sábado, 26 de dezembro de 2015

Cátia Vanessa, ela própria

Conheci-a hoje.
Vi o nome no talão de consumo e, num impulso, não resisti a confirmar com a própria se aquele era mesmo o nome dela. Pensava eu que era somente o nome das anedotas fatelas. Mas não. A menina que nos tem atendido há uns bons anos, ao sábado ao noite, riu-se, com aquele sorriso aberto, singelo, único dela, ao dizer: "Sim, é mesmo o meu nome. E tenho a certeza que nunca mais se vai esquecer dele." É verdade, nunca mais me vou esquecer do nome da menina do café que tão simpaticamente nos atende, que nos agradece e diz sempre "boa noite e tenham um óptimo fim-de-semana" quando se despede de nós.

5 comentários:

  1. Conheço várias. Também conheço uma Soraya Vanessa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, sinceramente não sei qual será pior...

      Eliminar
  2. Sandra Cláudia também não é mau de todo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou o meu, Tio, que me inibo de partilhar aqui. É que não me parece que alguma vez te tenha dito o meu segundo nome. :P

      Eliminar
  3. Gioconda Nádia foi o pior que conheci.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.