quinta-feira, 16 de maio de 2013

O meu filho anda com umas conversas um bocado esquisitas

Um dia destes perguntou-me o que é que eu acharia se ele me dissesse que no próximo ano quereria desistir da natação, que pratica desde os seus 4 anos e meio,  para começar com aulas de música, de piano, propriamente falando. Manteria sempre a outra actividade extra-curricular, de cariz desportivo, que frequenta há 3 anos.
No dia seguinte perguntou-me se havia à venda anéis para rapazes. E que gostaria de ter um. E de ter calças de ganga rasgadas em vários sítios. E de voltar a ter um colar preto cool com um escorpião incrustado. E de usar bonés com a pala ao lado.
Antes destas conversas, tinha-me perguntado se podia fazer uma tatuagem definitiva. Que era estiloso. E perguntou-me se doía e quanto tempo demorava a fazer uma e quanto custava.
E eu acho que aprender a tocar piano não bate muito bem com todos estes gostos estranhos que ele anda a demonstrar.
E nada está decidido.