domingo, 1 de março de 2015

Ontem tive o prazer de conhecer o Salazar...

... que tem três anos e picos, que colocou o seu braço pequenino em redor dos ombros do meu rapaz (que só tem quase o triplo da altura do Salazar), que encetou connosco uma conversa muito simpática sobre o Xerife e o seu cavalo (cujo nome era Cavalo) e que, quando o meu rapaz lhe disse que andava  numa escola de queques, respondeu com muita graça e rapidamente que andava "numa escola de hamburgueres". Afinal até andam na mesma escola.
Há miúdos levados da breca, e o meu, com a idade do Salazar, era como o Salazar é: irrequieto, conversador, sociável, brincalhão, risonho e simpático. Eu não era nada assim, com a idade deles...

4 comentários:

  1. Bem sabia que não era teu filho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hein? Quem? Tu? Se ésmais velho do que eu, não és meu filho. de facto...

      De quem falas tu?

      Eliminar
  2. Do amigo do Salazar, mulhére...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E quem é esse amigo do Salazar, pah? Não é o meu filho, que desse sei eu bem que sou mãe, porra....lembro-me perfeitamente dos berros que dei quando o pari...Mau!!!

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.