domingo, 1 de outubro de 2006

E que ninguém me contrarie quando ler isto!

Não me perguntem por estatísticas, mas é uma verdade inegável que as mulheres são umas cabras no que toca à sua condição de condutoras. E eu por mim falo, que quase todos os dias chamo nomes feios às da minha condição feminina. Não duvido que também eu seja bem ou mal apelidada. Custa alguma coisa dar passagem à vez-à-vez nas rotundas ou em entroncamentos que vão dar a ruas principais? Isto para não falar nas madames que nos seus carrinhos finérrimos pensam que a estrada é toda delas! Ah porra!
Agora vou-me embora, que fartei-me de conduzir desde sexta-feira até hoje! Um dia destes também me dedicarei aos homens condutores - posso desde já dizer que os acho mais...hmmm....amáveis, sim, "amáveis" é uma boa palavra.