segunda-feira, 18 de dezembro de 2006

A minha terceira vez

Saí mais cedo do que o previsto e fui buscá-lo ao local habitual. Já ia expectante, até porque não era algo que normalmente fizésse àquela hora. Aliás, seria apenas a terceira vez que tal acontecia. A primeira correu muito mal, a ponto de termos desistido ainda no início. Já a segunda correu muito bem, bem melhor do que o esperado, incutindo em mim alguma esperança de que as próximas vezes correriam igualmente bem.
-----
-----
E hoje, pela terceira vez, levei-o ao cinema para ver "Artur e os Minimeus", um filme de animação cuja classificação de "maiores de 4 anos" é errada, quanto a mim. Devem ser poucos os miúdos que, com a idade do meu - fará 5 anos em Fevereiro de 2007 -, compreendem toda a sequência, que entendem as personagens-tipo fantasiadas por um grupo de "rastas" ou de "monstrinhos subterrâneos", que acompanham o desenvolvimento da relação entre Artur e a Princesa Selénia ou até que reconhecem a analogia entre o Artur deste filme e o lendário Rei Artur. Gostei, mas achei-o demasiado adulto para filme de animação infantil.

Post não-recomendável a quem deseja ter descendentes ou animais de estimação

Ai a minha rica televisão!!!!