sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Salmão fumado, vinho branco e pepino

O que menciono no título são apenas três das imensas iguarias que o hotel, na Holanda, servia ao pequeno-almoço. Digamos que esta refeição, a custar uma pequena fortuna por cabeça, nada tinha de frugal. E que os holandeses que por lá andavam, altos, largos de ombros, espadaúdos, não se tratavam nada mal. E elas não lhes ficavam nada atrás. Mas que faziam umas misturas estranhas, faziam: desde terem um prato com salada (pepino e tomate) acompanhado por sumo ou leite até salada de fruta encharcada em molhos variados, dos quais iogurte era só um deles! Já o petiz enfardou ovos mexidos, todos os dias, até eu dizer "chega"! Não me atrevo a mencionar o que mais ele e nós comemos na primeira refeição do dia.
Porque apanhámos a época das mosselen, que petiscámos após serem confecionadas de duas maneiras distintas, amanhã, o repasto familiar iniciar-se-á com uma entrada similar ao apresentado em cima.  Não sendo a primeira vez que este petisco é servido nesta casa, haverá, por parte do MQT, uma tentativa de superar o gosto das holandesas, que estavam divinais! E encheram barriga!