sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Pior do que as dores de parto

...só as dores de dentes, associadas a uma gengivite, inesperadas e impeditivas de um bom soninho. Às 9 lá estava eu deitada a ouvir alguém a informar-me que um dos meus dentes do siso já era, na próxima segunda, que isto já 'tá a dar muita dorzinha frequente.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Nova adivinha

Adivinhem lá quem é que se deitou com as galinhas, hoje. E quem é que vai fazer o mesmo, já já!

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Vão, vão lá, sim?

Para quem não sabe, ele é o cogumeloanão (e agora aposto que de todos os que me lêem, só uma pessoa sabe a quem me refiro ... heh...).

A minha chave do Euromilhões - rubrica semanal

  • 3 - 9 - 18 - 22 - 44
  • 2 - 5
Não desisto dos números fixos, nem que me calhe o Euromilhões!

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Só porque hoje não li ninguém a falar sobre este assunto (o que não quer dizer que não tenham falado....ou escrito, vá...)

Está muito frio, um frio de morrer, de congelar tudo e mais alguma coisa. Se tivesse carnes para conservar no frio, punha-as na varanda!

E pensar que já estive aqui! Mas não é local onde deseje voltar. Nah, nah!

domingo, 26 de janeiro de 2014

Constatações dominicais

Não fui à missa das 11, que ainda decorre. Não rezei. Não peguei num terço, nem a fingir. Não expiei os meus pecados.
Contudo...não estando em Valência, irei degustar o seu arroz cozinhado por um português, em casa portuguesa. Se tudo isto não for considerado gula e mais uma etapa na minha viagem em direcção ao inferno, onde mais cedo ou mais tarde, vos encontrarei a todos, felizes como eu, não sei o que será!

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Irritações - XXIX

Verificar que a lista de blogs foi actualizada com posts novos, em certos e determinados blogs, e quando se vai lá a casa, afinal a página não pode ser encontrada.
E suspeito que neste caso em concreto foi o autor que se arrependeu passado um segundo. O que vale é que tenho em meu poder o texto original, que podia publicar aqui como sendo de minha autoria. Mas não gosto de pilhagens, virtuais ou não, muito menos das que envolvem gente da casa. Não senhor.

Então hoje vamos falar de sexo

(Aviso já que o título é enganador e serve somente para atrair números e aumentar as estatísticas, dados que são muito importantes neste blog deste país que vive à base de números trabalhadores e que frequentam blogs durante os números laborais.)

Estes seres acerca de quem escrevo são muito parecidos com os números humanos, apesar de algumas diferenças existentes. Senão vejamos: machos e fêmas enamoram-se e apaixonam-se e demonstram-no esfregando os pescoços uns nos outros. De seguida, o macho prova a urina da fêmea e franze o nariz. Isto pode acontecer durante o ano todo, não apenas uma ou duas vezes por mês, ao contrário do que acontece com os números humanos que procriam cada vez menos, podendo concluir que, teoricamente, a taxa de natalidade destes seres é inversamente proporcional à taxa de natalidade dos números humanos lusitanos. Os machos têm oportunidade de fecundar com 8 anos de vida ou mais e à medida que envelhecem a sua líbido sexual vai diminuindo, sendo esta diminuição bastante notória nos machos mais velhos, ao contrário dos machos números humanos. Sem precisarem de batalhar com os seus concorrentes, os machos mais fortes e do topo da hierarquia acasalam assim com as fêmeas, mantendo o curso natural da natureza e mantendo estável a taxa de natalidade dos da sua espécie.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Homenagem gráfica

Sim, possivelmente a maior parte de vós não vai perceber quem homenageio. Deixem lá, tá bem?

Irritações - XXVIII

Falta de pontualidade: ter uma consulta médica marcada para a hora X e ser atendida 45 minutos mais tarde, à hora Y.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

A minha chave do Euromilhões - rubrica semanal

  • 7 - 18 - 28 - 29 - 47
  • 2 - 5
 Sócios, quanto é €40 000 000 - 20% de ladroagem imposto  a dividir pelos três?

Fiquei na dúvida

Quando nos queixamos dum joelho à médica de família, é normal ela pedir uma radiografia ao pé? Snail, que dizes tu? E o que diz o resto da malta?

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Adivinha

Qual é a primeira coisa que o petiz faz depois de entrar em casa?

(P.S.: Ainda não me esqueci que tenho que presentear a J. por ter sido a minha primeira seguidora de 2014.)

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Às vezes interrogo-me...

