domingo, 14 de junho de 2009

Post frívolo

Pela primeira vez em quase 37 aninhos fui a um casamento de calças de ganga, com roupa informal usada numa ocasião anterior, sandálias com 2 anos de idade, sem quinquilharia nova, sem maquilhagem e com unhas por arranjar. Senti-me bem, apesar de destoar de muitas mulheres que se empiriquitaram todas e andavam a enterrar os saltos finíssimos numa relva semi-humida.

No meu caso, já me passou a vontade de perder tempo à procura da roupa ideal, dos acessórios, do calçado chique. Gasta-se uma fortuna, para nos exibirmos num dia, dois dias, vá lá, se conseguirmos que a roupa sirva para outro casamento a 300 quilómetros de distância do anterior, cujos convidados não sejam os mesmos. Manda-se à lavandaria e depois arruma-se tudo a um canto. Para quê?

E ainda por cima fui elogiada. Que bem me soube!