sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Ventosidade ruidosa e mal-cheirosa expelida pelo ânus

ou seja, "PEIDO".
---
Mas vamos ao início.
Um dia destes comprei mais um livro infantil que me pareceu interessante para o rapaz, de seu título "Respostas às perguntas das crianças: O Corpo Humano" (Editora Fleurus). Ultimamente anda muito intrigado com a questão da sementinha que o papá pôs na barrigota da mãe, há uns anitos atrás. Não sabe muito bem se foi colocada na boca, se noutro orifício qualquer - é daquelas dúvidas infantis que os miúdos vêem esclarecidas na prática cada vez mais novos. Que é que isto tem a ver com "PEIDOS", perguntam vocês. Nada! Apeteceu-me partilhar esta intimidade convosco.
intimidade convosco.
Continuando, ...a páginas tantas, e depois de muitas perguntas sobre isto e aquilo e mais aquilo, no capítulo d'"A Digestão e o Aparelho Digestivo", aparecem estas três questões:
---
  • Porque damos peidos?
  • Porque cheiram mal os peidos?
  • Como se chama um peido silencioso que cheira muito mal?
--..devidamente respondidas e de fácil compreensão.
--
Quer-se dizer: andam aqui uma mãe e um pai a tentar educar um filho da melhor forma, nos melhores moldes pedagogico-científicos, a ensinar-lhe que há "palavras feias", a dar-lhe sermão e missa cantada quando ele profere uma destas, e vem agora um livro infantil a usar para trás e para a frente a palavra "peido". Quer-se dizer, então para que usamos nós "pô", "traque", "gases", "flatulência" (esta é demasiado elaborada para a idade dele) com miúdos desta idade? Bolas, eu sei que ele vai aprendê-las todinhas e usá-las, mas ainda é um bocadito cedo, não? Respondam-me, pais, mães, tios e tias e outros que me lêem: vocês usam este termo com os vossos pequenos? Andarei eu a ficar linguisticamente púdica?
Desculpem-me o desabafo maternal, tá?
---
Já agora, alguém me sabe dizer qual a categoria onde a TLEBS insere (inserirá? inseriria?) "peido"?

9 comentários:

  1. Bem, como eu não sou pai, nem tio, abstenho-me de aconselhamentos, mas lá que este post é um bocado malcheiroso, lá isso é :P

    ResponderEliminar
  2. Não acredito!! Vem lá essa expressão? Bom é que se bem, a pergunta é, onde andas tu a comprar essa literatura de cordel? :-)))))

    ResponderEliminar
  3. Robina, passa pelos escaparates infantis do Carrefour e atenta nessa colecção. Tem umas capas coloridas, muito atraentes.
    O resto do livro, para já, parece-me normal. Mas aquela página saltou-me à vista! Não sei se a arranque se lhe coloque corrector. Que achas?

    ResponderEliminar
  4. Acho que pelo menos um ambientador precisa bem, pensando melhor arranca-a :-)))))

    ResponderEliminar
  5. LOL, bom conselho Robina. Com que então no Carrefour, por cá por Vale do Grilo não há disso, não há no "Incontinente"?? Só para confirmar eheheh

    ResponderEliminar
  6. sr. augusto03/02/07, 02:19

    Em resposta à sua dúvida, a resposta é:

    Chico Fininho.

    ResponderEliminar
  7. Não sei bem qual é o problema do pú, pô, puzito, peido, trac... ah, mas a TLEBS aceita siglas, portanto, TRAC está aceitável: Tonitruante Ruído Arejado do Cú... (achas que vai dar?...)

    ResponderEliminar
  8. já k por cá ainda n há nada cientifico... digamos k ouvi dizer que a culpa é toda das baterias k alojamos cá dentro e que por sinal... nos fazem "bem" agora (e mal a quem nos rodeia...). Pois... mas essas filhas da mãe, vão-nos comer... ai vão vão....

    Quem não percebeu... que pergunte que eu faço desenho e tudo.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.