quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Os gajos da PT são burros, surdos e mal-educados

Eu sei que as pessoas têm que trabalhar, por muito ingrato e desmotivante que seja a profissão. Eu sei que estão a ser pagos para contactar eventuais clientes e publicitar o excelente serviço fornecido pela empresa em questão. Eu sei que possivelmente, ao longo do dia, terão que falar com pessoas mais mal-educadas do que eu. Eu sei que provavelmente até falarão com pessoas mais bem educadas do que eu. Mas continuo a achar que são surdos, pois eu já lhes disse, muitas vezes, que nesta casa ninguém quer ter mais contratos com a fantástica empresa. E no entanto, insistem todas as semanas em ligar e falar com o mais-que-tudo. Ora, neste momento, o telefone fixo nem sequer está em nome dele. Já esteve e já não o temos. No entanto, eu é que tenho que aturar os gajos. Mais vale não ficar em casa. Ultimamente tenho optado pela seguinte estratégia, que excepcionei hoje, há poucos minutos: oiço o telefone a tocar, levanto o dito cujo, oiço um click, eles dão-me música, passado um segundo, desligo.
Hoje atendi. Uma pessoa que se identificou, bem educadinho, voz de pessoa jovem, patati patatá, às tantas pergunta porque é que não estamos interessados neles. Vou eu a meio do meu discurso e não é que o gajo desliga? Mal-educado do caraças! Não sabe o que perde em não ter continuado a ouvir a minha voz doce e meiga!

5 comentários:

  1. Digo-te uma coisa... há trabalhos muito ingratos... e ser operador de telemarketing é sem dúvida um deles.

    Eu tenho outra estratégia: não atendo qualquer telefonema cujo número não apareça descriminado no visor do telefone.
    Claro que tem algumas desvantagens!

    Um dia destes telefonou-me a minha prima toda chateada, através do telemóvel, a perguntar-me se eu tinha mudado o nº do telefone de casa.
    Ok... só naquele dia me lembrei que, por questões profissionais, o nº da casa dela é confidencial. Sendo assim, todas as vezes que entra uma chamada de um anónimo eu comento para com os meus botões: «ora pôrra, será a minha prima??»
    Mas não atendo na mesma!!
    hehehehehe


    Beijinhos públicos :)

    ResponderEliminar
  2. Na minha casa é a campainha da porta...

    ResponderEliminar
  3. Orquídea, o equipamento telefónico aqui é antigo, ainda não mostra essas modernices que dão jeito. Por acaso concordo que certas primas são chatas como tudo; outras não. :)

    VF, e que tal desligar a campaínha? A minha está. :)

    ResponderEliminar
  4. Ainda bem que não tenho telefone...Achas que o tipo da PT terá ficado sem saldo no telemóvel? É a única explicação poss+ivel...

    ResponderEliminar
  5. Tio, foi mesmo isso. A outra explicação foi ele nao ter gostado do que estava a ouvir, tal como eu não gosto de os ouvir...e pimba!

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.