terça-feira, 28 de novembro de 2006

E por falar em brejeirice...

Ofertas de certos seres solitários
Para ajudar em delicadas questões matrimoniais
Quando publicitadas pelos próprios
São sempre sensacionais.
Se a pessoas casadas são feitas
Há que as ter em consideração.
Se a pessoas solteiras são apresentadas
Não se deve dizer que não.
Não queremos bicho mole
Nem pérola abandonada.
Mas há sempre gente que fode
E faz uma grande borrada.
E depois destas singelas linhas
Para a cama eu vou descansar.
As palavras o vento as levou
E os meus actos em segredo vão ficar.

"not getting any?", perguntou o Julio

...ao qual a Inha deu o mote por mim. Visto ter um filho e que eu saiba nenhum na barriga, aqui vai a resposta:
"O Acto Sexual é para fazer filhos" - disse ele (João Morgado, deputado do CDS / PP)
"Já que o coito
- diz Morgado -
tem como fim cristalino,
preciso e imaculado
fazer menina ou menino;
e cada vez que o varão
sexual petisco manduca,
temos na procriação
prova de que houve truca-truca.
Sendo pai só de um rebento,
lógica é a conclusão
de que o viril instrumento
só usou - parca ração! -
uma vez.
E se a função
faz o orgão - diz o ditado -
consumada essa excepção,
ficou capado o Morgado."
----
Vejam lá que até a defunta já falava das gentes e costumes cá de casa!