terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Ao menos nunca se chatearão durante 25 anos


Olá, olá e olá :)

Gostam de ler, não gostam? São sensíveis e inteligentes, não são? Surpreendem-se com o que os outros fazem (ou não fazem), não é?


Pois então, leiam esta notícia e digam-me honestamente se acham que isto seria possível por cá:

sábado, 24 de fevereiro de 2007

Espreitadela ao blog

Sabem aquela sensação que têm quando vagueiam pelos blogs e descobrem, com alguma surpresa, que o vosso blog está linkado num outro blog no qual nunca puseram a vista em cima? Vós, que vindes aqui silenciosamente, deixem ao menos um olá, para eu ficar a saber que existem :)

sábado, 17 de fevereiro de 2007

Aula de Português para estrangeiros - os aumentativos


Se eu rezasse, fá-lo-ia assim:

Querido Deus,
até agora o meu dia foi bom:
  • não disse mal de ninguém
  • não perdi a paciência
  • não fui gananciosa, sarcástica, rabugenta, chata nem irónica
  • controlei o meu stress
  • não reclamei, não gritei nem praguejei
  • não tive ataques de ciúmes
  • não comi bolos, chocolate nem rebuçados
  • também não fiz débitos no meu cartão de crédito (nem no do meu marido) e nem passei cheques pré-datados

Mas peço a tua protecção, senhor, pois vou levantar-me da cama a qualquer momento ...

BOM FIM-DE-SEMANA!

(obrigada, zézito)

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2007

Só p'ra dizer que...

...adquiri recentemente uns blogs, coisa pouca, que aparecem listados ali do lado direito. Vão espreitar, vão, que são coisa boa.

Sim ...porquê?? - 2

Que tipo de droga tomarão os anões da Branca de Neve para depois de 20 horas a bulir sairem a cantar da mina? Porque é que o Ministério do Trabalho não investiga este horário?

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Sim ...porquê?? - 1




Por que é que o Incrível Hulk, quando se começa a transformar, rebenta toda a roupa menos as cuecas? Serão estupidamente elásticas?

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007

É hoje, é hoje!!

Tal como referi o ano passado, hoje é Dia da Queca, assinalado a vermelho, a rosa e com essas lamechices todas, às quais também me rendi, quando era "jove" (ai!), mas que agora só rendem carcanhol a muitos. Sim, porque o amor deve ser sentido diariamente, quando se lava a loiça ou se arrumam as peúgas mal-cheirosasa do/a outro/a. Como tal, e para assinalar este dia dum modo "sui generis", deixo aqui o meu contributo, um singelo cartão amoroso, desejando que tal nunca vos aconteça. E BOM DIA!
O postal diz o seguinte:
"Roses are red
Violets are blue
I have an STD
Now, so do you"
(STD = Sexually Transmitted Disease= doença sexualmente transmissível / transmitída)

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007

Interregno na pausa anunciada

Li a curta reportagem sobre ela, li a entrevista no sábado de manhã, pasmei a olhar para a sua cara (acima de tudo impressionou-me o seu olhar triste, nada condizente com a maior parte dos textos que já li dela) e ouvi-a hoje de manhã, durante breves minutos na Antena3. É uma miúda, com voz de miúda, com risos de miúda e ainda com hábitos de miúda. Foi "puta" e não descarta a hipótese de voltar a sê-lo. Não se sente ofendida quando a chamam de tal, diz que é assim que se tratam naquele meio. É despudorada, frontal, nortenha, sem medo de mostrar o que foi e o que é. Gosta do que todos gostam e fez disso sua profissão durante 4 anos. Escreve, com muitos erros ortográficos, mas com muita emoção, com sentimento, com humor, com o coração nas mãos. É genuína, cabra para aquelas e aqueles de quem não gosta, humilde e com princípios, mesmo que a maioria das pessoas não lhes chame assim, é cruel na linguagem, choca, não renega as origens, não guarda rancor aos progenitores. Faz questão de, neste momento, não levar vida dupla, nem mesmo perante os seus pais. Assume totalmente o que é. Só por este motivo, é alguém admirável! Vários já a descreveram, eu própria falei anteriormente do seu blog, que leio diariamente, e depois de "a olhar bem nos olhos" apeteceu-me escrever novamente sobre ela, fazer-lhe publicidade.
Maria, se tiver sido injusta, desculpa e corrige-me.

Será no mínimo interessante observar de que modo é que a Andreia Soares vai lidar com esta exposição pública, anteriormente proporcionada quase só pelo blog e esta semana pelas entrevistas que tem dado, após o lançamento do seu "diário", que ainda não procurei, mas há-de entrar nesta casa um dia destes!

Para ti, querido...

...blog: desculpa, mas não tenho tido o tempo suficiente para te dedicar de corpo e alma. "Já" venho, é uma fase, brevemente passa.

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

Foram "descobertos" alguns manuscritos de Eça de Queiroz

Ainda há boas e interessantes notícias neste país!

