quinta-feira, 13 de julho de 2006

E esta hein?!

Eu acho acertada esta atitude de Zidane, tal como acharia correcto se o italiano fizesse o mesmo. Não há necessidade de repetir exactamente as palavras ditas, já que para meio entendedor meia palavra basta.
Uma coisa é certa: mais do que as desculpas apresentadas (só??) às crianças e aos seus pais por alguém supostamente exemplar, o que vai ficar na memória das pessoas é a bela cabeçada do careca no peito do "pobre coitado" do italiano.