quinta-feira, 17 de abril de 2014

E porque hoje é quinta e...

...eu estava indecisa quanto ao título a dar a esta publicação, deixo-vos com o seguinte poema que me foi oferecido pelo tal motard de Sesimbra, que se chama Elísio Panão, e cuja história de vida e outros poemas poderão ser encontrados em elisio.panão@facebook.com. Quanto a este, completá-lo-ei no Domingo.

Parabéns família benfiquista! 
pela vitória do _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ ...
é bom saborear a conquista...
e festejar sobre esse facto.

No final é que se fazem as contas...
não há vencedores antecipados.
As equipas estão sempre prontas...
mas a sorte vai pender para um dos lados.

Movimenta multidões...
o desporto chamado rei...
Com polémicas e contradições...
quem são os culpados? "na sei".

Neste festa encarnada...
com todos extractos sociais
é bom ver a família animada...
e esquecer as arbitragens anormais.

Agradecer a toda a estrutura...
desta grandiosa instituição...
com 110 anos de envergadura
pela _ _ _ vez na 1ª liga é campeão.

Em homenagem ao Pantera...
o destino se encarregou de o fazer...
o Benfica teve nesta primavera...
uma Páscoa para não esquecer.

Não sou amigo da ingratidão...
uma atitude digna fica bem!
estes adeptos são uma nação...
em número?  mais nenhum clube tem.

(Copiado para aqui como me foi entregue em mãos pelo próprio.)

E é isto...hoje deu-me p'rá poesia

˙sıǝʌáʇnɹɔsǝuı sǝןǝp soʇınɯ
ǝʇsêʇ ɯnp ɐçuɐɥןǝɯǝs à
sıǝɔáɟ ǝ sɐʇןos sɐɯıɹ ǝp
ǝʇsǝ ɹǝʌǝɹɔsǝ nǝ ıpıɔǝp

˙ɐısɐʇuɐɟ ɐʇsǝp oıǝɯ ou
oʇxǝʇuoɔ op ɐʌɐɹqɯǝן ǝɯ oãu
ɐıɔǝɹɐdɐ oãu oʇxǝʇ o sɐɯ
oʇxǝʇ op ɐɹnɔoɹd à ɐʌɐpuɐ nǝ

Gosto de mimos, beijinhos, abraços, contacto físico no geral

Ai hoje estás tão mimosa.
Já te vou dar abracinhos.
Sabes quem também é mimosa?
A vaca.



A partir de ontem, o meu discurso mudou. Olá, sou a Chata, tenho quase 30 anos e sou conhecida por fada do lar, escrava sexual e vaca mimosa.