--
De qualquer modo, e porque um dia também eu vou ser famosa - porquê, é que ainda não pensei no assunto - , deixo-vos aqui um manuscrito em primeira mão, bem à vista de todos! Gostava de saber o que é que os chineses pensarão disto, mas isso acho que nunca vou descobrir.

Que remédio! (Há perguntas que não deveriam ser feitas)

(Obrigada, Luís)

Assunto do dia

Sabem aqueles links de publicidade que o GMAIL apresenta do lado direito do nosso correio? Pois há bocado reparei num que dizia "temos soluções para depilação masculina definitiva". Ora, homens que me lêem, qual a vossa opinião sobre esse assunto?
Eu cá, acho muito mal! E até já me expandi sobre este assunto dos pêlos, aqui há atrasado. A minha opinião mantém-se inalterada: até aceito que a mulher se livre definitivamente dos seus pelitos, apesar de achar que um aqui e acolá nunca atrapalhou nem engasgou ninguém. Quanto aos machos, a história também se mantém: macho que é macho TEM que ter pêlo no corpo todo! Qual depilar o peito e as sobrancelhas, qual quê?!?! Fica feio! Não me dá prazer nenhum passar a mãozinha por uma pele masculina sem penugem. Não gosto de macacos, obviamente, mas acho agradável à vista e ao tacto um macho com pêlos nos sítios devidos. Porra, é uma questão de masculinidade, caraças! Tá bem que tá na moda ser metrossexual, cuidar do seu corpo com cremes, com mais exercício físico e uma alimentação cuidada, com colorações capilares e coiso e tal! Mas homem que é homem NUNCA, mas NUNCA se depila, quanto mais definitivamente!
É por esta razão que umas vezes gosto dos exemplares que a Robina mostra à gente, e outras vezes não gosto.
Conclusão: este tipo de publicidade só faz mal ao pessoal, especialmente aos homens. Mas isto é só a minha opinião, e vale o que vale, como agora também está na moda usar por tudo e por nada!

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

Aproveitem ainda hoje a dica

Com sorte, e porque hoje é quinta, amanhã também poderão prolongar ainda mais a hora do café.


quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007

Este também não é para todos, mas eu gosto!

Igualdades

Um gajo ficar tetraplégico ou calhar-lhe o Euromilhões, é exactamente a mesma coisa...

Seja de que maneira for, não faz mais nada o resto da vida.

Dúvida pessoal: será que errei a profissão?

Estou aqui de olhos em bico, algo saturada de ser "inseridora de dados pessoais" de terceiros, a fim de serem posteriormente tratados em termos estatísticos por quem de direito. Dados esses que nem sempre correspondem às opções que o formulário on-line oferece, e como tal, tenho que me desenmerdar da melhor maneira possível. E pensei eu, ingenuamente, há uns anitos atrás, que a minha profissão envolvia única e exclusivamente saber lidar cientificamente, pedagogica e socialmente com pessoas. Estou farta disto (da tarefa, não da profissão, apesar de tudo)!

terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

Há gente muito preguiçosa! Depois queixam-se que este país não anda p'rá frente. Pudera...

Bem, a preguiçosa do dia publicou o que a seguir vão ler, se é que já não leram lá. E eu, como me sinto preguiçosa, roubei-lhe o texto, que afinal até era meu, mas ela usou...e bem. E depois veio outro preguiçoso que há uns tempos também se aproveitou de não sei quantos bloggers e ....pimba...fez o mesmo :P E a ti, meu caro FiFi, sei bem onde te levava, mas como sou decente, não incomodarei os meus leitores de hoje com linguagem imprópria!


--
Os 4 avôzinhos


Este hábito vinha-lhes da sua juventude, da vontade que tinham de sentir como era ser mulher, de ser o alvo dos olhares promíscuos e maliciosos dos seres do seu género (masculino). E os 4 "jovens" galhofeiros lá da aldeia nunca deixavam o crédito por mãos alheias. Em anos transactos, e por decisão unânime do Ness Xpress, do Robino, do Legível e do Finúrias, tinham-se disfarçado todos de Super-Heroínas, de Donas de Casa Desesperadas, de Ninfomaníacas, de Freiras, de Loiras Burras e Mamalhudas...tantos foram os disfarces ao longo de todos estes anos e todos eles registados pela objectiva do Tozé. Sempre tão simpáticos e dispostos a partilhar o seu humor sem idade com os demais, este ano, os 4 galhofeiros decidiram montar nas suas Harley, Honda, Yamaha e Kawasaki e mostrar ao mundo os seus dotes de condutores inatos e excelentes compinchas. Assim, temos da esquerda para a direita o Robino, sempre de dedo em riste e permanente mau-humor e impaciência que faz questão de não esconder; ao lado, o seu grande amigo Ness Xpress, o mais atrevido deles todos, sempre disposto a dar uma perninha a quem necessite; de seguida, temos o mais recatado deles todos, o Legível, aparentemente tímido, como mostra o seu ar nesta foto, mas um verdadeiro vulcão quando usa as palavras como arma de tentação; e por fim, o Finúrias, um verdadeiro conhecedor de veículos de duas rodas, um dominador quando se trata de tomar as rédeas da condução!

