quinta-feira, 13 de março de 2014

Gosto quando me oferecem livros. Venham mais!

E desta vez foi este. 
 The Razor's Edge by W Somerset Maugham
Quem o leu, disse-me que é possivelmente O Livro da sua vida. Vai ser uma estreia, quanto ao autor. Depois digo coisas.

14 comentários:

  1. Sempre quero ver se a tua costela de aventureira continua adormecida :) Please let me know.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ness, a costela não está adormecida. A carteira é que não dá para mais. Além disso, quem te disse que não é possível ter aventuras em Altura? :P

      Eliminar
    2. Eh, lá, vais levar a bicicleta? Convido-te já para uma mariscada em Cacela Velha :)

      Eliminar
    3. Bicicletas e mariscadas, seja por que ordem for, não combinam. :P Além disso, dessas aventuras tenha eu muitas ao longo do ano, até das de bicla. :P

      Eliminar
    4. Andas a sonhar com rodas, só pode :P

      Eliminar
    5. Ando, com as rodas que estão na garagem que não é aberta há uns bons anos por não sabermos onde está a chave. :P

      Eliminar
  2. Eu gosto quando me oferecem qualquer coisa!
    Pronto, porrada não conta... :))
    Não conheço o autor, logo nem o livro; depois conta.
    Acabei de ler (oferecido) "O Reino"
    http://www.presenca.pt/livro/ficcao-e-literatura/romance-historico/o-reino/
    Interessante, pela abordagem diferente da que aprendemos na escola (aprendíamos, que isto hoje...) sobre Afonso Henriques e também porque quase metade está escrita em português medieval, e para quem goste, dá gozo ver que muitas das palavras então utilizadas ainda por aí andam.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AA, ofereçe-mo e eu depois também te digo coisas. :P

      Eliminar
    2. Estarei a ler bem?

      :P

      Eliminar
    3. Acho que sim, que leste bem o cê cedilhado :) Era para ver se estavas atento. :P

      Eliminar
    4. Olha, chama-me nomes :P

      Eliminar
    5. Tá bem.

      Que nomes queres que te chame? :)

      Eliminar
  3. Sempre me irritou essa coisa do livro da sua vida, o filme da sua vida, o sei lá o quê da sua vida. Parece que nos fechamos ao resto. Bleh.

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. R., é uma opinião sensata, sim senhor :)

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.