sexta-feira, 4 de abril de 2014

Dilema familiar: "Mãe, quero fazer uma tatuagem."

O catraio tem 12 anos e picos e já pensa nestas coisas de gente tola. Devo acrescentar que eu faço parte desta categoria de gente tola, if you know what I mean. Posta a questão deste modo, a resposta foi peremptória, de modo a protelarmos a decisão o mais possível: "Antes de teres 18 anos, não te damos dinheiro para uma. E isso é assunto para discutirmos daqui a uns anitos, depois de pensares bastante sobre os prós e contras." E por aqui ficámos, depois de mandar a bola p'ra canto, com a certeza de que daqui a uns anitos, o mais tardar, haverá nova investida juvenil.
E vocês, pais, mães e futuros pais e mães, o que diriam / fariam nesta situação?
Conhecida como "mulher vampiro", a mexicana María José Cristerna participou neste domingo (3) de uma feira internacional de tatuagens em Monterrey, no México. Antes advogada, Cristerna entrou para o Guinness, livro dos recordes, como a mulher com maior número de mudanças corporais das Américas.  (Foto: Daniel Becerril/Reuters)