quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

O meu reflexo?

Não me lembro da minha rica figura ao sair da loja quando comprei o meu aparelho que vibra, cuja imagem está desenhada no meu header possivelmente a mando da dona deste boteco, mas conforta-me saber que talvez tenha sido com o ar sorridente daquele moço que saiu de lá às 10h30 da matina com dois sacos pretos na mão e a assobiar.