sábado, 21 de julho de 2007

Sem stress

Tanto alarido, histeria e marketing à volta do último da colecção do Harry Potter...e hoje de manhã, na maior das calmas e sem atropelos, comprei o meu exemplar no supermercado aqui da terreola. Ainda ficaram muitos nos escaparates, por isso se já tiver esgotado por aí, passem por cá :P

segunda-feira, 16 de julho de 2007

Yooo Portugal tá-se bemmmm!

Estão a imaginar-me a repetir isto, ao ritmo de rap, como refrão do que o meu reguila ia inventando, a propósito de as cortinas / os sofas / os brinquedos / os Dvds / os livros / (inserir qualquer outra peça de mobília ou decoração)....não estarem podres? Tudo devidamente acompanhado pelos gestos horrorosos próprios deste estilo musical? Não estão a ver, pois não? Mas aconteceu ontem cá em casa, enquanto o "big boy" roncava no sofá da sala. Sinceramente, não sei qual dos três conseguia fazer mais barulho. Que cenas, que cenas!!

quinta-feira, 12 de julho de 2007

Roque:

Sem internet disponível, não há cá graçolas de minha parte. A culpa é toda do teu "ex-patrão". Fala com "ele" para arranjar a avaria, sim? :P

quarta-feira, 11 de julho de 2007

"Há-des morrerr!!"

...dizia o meu avô, alfaiate perneta e brasileiro de nascença, aos catraiaos que passavam por ele e lhe diziam insolências ou o provocavam, quando se sentava, ao final do dia, à soleira da porta de casa. Como estava fisicamente impossibilitado de correr atrás deles, agitava a sua muleta bem alto, enquanto bramia alto tal sentença inevitável para todos ! Bem, vocês até podem achar que a imagem seguinte não tem qualquer ligação com esta pequena introdução familiar. Mas foi exactamente o que me ocorreu quando olhei para este paciente ser à espera que lhe acontecesse o milagre prometido, depois de ter cumprido com a sua obrigação internaútica: a de ter partilhado com os demais aqueles e-mails em cadeia que prometem mundos e fundos ou a desgraça imediata relativamente às suas performances sexuais.



Vocês pertencem a esta categoria ou à dos "apagadores", como eu?

segunda-feira, 9 de julho de 2007

A definição de "definitiva" é muito relativa

Quando comecei nesta aventura depilatória a laser supostamente definitiva, estava à espera de ver grandes resultados imediatos. O que até aconteceu...durante três semanitas. A verdade é que os pêlos teimavam em renascer, para mal dos meus pecados; daí eu duvidar que eles desaparecessem para todo o sempre.
Tenho-me submetido a sessões de pura tortura de três em três meses (fazer uma tatuagem não é nada comparado com isto) e finalmente já se notam algumas falhas capilares nos sovacos. Sim, porque ainda só me atrevo a fazer destas coisas nessa zona. O resto a seu tempo, se é que alguma vez verá laser...para já, duvido muito.
É que estas picadinhas dolorosas estão a sair-me muito caras mesmo! Tudo para que a longo prazo eu me sinta mais ...digamos, levezinha. Daqui a um par de anos, conto como foi.
Hasta!

segunda-feira, 2 de julho de 2007

Agora fiquei na dúvida...

Quem é mais velho? Eu ou o sempre excelente The Dark Side of the Moon? Passei parte da tarde a ouvi-lo repetidamente em CD. Mas tenho o vinyl bem guardadinho! Roam-se de inveja! :P

P.S.: Raios! Eu sou mais velha, mas não chega sequer a um ano!