chamam de "autumn break": uma semana inteirinha sem aulas, passada em casa da avó paterna e onde pernoitou cerca de 8 dias consecutivos. Tendo levado trabalhos de casa, esqueceu-se, como é habitual daquela cabecinha de vento, de levar todo o material necessário para realizar as ditas tarefas. Lembrou-se, a meio da semana, que eu lhe poderia levar "A Fada Oriana" quando fosse passar o fim-de-semana à terrinha; esqueceu-se que precisava do caderno diário da disciplina, onde habitualmente faz os TPCs e lembrou-se dele hoje.
Conclusão: hoje, véspera de regressar à escola, passou parte do dia a fazer a última alínea do exercício do guião de leitura. É uma alínea que o "obrigou" a reler a dita cuja obra e a seleccionar as expressões pedidas. Não sendo difícil, é uma tarefa morosa.
A ver se ele aprende...

Ahhhh...e perguntarão vocês: "Mas porquê os mixed feelings?"
E respondo eu: Porque me revejo totalmente nele, nesta característica em particular que tento contrariar diariamente, quando eu própria não o faço em relação a mim. 
Karma is a bitch...