...acerca de certas pessoas, a saber: a Robina, o Asterisco, o Burro, a Inha,  a Abox, a Maria do Porto, o Ministro da Soltura, a Julie, o Robino, a minha colega Angie...e outros tantos cujo tratamento já se me varreu. Se algum de vós que me lê souber a quem me refiro, dou os meus parabéns. É bom sinal. :P

domingo, 19 de janeiro de 2014

Do piano e da vizinhança

Espero que a segunda não se queixe do primeiro, tal é o entusiasmo de quem o usa.

sábado, 18 de janeiro de 2014

Prenda antecipada

Se, quando acordámos, ou até há 3 horas, me dissessem que hoje iríamos comprar um piano e acessórios para presentear o petiz pelo seu décimo segundo aniversário, que não se assinala hoje, eu diria que essa gente estaria tolinha. 
Agora só lhe falta falar francês.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Piada infantil futebolístico-erótica

O que é que o Cristiano diz à Irina?
- "Olha que eu tenho aqui duas bolas de ouro."

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Há pegadas no tecto

Frase escrita numa folha de papel, que um catraio fez questão de me mostrar, quase no final duma aula, que estava a correr bem como eu gosto. 
Eu olhei, primeiro para a folha de papel e depois para o tecto. Durante um segundo. E o resto pode ser imaginado por vós.

O Porquinho como património familiar

Ei-lo:
Displaying IMG_4268.JPG
A guardar poupanças desde 1971. Já não é meu, mas mantém a função.

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

A minha chave do Euromilhões - rubrica semanal

  • 16 - 18 - 27 - 33 - 35
  • 2 - 5

Os Russos são uns brincalhões...e vai daí, não sei, não...

Depois do que a Pusinkito partilhou, em termos visuais, sobre os gostos dos Russos no que diz respeito a cenários para fotos, temos agora mais uma ideia bizarra dum senhor político profícuo em sugestões no mínimo originais e bastante cómicas. Isto a julgar pelo que se lê no "destakes.com", que refere que o sexagenário em questão acha suficiente a práctica de sexo trimestral para que o estilo de vida se torne mais saudável.
É precisamente o contrário do que é advogado pelos praticantes acérrimos e assíduos do acto.
E agora pergunto: afinal quem é que tem razão: ele ou nós?

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Minhoquinhas

Não me sai da cabeça que os meus apetites desenfreados e súbitos, por frutos secos,  que me acometeram na última época festiva chamam-se "perturbações alimentares". Ou então eu é que ando sugestionada pelo que ando a ensinar aos catraios e o meu organismo reage de diversas maneiras. 
Ah, o cérebro, o cérebro, esse orgão tão estimulante...

domingo, 12 de janeiro de 2014

Da última leitura completa

Já há algum tempo que nenhum livro me deixava tão empolgada como este. De leitura fácil, cronologicamente ordenado e com histórias paralelas à da Camelot presidencial, de modo a contextualizar os peões, personagens secundárias e principais intervenientes do mandato inacabado do presidente Kennedy, culminando nos momentos emotivos e chocantes presenciados pela América, em directo, a 22 de Novembro de 1963, numa cidade que veio a superar a adulação esperada pelo presidente, pela comitiva presidencial e pela esposa. 
Das histórias do seu assassino na União Soviética, passando pelos eventos sociais da Casa Branca, pelas viagens americanas e na Europa, pelos episódios com Cuba e no Vietname, pelos jogos de bastidores no palco das políticas internas e externas, é um livro fascinante, não-ficcionado, que coloca de lado as tão recorrentes teorias da conspiração.
Excelente leitura para um fim-de-semana frio, chuvoso e caseiro.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Apetite de Leão

Partilhou comigo um dos seus apetites, facilmente exequível. 
Assim, é com todo o prazer que anuncio que a nossa sociedade acertou no Euromilhões.

(São 20:01, Leão. Pode ser a esta hora ou foi demasiado cedo? :P)

Pôr os pés em cima da mesa é feio, não é?

Mas sabe tão bem!
É ver quem as agarra primeiro, quando chegamos a casa!

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Amêndoas versus avelãs

As avelãs de que falei aqui provocaram-me uma crise aguda de fígado como nunca tinha tido, a ponto de ter sentido uma descarga biliar ao mesmo tempo que, sentada na sanita, descarregava tudo - sólidos e líquidos - o que tinha ingerido nos dois dias anteriores.
Neste momento, delicio-me com as amêndoas e brevemente verei qual destes frutos secos é o campeão na limpeza do meu organismo Aguardem, senhoras e senhores!

