segunda-feira, 3 de julho de 2006

Saturações

Estou saturada de duas coisas neste preciso momento.
Uma, obviamente, é de futebol e de levar com as mesmas imagens dia sim, dia sim. Já há alguns dias que opto por ter a televisão ligada na Rtp2. E não pensem que não gosto dos jogos; não gosto é do alarido exacerbado que se constroi à volta destes.
A outra, menos obviamente, é das queixas, queixinhas e queixumes que toda a gente que me rodeia, e inclusivé eu própria, tem contra o país em que vive, contra os seus governantes, contra os seus patrões, contra os seus vizinhos, contra isto e contra aquilo. Por favor!! Alguém que enalteça esta terra e o nosso povo - de preferência sem ser à custa do futebol - e que se orgulhe de ser quem é!

Uma causa de todos nós - Publicidade

Gotas
Somos pequenas gotas de qualquer coisa,
Face à imensidão que nos rodeia.
Sendo pequenas gotas de qualquer coisa
e de cada coisa
e de todas as coisas que existem,
temos uma energia única
porém comum a todas as gotas
Somos vida, somos lágrima.
Somos sorriso, somos tristeza.
Somos verbo, somos acção
Somos som, somos silêncio
Somos princípio, somos fim
Somos finito e infinito.
Nesta imensidão, aos nossos olhos infinita,
Vivemos e sobrevivemos juntamente
Com muitas outras gotas iguais a nós
Mas porque achamos que somos únicas
Pesa-nos muitas vezes a indiferença
Com que nos damos, como nos vemos,
E vivemos separadas.
"A Associação Portuguesa dos Bombeiros Voluntários é uma Associação sem fins lucrativos que representa os mais de 40 000 Bombeiros Voluntários (homens e mulheres), que prestam voluntariamente e com abnegação um serviço a Portugal e aos portugueses.
A Associação Portuguesa dos Bombeiros Voluntários tem como objectivos defender, dignificar e valorizar os Bombeiros Voluntários, assim como a apresentação de projectos que visem a melhoria da prestação de socorro.
Ao comprar a sua "Gota", já está a ajudar" - custa 5 euros, acrescento eu, mas é por uma excelente causa. Eu comprei a minha numa grande superfície comercial de Braga.

Há verdades que não devem ser ditas.


(clickar para ampliar)