segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

E pronto, a colheita deste ano não foi tão boa quanto a de 2006 mas...


Счастливые 2013 году до всех.

(em latim também fica engraçado, e sempre dá para rever a numeração romana)

Felix MMXIII omnibus.

domingo, 30 de dezembro de 2012

Só figurinhas tristes

Se no ano passado dancei ao som disto:


amanhã vou de certezinha abanar ao som deste:



sábado, 29 de dezembro de 2012

Bolas, esqueci-me do título


Ó abóbora quão redonda és
Que vontade de te cortar
E até de te dar com os pés
Antes de te trucidar e retalhar

As tuas estrias dão trabalho
As tuas pevides dão vida
Cortar-te ao borralho
A conversas convida

Bilharacos, doces e geleias
Papas, bolos e tartes
Nem há perigo nas colmeias
E até evita os enfartes

Tu foste o meu jantar
Com a sogra a acompanhar
Que saiu a lambuzar
De tanto enfardar


Do cordão umbilical

Ontem sugeriram que nós o cortássemos já no próximo ano, que o deixássemos, sem pai e mãe, ir à aventura por terras de sua majestade, já que a vontade dele é mais do que a da mãe e igual à do pai. E depois ponho-me a pensar quem é que o massacraria para lavar os dentes depois das refeições ou para arrumar a roupa e calçado espalhado pelo quarto ou quem é que lhe dizia "NÃO!!" mil vezes/dia. E às tantas ele habituava-se aos hábitos pouco higiénicos dos ingleses e deixava de tomar banho de vez. E filho meu não anda nem porco nem a cheirar mal! E depois começo a pensar naquela cabecinha de vento que se esquece de tudo e mais alguma coisa nos sítios por onde passa: já imagino um telemóvel esquecido por baixo dum Einstein de cera ou duma máquina digital algures entre as vértebras dum dinossaurio gigantesco ou um boné no topo do chapéu dum daqueles senhores estáticos que guardam ...sabe-se lá o que, mas a quem apetece passar o dia a fazer caretas e o pino à frente deles. E se ele não come? Já nem digo bem, porque comer bem naquelas terras é uma ilusão. E quem o acordaria de manhã cedo? E quem lhe daria os miminhos matinais? E eu a dizer que não e a deixá-lo ir, ansiosa por que passem os 15 dias e que ele regresse com uma pint (caneca) para oferecer à malta, isto, se entretanto não se partir no avião, no meio da montanha de meias e cuecas sujas, sebosas e mal-cheirosas.
Nada está decidido, mas para já o prognóstico é de 3 contra 1.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

HAHAHAHAHHA!!! Mas que verdade tão verdadeira!

"Sair de um blog sem ter comentado é como não limpar o cu depois de ter cagado."

(Acho que nunca tinha linkado um blog sem ter lido o seu conteúdo. E não é que a sua autora saiu daqui sem comentar o meu? heheheh...E eu continuo a não resistir a uma piada de carácter escatológico.)

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Rapidinha minhota

Mais rápida do que a minha, só a do mais-que-tudo no último dia do ido ano de 2002, para ir buscar um aparelhito que veio ajudar e muito o pequenote de meses. Deu para ver o fogo-de-artifício da auto-estrada, segundo ele, coisa que eu duvido que veja, amanhã.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

1ºpost da blogosfera sobre as dietas após os exageros

A ver se não tenho razão, se brevemente, muito brevemente, não começam a proliferar os posts sobre os sacrifícios comestíveis que alguns irão fazer. Oh, oh!

