domingo, 4 de dezembro de 2011

Trabalhos de casa

À saída do consultório de sexologia do Dr. Prazeres & Associados, após mais uma sessão de terapia sexual, a Maria e o Manuel já notavam algums diferenças em si, como casal. Se no início destas consultas, ambos saíam ainda meios encavacados, ela mais ruborizada do que ele, é um facto, hoje isso já não acontecia. Aliás, era vê-los a sorrir e de mãos dadas, como se de dois pombinhos recentemente enamorados se tratassem. A terapia receitada, "trabalhos de casa", como o Dr. Prazeres gostava de lhes chamar, estava a dar bons e visíveis resultados: ele recomeçou a tratar das suas árvores de fruta, mais precisamente do seu querido pessegueiro, no quintal das traseiras da casa; ela dedicou mais do seu tempo às limpezas caseiras, coisa que antes detestava fazer, tendo todo o cuidado de, diariamente, limpar as teias de aranha dos cantos mais recônditos do lar.

E ainda dizem que os trabalhos de casa roubam tempo ...pois, pois!

20 comentários:

  1. Pronto, lá vem a ordinarice:
    "ele recomeçou a tratar das suas árvores de fruta, mais precisamente dos pessegueiros, no quintal das traseiras da casa": comia-a por trás.

    "ela dedicou mais do seu tempo às limpezas caseiras, coisa que antes detestava fazer, tendo todo o cuidado de, diariamente, limpar as teias de aranha dos cantos mais recônditos do lar": oral E engolir.

    Acho que vou deixar de visitar esta baderna :-P

    ResponderEliminar
  2. Riquinho, gostas pouco, gostas :P

    ResponderEliminar
  3. Para ter um bom aproveitamento durante o ano lectivo é muito importante a comparência nas aulas, e efectuar sempre com interesse e dedicação os trabalhos de casa.Mesmo que alguns dos t.p.c.sejam mais complicados de fazer, nada que uma pausa com direito a recomeço, e uma mordiscadela no lápis não resolvam..

    Bom fim de semana, e não te esqueças dos trabalhos de casa**

    ResponderEliminar
  4. Ac, exactamente! Eu sou acérrima defensora dos mesmos, quando os há! :)

    ResponderEliminar
  5. "Quando os há?" Ui, soa-me a desabafo... há dias era o blog ser uma terapia e mais não sei o quê agora é esta folga no tpc :-P

    A propósito, detesto a moderação de comentários. É chato, pá.

    ResponderEliminar
  6. Riquinho, não é desabafo nenhum, apenas uma constatação dum facto. Ou tu fazes trabalhos de casa todos os dias? Eu não e olha, não me queixo :P

    Eu tb e concordo que sim. Mas andava aí uma melga a chatear-me com indecências abusadoras e desrespeituosas. Nesta casa, eu é que decido quem é que pode badalhoco em público e com o meu consentimento :)

    ResponderEliminar
  7. Publicidade constitucional:
    Aprende-se mais em 5 minutos no Natalina-mos do que em cinco horas a aturar o Júlio Machado Vaz. E fica mais barato. Divulguem p.f.

    ResponderEliminar
  8. Pseudo,
    Nesse caso que contas, não seria melhor ela tratar do pessegueiro e ele da limpeza dos cantinhos da casa?
    Podia ser que resultasse essa troca de funções...

    ResponderEliminar
  9. Bloga-mos, não tenho qualquer dúvida. E afinal, onde está esse URL da tua avózinha??

    Tio, essa será a etapa seguinte na terapia: a troca de papéis.:) Há coisas que levam o seu tempo :P

    ResponderEliminar
  10. Na intermete. Onde é que havia de estar?

    ResponderEliminar
  11. Bloga-mos, essa resposta, com esse tom, poderia perfeitamente ter sido dada por mim a outrém. Tu queres ver que tu és o irmão que eu nunca tive e que apareceu recentemente??

    ResponderEliminar
  12. Finalmente, mana! Estava a ver que tinha que te enviar os exames do ácido desoxirribonucleico.

    ResponderEliminar
  13. Olha que não seria mal pensado. Nunca se sabe que raio de trabalhos de casa é que ospais andaram a fazer...

    (fizeste-me confirmar algo...fosca-se: 3 letrinhas são mais fáceis de dizer do que 24)

    ResponderEliminar
  14. Com assuntos familiares não facilito, depois vem as merdas das heranças e o teu mau feitio. Todo o cuidado é pouco...siss.

    ResponderEliminar
  15. Ficas já a saber que a casa dos pais é para mim! :P

    ResponderEliminar
  16. Vamos ter muito que conversar...

    ResponderEliminar
  17. pos, parece que sim. Temos tempo, não pretndo acabar com o blogue tão cedo. :P

    Pretendo sim ir laurear a nêspera para outro lado, agora :) Já volto.

    ResponderEliminar
  18. Mana, se me deres os números de telefone do mulherio disponível que aqui faz acostagem podes ficar com o palheiro dos pais.

    ResponderEliminar
  19. Bro, eu não sei quem são as fêmeas disponíveis que me acompanham aqui, mas poderei tratar do teu caso hoje à noite...dar-te uma mãozinha :)

    ResponderEliminar
  20. Tou a ver que te re-baptizaste, agora és carlos :P

    sabes que as proibições foram feitas para serem transgredidas?:)

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.