quinta-feira, 17 de novembro de 2011

E que tal? A sério que eu ouvia isto antes de ter 20 anos, mas nunca passei por nenhuma fase punk-gótico-camaleónica, como o exemplar de baixo


Hoje é caso para perguntar como é que tal foi possível!

7 comentários:

  1. Eu também ouvia e não passei por essa fase...

    ResponderEliminar
  2. Ora aqui está uma coisa que posso mesmo dizer... "há séculos que não ouvia isto!!"
    Eu também ouvia a Nina Hagen... e a Nena e os seus "99 luft baloons"... e o Falco e a sua "Jeanny"... Scorpions...
    Bom, isto só para falar da música alemã que passava nas rádios nessa altura.

    E garanto-te que eu de Punk não tinha nada mesmo! (ok, passei pela fase de vestir roupa preta de cima a baixo... mas acho que isso faz parte!! LOL)


    Küsses :)

    ResponderEliminar
  3. Orquídea,
    Ainda vamos chegar à conclusão que ouvíamos as mesmas músicas.... E DAF? E Kraftwerk?

    ResponderEliminar
  4. Tio,
    Oh course...
    Tenho um vinil dos Kraftwerk cá em casa... o "Man- Machine".

    http://www.youtube.com/watch?v=CJKyTNQSbWo

    Dos DAF não me recordo de nenhum tema...

    ResponderEliminar
  5. Orquídea,
    que bom! Nessa altura Os DAF -Deutsch Amerikanische Freundschaft andavam muito nas discotecas. Era outro género de música, lembrei-me por ser alemã.
    Beijinhos com saudades desses tempos épicos!

    ResponderEliminar
  6. Isto é tudo muito bonito, no entanto, ter-me sido retirada uma das razões pela qual aqui fazia escala - o encontro de porno requintado - deixa-me muito desgotoso. Veja lá isso...

    ResponderEliminar
  7. Querido bloga-mos, porno requintada e implícita sempre houve e haverá aqui, quando EU decido O QUE quero mostrar. Pornografia explícita? Não, obrigada. Contudo, para breve, planeio escrever algo linkado a um site pseudo-pornográfico q.b., mas com muita qualidade.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.