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Ementa do dia, por ordem cronológica

  • leite com Nesquik
  • tostas
  • avelãs
  • amêndoas
  • restos da carne assada do almoço-festim de ontem
  • castanhas
  • maçãs
  • aletria
  • bananas
  • bacalhau assado com presunto
  • broa
  • puré de batata
  • grelos
  • vinho tinto, sumos, água, café, aguardente, vinho do Porto
  • mousse
  • rabanadas da sogra
  • bilharacos da sogra
  • pão-de-ló com ovos moles
  • miniaturas doces (cocos, pastéis de nata, ...)
  • bolo-rei de frutos secos
  • ...
O que oito pessoas comerão hoje dava para alimentar um batalhão. Confesso que já estou enjoada de tanta comida e a Ceia ainda não aconteceu. E amanhã há parecido, em casa da sogra. Barriga, aguenta!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

¡ıɔǝnbsǝ ǝɯ oãu ǝnb ǝʇuǝɯɐıʌqo

bǝɯ, ǝsʇá nɐquǝןɐ ɐןʇuɹɐ ǝɯ quǝ ɟıɔɐ bǝɯ dǝsǝظɐɹ uɯɐs boɐs ɟǝsʇɐs ɐo pǝssoɐ ǝ ʇɐן˙
ɐquı ɟıɔɐɯ os ɯǝus sınɔǝɹos dǝsǝظos quǝ os pɹóxıɯos dıɐs sǝظɐɯ dǝ ɐɹɹoɯbɐ ǝ quǝ ɐ bɐןɐnçɐ não ɹǝbǝnʇǝ˙
ɐɯɐnɥã ısʇo ʌoןʇɐ ɐo noɹɯɐן˙

Tá tudo em cima, galera?

Sim? Abro um olho, depois o outro, mexo e remexo-me, estico-me toda, bocejo alto e bom som, apalpo a perna....e sim, ainda cá estou, ok. Fica para a próxima. Lá para as 23:59:59 apalpo a perna novamente.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ora bem, estou de regresso à terrinha

Onde pretendo:
  • comer grelos daqueles que sabem bem, bem, bem
  • comer broa da boa
  • dormir tarde
  • acordar tarde
  • ler
  • não ter horas para nada, a não ser a partir das 18:30
  • passear
  • visitar 
  • comprar
  • lavar as vistas
  • tratar do meu corpo, em termos de estética
  • ir ao cinema
  • ver TV até tarde
  • ...

Bitch mode on

Olha lá, pah!
Se tivesses onde comentar, eu já te tinha esclarecido as dúvidas todas e acabado com esse teu dilema. Que mania de seres um "ai não me toques que me desafinas"!

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Do que eu preciso

Algo grande, redondo, com ponta e por onde se lhe pegue.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

The dark side of online socialization

Eu e o meu amiguinho, velhos dinossaurios destas andanças, chegámos agora mesmo à conclusão (há coisa de 5 minutos) de que o facebook é a razão número um para que a blogosfera ande pelas ruas da amargura. É verdade que isto já não é o que era há sete anos atrás, quando implicávamos todos uns com os outros e ninguém levava a mal. Hoje, nem se pode apontar o dedo que vem logo uma corja de fãs atrás a defenderem e/ou a concordarem com alguma coisa que não vale um toutiço! À excepção dum ou outro post pontual deste ou daquele, a genialidade blogosférica já viu dias melhores. Até eu me incluo neste cinzentismo decadente! Já o blogue do amiguinho está preto, tão preto, que até mete dó.

Riquinho, pah, andas desatento

Então este blogue fez 7 anos na sexta passada e tu não fizeste festa, lançaste os foguetes e apanhaste as canas, como é habitual? Andas desleixado, desatento e irresponsável. Quase que não te perdoo.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Irritações - XV

Aquelas pessoas condutoras na auto-estrada que, tendo 4 faixas disponíveis, insistem em ocupar a terceira a contar da direita, conduzindo devagar, devagarinho e devagarão. Dá-me vontade de brincar aos carrinhos de choque com essa gente, além do piscar de luzes que levam de mim, pois obrigam-me a ziguezaguear da faixa da direita 1 para a faixa da esquerda 4 para as ultrapassar, voltando depois à faixa da direita 1. Isto quando não as ultrapasso na faixa da direita 1, ou seja, cometo uma ilegalidade, bem sei.
Hoje fiz questão de contar as avantesmas que me apareceram pela frente: 3 trambolhos no troço Porto-Coronado, apenas. A sério! Não sabem ler?

