terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Olá, olá e olá :)

Gostam de ler, não gostam? São sensíveis e inteligentes, não são? Surpreendem-se com o que os outros fazem (ou não fazem), não é?


Pois então, leiam esta notícia e digam-me honestamente se acham que isto seria possível por cá:

16 comentários:

  1. Então não era? Na A.R. por exemplo :-))))

    ResponderEliminar
  2. Em portugal? Não seria possivel..existe tanta curiosidade em nosso redor que de certeza que alguém iria perguntar o porquê de ele estar assim ! =P

    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  3. Não acredito... trabalhar 5 dias seguidos?

    ResponderEliminar
  4. Impossível... 5 dias?! Nahhh... é muita fruta!! Por cá bastava passarem 2 horitas de trabalho ininterrupto para ser logo chamado o INEM e reservar uma cama no Júlio de Matos

    ResponderEliminar
  5. fuck... e foram acordar o homem? :P

    ResponderEliminar
  6. Bem, parece-me que houve gente que não percebeu patavina da notícia. Sendo assim, aqui vai: o homem não trabalhou cinco dias seguidos. Isso é que era humanamente impossível. O homem estava morto, inerte, na sua secretária, há cinco dias e ninguém estranhou, durante este tempo todo, que ele não se mexesse. Quando li isto, questionei-me: "será que não tinha família, amigos, colegas de trabalho com quem confraternizasse".

    Vá, leiam melhor, sim?

    ResponderEliminar
  7. K história macabra... Trabalho a mais prejudica, e ponto final!

    ResponderEliminar
  8. Ai ai Pseudo, olha que eu já fui professor de Inglês ;) eu percebi a notícia, mas estar morto no trabalho durante 5 dias é a mesma coisa que estar a trabalhar durante 5 dias okaiiiiiii?? Foi isso que os colegas pensaram certo?? Se não, não tinha lá estado tanto tempo. Há tantos mortos-vivos cá por terras Del Rei Dom Tuga eheheheh

    ResponderEliminar
  9. sr_antonio, aí é que está: eu acho que ninguém pensou! Nem colegas nem mais ninguém! Acho inacreditável.

    E obviamente que discordo desse okaaaaaaii!! :P. Então não há ninguém à espera deste homem? Pois, parece que não havia.

    ResponderEliminar
  10. Pois, por isso é que na A.R. ninguém dava por isso, eles já estão quase mortos lá, ou se não estão, estão a dormir :-))))

    ResponderEliminar
  11. No tasco onde trabalho não era possível. Estamos todos muito à vista uns dos outros. E não nos conseguimos manter duas horas sem mandar umas boquitas. Afinal, os open-spaces têm vantagens com este nosso temperamento!

    ResponderEliminar
  12. Pois...agora trata de traduzir ! e depois vai lá ó desafio :)))

    ResponderEliminar
  13. Cá não podia acontecer. E as pausas para café? E os almoços? e as idas ao wc? Nááááá... Não me cheira... nada bem... (se calhar é pelo facto do pobre senhor já estar em decomposição...)

    ResponderEliminar
  14. Uma história que por cá era impensável de acontecer... o gajo era logo apanhado na primeira pausa para o café...
    ;)

    ResponderEliminar
  15. Desculpa lá, mas copiei, já imprimi e vou colocar uma em cada secretária do meu emprego... isso de ser o primeiro a chegar e o último a sair só podia dar merda.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.