Pronto, já 'tá (era bom que o blogger funcionasse bem, que isto está cada vez mais lento)

Acho que já comentei os comentários de todos os comentadores que por aqui têm passado esta semana. Se ignorei algum, faz favor de me dizerem; voltarei a picar o ponto, ainda antes do fim-de-semana.

Pensamento(s) recorrentes) aleatório(s)

  • Hmmm, apetece-me escrever; mas não me apetece escrever sobre aquilo; ninguém tem que saber; e se escrevesse? mas depois comentam e ficam a saber coisas e não me apetece alongar-me; sempre podia escrever no word e apagava logo a seguir; seria uma espécie de exorcismo literário...
  • "Investigação Criminal" é das melhores séries criminais; podia passar o dia inteiro a ver todos os episódios.
  • Ler livros sobre dietas deveria ter efeitos imediatos no emagrecimento ou na engorda; e ainda me falta terminar os dois livros que iniciei há umas semanas.
  • De quem seria aquele número com uma mensagem de Natal? Porque é que a pessoa não se identificou? E agora que estou a escrever isto, estou a ter um dejá-vu e a pensar que aconteceu o mesmo no natal anterior. Porcaria de telemóvel!
  • Sábado há mais uma sessão. Que seca! Apetece-me não ir. Mas não devo. Porcaria de consciência!

Há mais...mas sabem como é... isto não é bem um blog aberto.

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Sou uma lástima, no que toca a cuidados de saúde

Fui agradavelmente recordada pela médica de família, hoje, que ainda não lhe dei a conhecer os resultados de análises e exames requisitados por ela e aos quais me submeti, há cerca de 2 anos. Apesar do sermão dissimulado, pelas razões apontadas e outras que me coíbo de mencionar, saí de lá com mais requisições e exames e análises e até com a vacina anti-tetânica actualizada. Fui muito bem tratada e esperei apenas cerca de 10-12 minutos, em relação à hora marcada. Não posso queixar-me.

domingo, 5 de janeiro de 2014

Digam o que disserem de Braga

...a minha terra-natal é bem mais fria e mais húmida do que esta em que vivo, por muito que chova por aqui.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Frase que nunca mais esquecerei e que me faz imaginar eu a dar um murro valente no focinho de alguém

Foi lida há 3 ou 4 dias, possivelmente no CM, dentro do corpo duma notícia relacionada com violência domèstica. A mulher teria 36 anos e o homem 52. Este foi denunciado e preso temporariamente pela razão mencionada e, segundo a tal notícia, a razão para a agressão por parte dele prende-se com uma recusa por parte dela, pois "um homem precisa de pito duas vezes por dia, de manhã e à noite, e a mulher tem que dar."

Lindo!

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Irritações - XXVII

Roupa com padrão "às bolinhas" e "tigresse". É que nem com o Euromilhões de amanhã me apanham assim vestida!

Oferece-se prémio à/ao primeira/o seguidora/ deste tasco deste ano

Sem batota.

Amanhã vamos ganhar o Euromilhões

Assim, colocam-se várias questões, todas elas igualmente pertinentes. Aqui vão as minhas, certamente bem equiparadas pelas dos sócios machos:
  • Que fará cada um de nós com o 1/3 que lhe cabe?
  • Avisaremos, com alegria, euforia e categoria, aquela minoria de parentes que raramente vemos, da sorte grande que nos bateu à porta?
  • Viajaremos de avião ou de comboio para aquele sítio e lá alugamos carro ou vamos em viatura própria?
  • Qual a instituição pública a que atribuiremos parte do bolo? A minha visada é o IPO de Coimbra. Não interessa porquê, tá bem?
  • Deixaríamos de trabalhar ou não? É que que até gosto de azucrinar os catraios com as minhas rabugices.
Uma coisa eu faria: comprava isto e mandava entregar, com laçarote vermelho, às 5 da manhã dum dia de trabalho do MQT. É tão certo quanto eu chamar-me Pseudo.

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

A minha chave do Euromilhões - rubrica semanal

  • 8 - 18 - 33 - 38 - 49
  • 2-5

P.S. - R., cruza lá isso com jeitinho, 'tá?

Olhem, já sei o que aconteceu em 2013 e outra coisa que vai acontecer em 2014

(Mais logo sairão os números que irão revitalizar parte da economia portuguesa; os primeiros do ano.)