segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Actualização do anterior

1035 visualizações deste tasco entre ontem e hoje. Isto não é normal.

15 comentários:

  1. Não tens mais nada com que te preocupar na vida, pois não? :-P

    ResponderEliminar
  2. Tenho, pois! Neste momento, não tenho serviço de televisão nem terei até amanhã que é quando cá vem uma equipa técnica! Não é que me faça muita falta mas gosto de usufruir bem daquilo que pago, quando me apetece - nem que seja às 4 da manhã, caso sofresse de insónias, que não sofro - e neste momento não é o que se passa. Uma verdadeira tragédia!

    ResponderEliminar
  3. Vai mas é trabalhar, malandra :-P

    ResponderEliminar
  4. E eu tenho estado a fazer o quê, desde as 9 da manhã?

    ResponderEliminar
  5. A contar visulizações?... :-/

    ResponderEliminar
  6. O que são "visulizações", Mana? Estou tão confuso...

    ResponderEliminar
  7. Isso terás que perguntar ao teu amigalhaço :)

    ResponderEliminar
  8. Nem me atrevo. O homem começa com aquelas conversas que metem muitos números e siglas que fazem com que o ameríndio pareça uma língua inteligível e depois fico cheio de dores de cabeça...

    ResponderEliminar
  9. Vá lá, ele não morde :)

    ResponderEliminar
  10. Vamos tentar isto:

    SEXO - GAJAS - MAMAS

    Vais ver que vais quintiplicar as visitas :)

    ResponderEliminar
  11. Charmoso, acredita que não quero isso. Gosto deste cantinho bem pequeno, bem discreto. Poucos, mas bons e fieis!

    ResponderEliminar
  12. Não me lembro de teres incitado à violência contra o governo...

    ResponderEliminar
  13. Catsone, eu não faço mal a uma mosca nem sou incendiária. Mas que foi coisa a mais para mim, foi. :)

    ResponderEliminar
  14. Foooogo!
    Eu, quando tenho muitas visualizações, normalmente são da Rússia! Vá-se lá saber o que é que os russos encontram de interessante no meu blogue... ou os portugueses...
    ;)
    Bjs

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.