segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Foi-se o siso



Não é o meu, mas não é muito diferente, não. O meu está ali bem guardadinho, ainda com os sinais exteriores da infecção que me provocou, o maldito!