--


  • Nota da autora: se os envolvidos se sentirem de algum modo ofendidos, temos guerra!





segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

DON'T ASK!


Este cromo não...


...vos faz lembrar de alguém, a modes que português?

Ai, nem sei o que diga, nem...

...o que faça. Não sei se o mime, se retribua a crítica, se comece a despedir-me dele mais convenientemente, se me converta ao FCP (nem morta!!!).
Eu cá estou inchadérrima, sem reacção (racional) e com um sorriso muito estúpido na cara. Sendo Leão de signo, adoro, como sabem, ser o centro das atenções e adulada e destacada e falada. Acho que eu dava uma óptima personagem do jet-set nacional. Que acham?
Pois o meu mais recente visitante assíduo fez-me isso tudo, e mais, aqui. Vão lá, vão, vão. Vão lá confirmar tudo aquilo que eu sou. Leiam-no repetidas vezes durante a manhã de hoje e venham cá elogiar-me ainda mais, sim? Ai, era mesmo disto que eu precisava numa segunda de manhã, depois de já ter estado a suar as estopinhas com 13 homens - já houve 2 baixas, desde que começou esta epopeia! Quem não sabe do que falo, que pense o que quiser :P
---
(Rai'smapartam! Então não é que o sitemeter foi de vela há 4 ou 5 dias atrás e hoje, depois dum elogio destes, nem sequer sei quem me visita e de onde vem? A falta que uma coisa destas realmente faz!

domingo, 4 de fevereiro de 2007

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Vamos ao que interessa

Eu voto "SIM". Ele vota "NÃO".
E tu votas? - pergunta fácil de responder, portanto não se ponham a inventar!

Ventosidade ruidosa e mal-cheirosa expelida pelo ânus

ou seja, "PEIDO".
---
Mas vamos ao início.
Um dia destes comprei mais um livro infantil que me pareceu interessante para o rapaz, de seu título "Respostas às perguntas das crianças: O Corpo Humano" (Editora Fleurus). Ultimamente anda muito intrigado com a questão da sementinha que o papá pôs na barrigota da mãe, há uns anitos atrás. Não sabe muito bem se foi colocada na boca, se noutro orifício qualquer - é daquelas dúvidas infantis que os miúdos vêem esclarecidas na prática cada vez mais novos. Que é que isto tem a ver com "PEIDOS", perguntam vocês. Nada! Apeteceu-me partilhar esta intimidade convosco.
intimidade convosco.
Continuando, ...a páginas tantas, e depois de muitas perguntas sobre isto e aquilo e mais aquilo, no capítulo d'"A Digestão e o Aparelho Digestivo", aparecem estas três questões:
---
  • Porque damos peidos?
  • Porque cheiram mal os peidos?
  • Como se chama um peido silencioso que cheira muito mal?
--..devidamente respondidas e de fácil compreensão.
--
Quer-se dizer: andam aqui uma mãe e um pai a tentar educar um filho da melhor forma, nos melhores moldes pedagogico-científicos, a ensinar-lhe que há "palavras feias", a dar-lhe sermão e missa cantada quando ele profere uma destas, e vem agora um livro infantil a usar para trás e para a frente a palavra "peido". Quer-se dizer, então para que usamos nós "pô", "traque", "gases", "flatulência" (esta é demasiado elaborada para a idade dele) com miúdos desta idade? Bolas, eu sei que ele vai aprendê-las todinhas e usá-las, mas ainda é um bocadito cedo, não? Respondam-me, pais, mães, tios e tias e outros que me lêem: vocês usam este termo com os vossos pequenos? Andarei eu a ficar linguisticamente púdica?
Desculpem-me o desabafo maternal, tá?
---
Já agora, alguém me sabe dizer qual a categoria onde a TLEBS insere (inserirá? inseriria?) "peido"?

Ponham-se à vontade, se faz favor, sim?



Agora imaginem uma luta de ovos, em vez de lama, (e quem diz luta, diz outras coisas) e têm o cenário perfeito para um fim-de-semana, no mínimo, original. Depois contem-me como foi, ok? Eu cá tenho planos e não envolvem ovos.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

A saga dos espelhos



Os espelhos são dos objectos mais amados e odiados pelas do meu género - digo eu! Gostamos de ter um sempre à mão, a fim de retocar maquilhagem (eu não, que não uso nada dessas porcarias), de dar um jeito ao cabelito, de ver se a puta da borbulha que rebentou na testa de manhã já terá desaparecido à tarde, de depilar as sobrancelhas com uma pinça no local de trabalho, de olhar para nós de alto abaixo, naquelas paredes espelhadas dos centros comerciais e apreciarmos o quão belas e elegantes e na moda estamos e confirmarmos que afinal aqueles pneuzinhos eram pura ilusão. Esta é a parte em que adoramos os ditos cujos.
O problema é quando o nosso próprio espelho, que tanto adoramos, que tanto adulamos, que tanto mimamos com atenção diária, nos presenteia com isto:









Digam lá que não apetece parti-lo todinho em milhares de vidrinhos!