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Olha uma novidade nesta casa!

Não há nada pendurado, colado, desenhado, montado, e outras coisas acabadas em "-ado", neste momento, que indique que o Natal está para breve. E parece-me que assim ficaremos até ao próximo Natal. Também...quem passou um ano civil inteirinho (o de 2011) e alguns dias com uma árvore montada a apanhar pó e os pendrucalhos lá no sítio bem pode descansar, pois cumpriu com o seu dever natalício antecipadamente e durante mais tempo do que o normal.

Contas e mais contas

Tenho mais 30 pela frente se quiser ultrapassar 2006 até 31. Não vai ser fácil exceder um ano de tão boa colheita!

domingo, 9 de dezembro de 2012

Demorei 9 meses a parir o que lerão a seguir

Posso dizer que foi pior do que as obras de Mafra e que até a própria visada já andava irritada comigo, aposto. Pois se fui eu que lhe fiz a proposta, porquê a demora, não é? Boa questão...


Depois de em Março passado ter anunciado que já sabia quem seria a minha próxima vítima, aqui vai disto, após uma longa travessia no deserto, no que a perfis diz respeito, que não consigo justificar: não é falta de tempo para escrevinhar nem vontade de o fazer sobre a dita cuja vítima.

Desta vez, será um bocadinho diferente das restantes “vítimas”, pois tentarei descrever a menina  sem fazer referência à sua alcunha e/ou nome; por isso terão que adivinhar quem é a mocinha. O que é que sei dela, sem ter feito batota? Aqui têm alguns factos que vos poderão ajudar a adivinhar quem é a garina.

  • Sei que tem cabelo comprido, encaracolado e que gosta de andar de bóina.
  •  É uma menina viajada, anda sempre cá e lá, sendo que “cá” é a segunda pátria dela e o “lá” é outro sítio qualquer onde ela decida ir e o trabalho a deixe.
  • É uma mulher da noite (eu tenho uma certa apetência para descrever este tipo de profissional; acho que me seduzem as suas histórias), que não é enfermeira, mas nunca consegui descortinar o que faz na vida, profissionalmente. Talvez eu não tenha estado suficientemente atenta.
  • Adora sushi, papas de sarrabulho e outras iguarias que eu acho nojentas.
  • É portuguesa mas também fala uma língua bué de estranha.
  • Gosta de regressar à pátria e ficar o tempo suficiente para sentir saudades do sítio onde vive. Fá-lo duas a três vezes por ano.
  • É irónica e sarcástica e não tem papas na língua.
  • É bastante mais nova do que os meus 40 anos (mas ela há-de chegar à idade da perfeição :P)
  • Aprecia a beleza da vida humana, isto é, gaijos bons cumómilho, cujas fotografias partilha amiúde num dos seus blogues. Alguns deixam-me a salivar.
  • Participa – ou participou – em vários cantinhos da blogosfera, cada um com um conteúdo e registo e estilo de escrita diferentes dos outros.
  • Comenta-me mais do que eu a comento e quando o faz, fá-lo a umas horas bem estranhas.
  • Gosta de ouvir metal e hard rock, antigo e mais recente. Mas também assiste a espectáculos de ballet clássico.
  •  ...


E porque já dei pistas mais do que suficientes, por aqui fico.


(Sai uma prendinha para o/a primeiro/a adivinho/a.)

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Actualização do anterior

1035 visualizações deste tasco entre ontem e hoje. Isto não é normal.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Desconfio que a culpa é da vaca ali do lado

De vez em quando este blog tem picos de afluência que me fazem franzir o sobrolho. Como por exemplo, hoje: ainda só são 21:05 e já vamos com cerca de 150 visualizações apenas na última hora. Mas do que é que a malta anda à procura mesmo?