quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Alienação mental

É o que sinto por não ver noticiários, não ouvir notícias e seleccionar, dos títulos online, o que me interessa ler. É verdade que me sinto alheada das tricas politicas e dos roubos anunciados, divulgados pela comunicação social. Mas o meu dia-a-dia já me dá tanto que fazer e que pensar que o meu cérebro, órgão comandante de todas as minhas acções, se recusa a ver e ouvir mais desgraças, sejam as do correio da manhã, sejam as relacionadas com o vitinho. E agora vou dormir. A sério. São 22:00 horas.