quinta-feira, 13 de março de 2014

Morangos que ainda não o são

Hoje andei a plantar morangos. Pus-me de cócoras e valentemente, sem luvas  - mas com chapéu de palha na cabeça, porque a isso o sol obrigou -  lancei as mãos à terra para fazer uns buraquitos e enterrar lá umas ervas que disseram resultar em morangos daqui a uns mesitos. Os catraios riam-se, comentavam, mandavam bocas a mim, a eles....pois a situação não era para menos. As niquentas ficaram por perto, encarregues do relato jornalístico que se impunha e da entrevista feita aos plantadores. Apesar da minha boa vontade e de me ter agachado e até mexido na terra a ponto de ficar com as unhas castanhas, eu não tenho jeitinho nenhum para a coisa. Há provas fotográficas, mas antes de eu as visionar, não prometo partilhar mais nada. A ver se os pássaros lá do burgo são menos abusadores do que certos passarocos do Ribatejo. :P

Sem comentários:

Enviar um comentário

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.