domingo, 27 de outubro de 2013

It's such a perfect day

Um dos filmes mais mirabolantes e loucos que alguma vez vi. Marcou-me. Tal como ele, o Lou. E esta música diz-me imenso.

17 comentários:

  1. A maior e mais prolongada gargalhada da minha vida dei-a no cinema com a cena da pior casa de banho da escócia.

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquela casa de banho é nojenta, R. Eu acho que não é preciso coragem para lá ir, mas sim ter um elevado grau de loucura e insensibilidade. :)

      Eliminar
    2. Outra vez casas de banho??????

      :))

      Boa tarde a ambos.

      Eliminar
    3. Leão, boa tarde.
      Desta vez foi o R. que puxou o....(ia dizer autoclismo) assunto! Entende-te com ele. :P

      Eliminar
    4. Eu e o R. entendemo-nos por sinais de fumo! :)

      Eliminar
    5. Ainda bem que te entendes com ele. Olha, eu também me entendo com ele, e muito bem. :)

      Eliminar
    6. É, ele é paciente...um bom rapaz. eheheheheh

      Eliminar
    7. Não tenho qualquer dúvida disso. :)

      Eliminar
    8. A falar de mim à minha frente??? Não têm vergonha?

      R.

      Eliminar
    9. R., não. Mas que fique claro que falo só por mim :P

      Eliminar
    10. Obviamente! não deleguei em ti, ora essa! :b

      Eliminar
    11. Leão, nem eu disse que delegaste nem eu estava a falar contigo, ora essa!

      Eliminar
    12. Mas eu estava implicitamente nessa conversa! :b

      Eliminar
    13. Como queiras. Continua a dizer que não me dirigi a ti; falava exclusivamente com o R.

      Eliminar
  2. É verdade mas, tem tanto de sério como de mirabolante e louco :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TG, concordo. Acho que a malta nova devia ver o filme, nem que seja só pela vertente pedagógica. Rebeldes já eles são, hoje em dia, como o são todos os jovens de qualquer época. Mas ver o que a droga faz ao comportamento duma pessoa afecta qualquer um, acho eu.

      Eliminar
    2. Nem mais...eu confesso que quando o vi pela primeira vez, "não liguei" a essa vertente mas, como ávido consumidor de cinema que sou, revi e tomei essa consciência.

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.