sexta-feira, 3 de abril de 2015

Inculta, me confesso

Gosto de cinema, de ir ao cinema, de estar em salas pouco cheias, de "entrar" no filme e apreciar o filme escolhido. 
Nunca, contudo, vi um filme do português falecido do início ao fim. Não sei se o senhor era bom ou mau no que fazia. Mas devia ser bom, excelente, único, até. Acredito que sim. E ainda bem que viveu tanto tempo. Pode ser que quando eu chegar perto da idade dele, seja ainda capaz de ver alguma coisa de jeito.